Centrais sindicais batem o martelo: Greve Geral no dia 30 de junho

Publicado em 5 junho, 2017
Compartilhe agora!

As dez centrais sindicais do país definiram a nova Greve Geral para o dia 30 de junho para derrubar Michel Temer.

Os trabalhadores se unificaram contra as reformas trabalhista e previdenciária, pelo ‘Fora Temer’ pelas Diretas Já.

No próximo dia 20, a 10 dias da paralisação geral, haverá um “esquenta” com manifestações em todas as capitais do país.

A orientação das centrais para as entidades de base é realizar assembleias nas portas de fábrica, paralisação de lojas, bancos, comércios, etc.

Abaixo, leia a íntegra da nota conjunta das centrais sindicais:

Unidade e luta em defesa dos direitos

As centrais sindicais, (CUT, UGT, Força Sindical, CTB, Nova Central, CGTB, CSP-Conlutas, Intersindical, CSB e A Pública- Central do Servidor), convocam todas as suas bases para o calendário de luta e indicam uma nova GREVE GERAL dia 30 de junho.

As centrais sindicais irão colocar força total na mobilização da greve em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, contra as reformas trabalhista e previdenciária, contra a terceirização indiscriminada e pelo #ForaTemer.

Dentro do calendário de luta, as centrais também convocam para o dia 20 de junho – O Esquenta Greve Geral, um dia de mobilização nacional pela convocação da greve geral.

Ficou definido também a produção de jornal unificado para a ampla mobilização da sociedade. E ficou agendada nova reunião para organização da greve geral para o dia 07 de junho de 2017, às 10h na sede do DIEESE.

Agenda

– 06 a 23 de junho: Convocação de plenárias, assembleias e reuniões, em todo o Brasil, para a construção da GREVE GERAL.

– Dia 20 de junho: Esquenta greve geral com atos e panfletagens das centrais sindicais;

– 30 de junho: GREVE GERAL.

CGTB – Central Geral dos Trabalhadores do Brasil
CSB – Central dos Sindicatos Brasileiros
CSP Conlutas – Central Sindical e Popular
CTB – Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil
CUT – Central Única dos Trabalhares
Força Sindical
Intersindical – Central da Classe Trabalhadora
NCST – Nova Central Sindical de Trabalhadores
Pública – Central do Servidor
UGT – União Geral dos Trabalhadores

Compartilhe agora!

Comments are closed.