Assembleia define hoje greve nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná

educacao_greve_richaA APP-Sindicato realiza nesta quarta (12), às 8h30, no Paraná Clube Sede Social, em Curitiba, assembleia geral dos trabalhadores na educação básica com objetivo de aprovar greve, por tempo indeterminado, nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná a partir da próxima segunda-feira (17).

Sob o lema de “nenhum direito a menos”, os 100 mil educadores retomam o movimento iniciado em fevereiro de 2015, pois, embora tenham encerrado a greve depois de 44 dias, em junho do ano passado, a APP manteve-se em “estado de greve” em virtude de sucessivos calotes do governador Beto Richa (PSDB).

E não é que o tucano deu novo calote, isto é, roeu a corda do acordo que pôr fim à greve?

O governador quer revogar a lei 18.493 e a reposição da inflação deste ano na data-base em janeiro de 2017. A medida atinge, também, os demais servidores públicos que, ao todo, somam 200 mil em todo o estado.

Richa quer enganar os servidores paranaenses ao propor a “suspensão” da mensagem que tramita na Assembleia Legislativa. O correto seria ele “retirar” a dita cuja, coisa que não faz porque quer ganhar tempo para desmobilizar as categorias em greve.

Some-se à luta econômica do magistério e do funcionalismo em geral à crise política que o governador do PSDB enfrenta com as 200 escolas ocupadas pelos estudantes no estado. Eles são contrário à reforma do ensino médio e o desvio de recursos da educação que irrigaram a campanha de reeleição de Richa, segundo o Ministério Público.

Os servidores públicos e estudantes planejam durante a greve uma ampla campanha para coletar um milhão de assinaturas físicas — e outras duas milhões de assinaturas virtuais — para uma petição pelo impeachment do governador Beto Richa. A ideia é que seja um movimento plural e suprapartidário, com participação de igrejas, clubes de serviços, entidades da sociedade civil.

Ou seja, o bicho tucano, além de ave de rapina, é o próprio “Tinhoso”.

32 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Um professor de inteligência e visão medianas, deveria aquilatar a situação do Brasil todo, e particularmente de cada Estado.
    Fácil concluir que todas as unidades da federação sofrem o mal comum que é fruto da discrepância entre a receita e a despesa de cada um, mais as obrigações que lhes são impostas pela União através de convênios.
    Um governo anterior, o do RRequião, por exemplo, distribui mais de mil ônibus – os placas ARR, lembram-se, mas as prefeituras eram obrigadas a designar um motorista treinado, se responsabilizar pelo seguro e pelo consumo de combustível.
    Para se candidatar a núcleo habitacional – Minha Casa, Minha Vida, o prefeito doa terreno, terraplanado e o Estado se obriga a participar com o saneamento básico, água, esgoto, além da extensão da energia elétrica. Na realidade, a União entra com o financiamento da CEF lançando mão do FGTS.
    A greve anunciada tem caráter estritamente político partidário e é uma forma de a APP mostrar serviço, mesmo que prejudicando pais, alunos e provocando a antipatia dos primeiros para com os professores.

    • Pelo menos o Sr Parreiras sabe escrever. Só não entendi muito bem o que os projetos citados em sua missiva tem a ver com a discussão em pauta. Para vosso conhecimento a greve anunciada foi solicitada pelo Sr Governador Beto Richa a partir do momento que ele desobedece a legislação e falta com sua palavra. Sem contar que quem está fazendo “politicagem” é o referido senhor governador , que um dia após as eleições municipais e com seus correlegionários eleitos em vários municípios , enviou para seus ” assessores” na Alep uma “mensagem” ( acho bem apropriado este nome) alterando as “regras do jogo” em busca de mais um calote nos professores. Simples assim! O resto é ” mimimi”.

  2. Penso que o debate aqui deva ser democrático. Sendo assim, sou totalmente a favor à greve. Desonrar um compromisso assumido, na minha opinião, é o cúmulo da falta de ética. Ainda mais depois do acordo de reposição (não aumento) salarial ter sido conquistado à balas pós ‘massacre de 29 Abril’ do ano passado. Vamos lá!

  3. o dia que nossos governantes entrenderem a educação como prioridade, teremos uma nova sociedade. Os paises de primeiro mundo sairam do atoleiro investindo na educaçao. E não é so direitos dos trabalhadores mas sim organização do sistema educacional desse pais. Isso tem que mudar, o governo investe errado e pra terminar vem pessoas desinformadas opinar sem ter conhecimnto e acima de tudo educação. Acham que professor é saco de pancada de aluno e pais despreparados

  4. Sou a favor dos professores sim.
    Que tipo de homem faz acordos e volta atrás!!!

  5. SEM GREVE ESSE RICHA NÃO CUMPRE! A GREVE É DURA, EU VEJO ISSO! A APP É O ÚNICO APOIO QUE ELES TÊM, CALEM A BOCA, MULAS.
    QUEM ACHA FOLGADO, VAI DAR AULA! SEM REAJUSTE, SEM NADA! VAI! FAÇA FACULDADE, ESPECIALIZAÇÃO, CONCURSO, ESTUDE 300 HORAS A CADA DOIS ANOS PARA TER DIREITO ÀS PROGRESSÕES! AH, E NÃO ESQUEÇAM: DEEM AULAS PARA 40 ALUNOS, CUMPRAM O CONTEÚDO, PASSEM OS FINS DE SEMANA CORRIGINDO PROVAS! BANDO DE JUDAS! FICAM DO LADO DO TRAIDOR DO POVO!

  6. Indignada, esse ódio dos professores é tão grande, logo não terão mais professores.
    Eles não sabem o que é perda salarial, nada. Estão cegos, zumbis. Levam pancada do Richa e pedem mais. E esquecem que professor é servidor, cidadão, têm filhos e paga imposto.

    • Me desculpe, mas isso não é verdade, os professores tem todo direito do mundo de ter ódio e de ir fazer greve! Em primeiro lugar quase todo mês tem atraso de salário e acho que os alunos deveriam ir para greve junto pois por exemplo as merendasuas escolares vem todo dia a mesma coisa pq? Porque o governo não está mandando.
      Pense nessas coisas para dps falar mal dos professores tá bom lindinha (o) 😉

  7. Gente BURRRRRA!! Apoiadores de coxinhas!! Professor é o saco de pancada de filhos sem educação que a sociedade desova nas escolas públicas transferindo a obrigação dos pais. Deveriam ganhar salário igual de político corrupto e inútil!! Vocês são cegos e alienaaaados!! Nem acredito que existem seres tão desinformados como vocês… Jesus!! Por isso elegem esses ditadores!!

  8. A muito tempo alguns professores perderam a credibilidade. Chega de greve politica. Pais busquem os direitos dos alunos. O direito de alguns vai ate quando nao atingem o direito do outros.

  9. Se fosse governo ligado ao PT, garanto que não seria assim! A App ia recuar, mas o sindicato só quer desgaste político, são hipocritamente demagogia, usam discurso de qualidade, mas querem apenas ganhos salariais!

    • O OUTRO GOVERNO ERA PMDB, NÃO FOI NECESSÁRIA GREVE, VOCÊ LEMBRA? HAVIA NEGOCIAÇÃO COM O REQUIÃO! SEMPRE!

      • Negociação coisa nenhuma. Havia sim, um murro na mesa,
        Governador da Educação não manda agricultor enfiar faixa no rabo nem pergunta para uma operária se trai o marido. Educação não é apenas marca presença numa escola.

  10. Chega de greve! Busquem outros meios! Depois ainda querem apoio!

  11. Porque não aguardaram reunião do dia 19? Espero que a Seed faça justiça com os professores que não vão aderir, que cá entre nós, passa de 70%. Não pensam nos alunos mesmo!

  12. Cortem os salários! Não pensam nos alunos!

  13. Maria B aumento??? isso nem existe no nosso país, pede se reposiçao dde 1 ano atras. 60 dias de férias??? onde? qd?? Desinformada e revoltada

  14. PRA QUE AUMENTO PRA PROFESSOR???
    ELES TEM 60 DIAS DE FÉRIAS E TODO ANO ELES ENTRAM EM GREVE DE MAIS DE 30 DIAS E NÃO QUEREM QUE DESCONTAM OS DIAS….ISSO NÃO É AUMENTO DE SALÁRIO????

    • Nossa Maria, você está atrasada, 60 dias de férias como, enlouqueceu? Mudou tudo.
      E não é aumento, são perdas salariais,
      E É PRA PROFESSOR SIM ,PQ? JÁ VIU PROFISSÃO SEM PROFESSOR? E OLHA QUE NINGUÉM QUER SER MAIS!

    • Não seja ignorante, não é aumento de salário, é mandar dinheiro para os Colégios Estaduais, que estão dependendo de si mesmo para pagar as dívidas. Já faz mais de um ano que rolou a outra greve e ele deixou de entregar mais de 600.000.000 (600 milhões) de reais para as escolas estaduais.

    • Sou professor, tenho formação superior e especialização, trabalho até 10 horas por dia na escola e pelo menos mais 3 em casa corrigindo provas, preparando aulas, trabalho em escola de periferia, onde a Segurança Pública não chega, mesmo sendo direito de todos o acesso a ela e alimentamos muitas vezes fubar na água como merenda escolar, tenho até 50 aulos em sala no Ensino Médio e quase nunca tenho direito a uma cota de xerox, compro giz muitas vezes com o meu dinheiro, pois, a instituição muitas vezes não o tem, além de em muitos casos temos que procurar ongs e igrejas para pedir pelo amor de Deus cestas básicas para a família de alunos que estão passando fome. Essa é nossa realidade em escola pública de periferia.

  15. COORDENADOR REGIONAL , QUE CARGO É ESSE NO GOVERNO DO ESTADO. COORDENADOR DE QUE? QUE FAZ? QUANTOS COORDENADORES REGIONAIS TEM NO PARANÁ? PARECE QUE É UM CARGO SOMENTE PARA FAZER POLÍTICA EM TEMPO INTEGRAL? QUEM SÃO OS COORDENADORES? QUANTO GANHAM, PARECE QUE OS VENCIMENTOS SÃO EQUIPARADOS SECRETÁRIOS DE ESTADO, MAIS DESPESAS DE VIAGENS, DIÁRIAS? ENTÃO O PARANÁ TEM DINHEIRO? NA HORA DE ACERTAR COM OS PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, NÃO TEM. PARA ONDE ESTÁ INDO TODA A ARRECADAÇÃO DO PARANÁ, QUE NÃO É POUCA? É O IPVA E TAXAS DE ÁGUA E ENERGIA MAIS CARO DO PAÍS. E, ESTAS PROPAGANDAS DA SANEPAR E COPEL DE PÁGINAS INTEIRAS EM JORNAIS E, EM TODAS AS RÁDIOS DO ESTADO? O PARANÁ TEM GOVERNADOR ELEITO? OU ESTÁ SENDO GOVERNADO PELO FORASTEIRO, SECRETÁRIO DA FAZENDA, QUE DÁ UMA DESPESA FAMILIAR DE MAIS DE DUZENTOS MIL REAIS MENSAL PARA OS COFRES PAGOS PELO POVO.

  16. vai transmitir ao vivo ???