Deputado João Arruda, sobrinho de Requião, tira sarro do PCdoB ao anunciar apoio do PMDB a candidato do DEM

joao_orlandoO deputado federal João Arruda fez uma graça, pelo Twitter, ao anunciar apoio do PMDB ao candidato Marcelo Puppi, do DEM, no município de Campo Largo, na região Metropolitana de Curitiba.

“Em Campo Largo, vamos seguir a orientação do comunista Orlando Silva na câmara, e vamos apoiar o DEM de Marcelo Puppi“, tuitou o sobrinho dileto do senador Roberto Requião que é secretário-geral do PMDB.

João arruda se refere às articulações do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) que resultaram, semana passada, na eleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para presidir a Câmara.

Em tempo: a primeira filiação partidária do sobrinho de Requião, no início dos anos 2000, foi justamente no PCdoB.

18 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to mention I am just beginner to blogs and definitely loved your web-site. Most likely I’m want to bookmark your site . You amazingly have wonderful articles. Many thanks for sharing your blog site.

  2. Depois de apoiar o golpe, João Arruda não tem moral para sarrar mais ninguém.

    Esse caiu longe da árvore!!!!!

  3. o Petê está infiltrado em todos os lugares (pior que POKÉMON). Olhem com atenção! O PT deseja profundamente te enganar…
    Veja apenas o exemplo de Ciro Gomes: estranho e muito contraditório — confuso (ou faz de propósito); fala mal de Lula a toda hora; mas defende PT sutilmente; critica Moro; mas valoriza em entrevistas o governo correto e sem corrupção; procura parecer totalmente distante de PT; mas defende Dilma com dentes e unhas. Xinga com palavrão Lula (está em variados vídeos no YouTube); mas puxa-saco do PT. Ciro não cheira nem fede.

    E Dilma está é aqui: Um produto a ser vendido e consumido. Apenas isso. E haja publicidade! Veja. Eis:
    “não há marketing ou propaganda capaz de ESCONDER a grave realidade do Brasil”
    ¡HÁ SIM! Claro que há! Eis:
    DANONINHO, PT, LULA, DILMA, PSEUDO-INTELECTUAL:
    O PT ainda continua perfeitamente astuto e sutil, quase invisível em seu ilusionismo. Pratica qualquer NARRATIVA para estar no poder. Narrativas publicitárias que USURPAM o pensamento, mentes e trás medo. Vigilância e controle ideológico. Dentro das Universidades, nas ruas, botons, autoadesivos, blogs espertalhões, artistas puxa-sacos, discursos manipuladores, «lavagem cerebral».

    “””Golpe”””, com toda certeza, é um clichê publicitário, é frase-pronta, imagem estereotipada e montada a priori (nessa altura, provavelmente, recomendada por algum marqueteiro, tal qual João Santana. Semelhante a ele. Senão, ele próprio): frases clichês tais quais: “Danoninho vale por um bifinho”.

    =======================================================
    Mia, bebe leite, tudo indica que é um gato; mas o PT afirma: é um cão.
    =======================================================

    • Outro raivoso com panca de pregador.
      Essa obsessão lhe turva a mente. Não seria hora de buscar ajuda médica?

      • Jair e Cachorrinho do Forró

        ¡AMO! O PT.
        CASAREI, certamente!

        Prometo estar contigo na alegria e na tristeza PeTê, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, amando-te, respeitando-te e sendo-te fiel minha ilibada Mãe & meu amado CHEFE, eu PCdoB; eu de Universidade; eu o picareta-mór; eu PSOL; eu João💰 Santana preso pelo MORO; eu que sofri a Lavagem-Cerebral do PT;
        eu ANA JÚLIA, 🦂 de 16 anos, — veneno de PT; eu artista da Lei Rouanet;
        eu o TAQUARA Buarque RACHADA; eu Coração-Valente [e que VALENTIA!];

        eu ATRIZINHA de TEATRO, e eu ISENTÃO em todos os dias de minha vida,

        até que a morte nos separe.”

    • tomou veneno com pinga, ou foi água do vaso mesmo?

  4. Votou pelo golpe e vem tirar sarro. Qual a autoridade moral desse deputado? Infelizmente votei numa candidata que votou pelo golpe. Ela caçou o meu voto, pois votei em Dilma. Eu jamais votarei nela ou em deputado, senador ou quem quer que seja que apoiou o golpe.

  5. Acompanho Requião desde que foi prefeito em Curitiba nos meados dos anos 80 sempre votei nele e continuarei votando pois confio nele já nesse seu sobrinho não votei ainda mas acredito pelas suas últimas atitudes inclusive a de golpista nunca terá o meu voto.

  6. Esse joão arruda parece que não tá contente com a derrota na Câmara do candidato do cunha. Não sei se é um dos 250 financiados por ele, mas sei que é um dos muitos com problemas na Justiça (uma condenação por homicídio culposo. Sempre votei no Requião, mas dispenso esse seu “querido” sobrinho.

  7. Pra ver como são as coisas no meio político um dia estão de matando se chingando falando mal das famílias e no outro estão se abraçados almoçando e trocando figurinhas. Por isso dou mais valor aos animais no que está corja que só quer o poder para usar a favor próprio.

  8. Cada um que carregue sua cruz. Enquanto o Blogueiro Fábio Campana trabalha descaradamente pra promover TODA a família Barros este se deleita em publicar todo e qualquer movimento da familia Requião. Que coisa mais repugnante! !! Mas cada um faz o que pode em tempos de vacas magras, sem Itaipu, sem André Vargas, etc etc.

  9. Mais quê!!
    Requiao acabou com o Marcelo Puppi.
    Que presente de grego.

  10. jão arruda não tem moral nenhuma para criticar ninguém depois que ele também apoiou o golpe não merece nenhuma consideração.

  11. A única coisa que o deputado fez de bom foi ter votado a favor do impeachment da sumidade da Dilma. O resto faz parte do perfil do político brasileiro. Dançam conforme a música toca e a conveniência pessoal do momento. Pensam em preservar os gordos salários, vantagens e mordomias. A ideologia, o país e o povo que se lixem.

  12. João Arruda tem que lavar a boca pra falar do PCdoB. Ele é um golpista! E seu voto peli impedimento da presidenta Dilma ficará na historia. E um Playboy

  13. Quem é o Arruda que apoiou o golpe do impeachment no dia 17; têm cara ainda de zoar alguém, embora ache ridículo essas coligações.