URGENTE: Câmara de Curitiba realiza reunião para definir local de ‘sessão bandida’ na segunda-feira

Com frouxos intestinais e morais, os vereadores de Curitiba realizam agora, às 18h30, às escondidas, uma reunião extraordinária para definir o local da ‘sessão bandida’ na próxima segunda-feira, 26, quando eles pretendem votar longe dos olhos da população o pacotaço do prefeito Rafael Greca (PMN).

Os sindicatos de servidores municipais também convocaram, agora à noite, mobilização extraordinário para acompanhar o encontro dos vereadores na Câmara Municipal.

Extraoficialmente, discute-se a “Ópera de Arame” e o estádio “Couto Pereira” (campo do Coxa) como locais para a ‘sessão bandida’, que pretende fuzilar os direitos do funcionalismo público da capital paranaense.

Na tarde desta sexta (23), a presidente do Sismuc Irene Rodrigues foi barrada no Palácio 29 de Março — a sede da Prefeitura de Curitiba. Nunca antes nesses 324 anos de história da capital, um dirigente sindical tinha sido proibido de falar com os servidores de sua base.

“O prefeito Rafael Greca comente prática antissindical e vamos denunciá-lo à OIT”, adianta Irene.

Comentários encerrados.