Líder nas pesquisas, Lula reafirma referendo revogatório e regulação da mídia

O ex-presidente Lula reafirmou nesta sexta-feira (15), em Piracicaba (SP), durante evento contra retrocessos na educação, que realizará referendo revogatório — para leis de Michel Temer que prejudicaram os trabalhadores — e a regulação da mídia, sobretudo na questão da propriedade cruzada dos meios de comunicação.

“Agora eles querem desmontar a Petrobras porque eles querem que o petróleo não seja usado a favor do povo brasileiro”, criticou o petista ao fundamentar o referendo revogatório das privatizações do pré-sal.

O petista disse que é preciso colocar a soberania nacional na pauta. “Esse país não pode ter mais complexo de vira latas.”

“Tem gente que só veste camisa amarela quando é pra protestar contra o PT. E depois os ‘nacionalistas’ vão fazer compras em Miami”, provocou.

Lula se comprometeu ainda a federalizar o ensino médio, democratizar os meios de comunicação e isentar os trabalhadores que ganham até R$ 5 mil de pagar imposto de renda sobre o salário.

“O Banco Mundial já começou a dar palpite aqui. Dizer que investir em estudante é gastar demais”, denunciou.

Lula defendeu a previdência pública dos ataques especulativos dos bancos: “Quer resolver o problema da Previdência? É só gerar emprego, aumentar salário. Fala que a Previdência é deficitária? Deficitária é a competência deles.”

O ex-presidente também espezinhou o juiz Sérgio Moro, que o condenou na primeira instância a 9 anos e meio de prisão, no caso do tríplex de Guarujá (SP), cuja apelação será julgada pelo TRF-4 no dia 24 de janeiro em Porto Alegre.

“O Moro reconheceu que o apartamento não era meu. Que não tinha nada a ver com a Petrobras. Ainda vou ver o William Bonner comunicar que as denúncias contra o Lula eram falsas”, ironizou.

“Eles têm até o dia 24 de janeiro pra encontrar uma prova de um crime. Eles não tiveram coragem de pedir desculpas”, desafiou.

Lula pediu para que todos levantem a cabeça e que comecem a lutar.

Assista ao vídeo:

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. É um enorme equívoco das Esquerdas e em especial de Lula, achar que deve substituir o combate ao GOLPE……………………, com a possível Eleicão de 2018………………!!!!!!

    Essa gente tem know how e óbvio que não deram um GOLPE (aliás um passeio………) para permitir que as Esquerdas voltem ao Poder pela via Eleitoral………………!!!!!!

  2. Pingback: Lula quer isentar de impostos quem ganhar até R$5 mil - Falandoverdades

  3. Pior que as mentiras desse cafajeste são os que acreditam nelas.

  4. O pais precisa de Estadista. Não tem outro. Só espero que não esteja mal assessorado como a Dilma.

  5. Muitos que defendem o desmonte de nossa economia em favor do capitalismo aliengena escravizante têm medo de mostrar a cara, e usam nomes que não os identificam. São covardes por natureza. Infelizes vira-latas.

  6. Pingback: https://www.esmaelmorais.com.br/2017/12/lider-nas-pesquisas-lula-reafirma-referendo-revogatorio-e-regulacao-da-midia/ | BRASIL S.A

  7. Olha o canalha falando de desmonte da Petrobras. Esse ladrão vagabundo além de ser preso merecia uma surra. Sujeito mau caráter e mentiroso.

  8. Ele vai dar uma banana podre para essa elitezinha de merda, para o Banco Mundial, FMI e para os que manipulam países pelo cartel financeiro internacional! Essa gente não quer um país desenvolvido e educado com uma cultura pujante!

  9. Somente mídia paga pode fazer campanha para um condenado a 9 anos e 6 meses de cadeia. #socorro

    • Calma coxinha. A mídia que dá prêmio à juízes para condenar inocentes é bem mais poderosa. Dessa você não fala?

  10. Para minha alegria, estive presente no evento de Piracicaba e, aproveito o momento para parabenizar “o fazer” jornalismo do Blog do Esmael de Morais, objetivo e compromissado com a verdade.

  11. Deixe de receber as informação deste Blog, será qe restringiram e censuraram tbm.

  12. Obrigada, Esmael! Informação de primeira afinal! Ufa! A grande mídia já era!