Por Esmael Morais

Bolsonaro não é Aécio, mas virou pó

Publicado em 20/02/2018

O deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) virou pó depois que Michel Temer lhe roubou a única bandeira com a intervenção militar no Rio de Janeiro.

LEIA TAMBÉM:
Em vídeo confuso, Jair Bolsonaro ataca intervenção militar no Rio de Janeiro

Bolsonaro passou recibo em entrevista ao Poder 360: “Temer já roubou muita coisa, mas meu discurso ele não vai roubar, não”.

O presidenciável ao dizer que Temer já “roubou” uma faixa da presidenta eleita Dilma Rousseff e outra do ‘Vampiro Neoliberalista’ no desfile da Paraíso do Tuiuti.

No Facebook, Bolsonaro afirma que apoia uma Intervenção militar no Rio, “não essa que é política com a cara de Temer, Jungmann e Moreira”.

Falando nisso, cadê o senador Aécio Neves (PSDB-MG)?

O tucano sumiu, escafedeu-se, também virou pó.

Assista ao vídeo: