Waldir Maranhão anula criação de CPI da UNE

carina_feliciano_cunhaO presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), anulou (8) a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar suposta irregularidade em uso de dinheiro público pela União Nacional dos Estudantes (UNE).

A CPI foi criada no dia 4 de maio pouco pelo ex-presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pouco antes do seu afastamento, atendendo a um requerimento de autoria do deputado Marco Feliciano (PSC-SP). No requerimento, Feliciano citou reportagens que apontam supostas irregularidades em convênios entre o governo federal e a entidade entre os anos de 2011 e 2014.

Entre os objetos de investigação presentes no requerimento estava o recebimento de R$ 44,6 milhões pela entidade. O montante foi repassado para a UNE como indenização por sua sede, na Praia do Flamengo, no Rio de Janeiro, ter sido queimada pela Ditadura Militar em 1964 e o terreno ter sido entregue a terceiros.

Para anular o requerimento, Waldir Maranhão atendeu a uma questão de ordem formulada pelos deputados Orlando Silva (PCdoB-SP) e Erika Kokay (PT-DF) que argumentaram não haver fato determinado que justificasse a criação de uma CPI. “Com efeito, o destino que pessoas privadas conferem aos bens ou recursos que recebam do Poder Público a título e indenização por danos sofridos não podem ser objeto de inquirição por parte deste mesmo Poder Público, de modo que o interesse público não se revela presente”, disse o presidente interino na decisão.

STF

Ontem (7), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, já havia negado o pedido de um grupo de parlamentares do PSDB, PTB e PSC para garantir a instalação da CPI. Na decisão, o ministro entendeu que a questão deve ser resolvida politicamente pela Câmara.

“Não cabe qualquer intervenção deste tribunal para acelerar os trabalhos parlamentares, visto que se trata de matéria submetida a critérios de ordenação dos trabalhos parlamentares, os quais, a toda a evidência, não se submetem ao crivo jurisdicional.”

da Agência Brasil

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. It’s appropriate time to make a few plans for the longer term and it’s
    time to be happy. I have read this put up and if I
    could I wish to suggest you few attention-grabbing things or suggestions.
    Perhaps you can write subsequent articles regarding this article.
    I wish to learn even more issues approximately it! http://bing.co.uk

  2. Esse tal de Maranhão cachaceiro já está no fim da linha. O próximo presidente que entrar, desengaveta a CPI. Chega de PT, PSOL e PCdoB ficarem aliciando nossos jovens nas escolas.

  3. Vergonha nacional, esta CPI já deveria ter sido instaurada, está na hora de desmascarar essa quadrilha que usa a UNE (outrora uma entidade decente e guerreira pelo direito dos estudantes) para fins politiqueiros, usam a UNE para desviar recursos públicos.

    A UNE NÃO NASCEU PARA SERVIR UM PARTIDO POLÍTICO, ELA NASCEU PARA SERVIR A CATEGORIA DOS ESTUDANTES!!!!

  4. Não essa UNE pelega, mercenária.
    E CPI nenhuma colocaria a nú, as traquinagens da UNE petista. Ela que se cuide com Lava Jato.

    • Os únicos que não se preocupam com a Lava Jato é a turma do Temer e do Aécio. Esses têm proteção especial, principalmente o PSDB já que na Lava Jato só tem tucano. E a reafirmo: a UNE fez muito mais pelo Brasil que o pastor da chapinha e a patota da Lava Jato. Aliás, os maiores bandidos que foram pegos na Lava Jato já estão em suas deliciosas casas com as insignificantes tornozeleiras. Viva a UNE!!!

  5. A UNE fez mais pelo Brasil do que um milhão de Marcos Feliciano, o pastor da chapinha, da sobrancelha depilada e, pior, da turma de Cunha e Temer.

  6. Cunha e Feliciano só fizeram isso porque precisava fazer prisão em cima do partido dos trabalhadores é seus aliados para desviar as atenções e por outro lado a raiva que eles tem do PT e aliados