Richa põe em risco vestibular de alunos de escolas públicas no Paraná

massacre_richaA APP-Sindicato denunciou nesta terça-feira (28) que o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está proibindo os alundos da rede pública de terem acesso a conteúdos de vestibular. Com isso, eles concorrerão a uma vaga no ensino superior em condições de desigualdade com alunos escolas privadas.

Assembleia da categoria ocorrida no sábado (25) aprovou por unanimidade estado de greve cuja paralisação será deflagrada em 30 de agosto.

De acordo com a denúncia dos educadores, o tucano resolveu descontar a paralisação ocorrida no último dia 29 de abril — quando completou um ano do massacre de 213 pessoas, em Curitiba — para lembrar a violência da PM.

A APP defendia a reposição das aulas, garantindo o acesso dos estudantes aos conteúdos previstos nos currículos e nos vestibulares.

“Para além do prejuízo financeiro e na carreira dos educadores, tem o prejuízo aos estudantes, pois os 200 dias letivos previstos em lei não serão cumpridos já que o dia foi descontado”, afirma o presidente da entidade, professor Hermes Leão.

“Não é só por uma falta. São mais de 300 milhões que o governo nos deve em salários, além de problemas sérios de infraestrutura nas escolas”, ressaltou o presidente da APP.

A Lei de diretrizes e Bases da Educação (9394/96), em seu artigo 24, estabelece a carga horária mínima de 800 horas distribuídas em 200 dias letivos durante o ano letivo.

Quando o Estado resolve descontar o dia de paralisação ao invés de proporcionar aos estudantes a reposição do dia letivo ele deixa de cumprir a legislação federal.

Com informações da APP-Sindicato.

59 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. kkkkkk

    E dês de quando uma pessoa sem vínculo político algum iria usar o seu tempo para ficar difamando os professores do paraná em um blog de notícias?

    Existem várias possibilidades, a primeira é que ele pode realmente ser um comissionado lambe lambe do betinho, outra é que ele pode ser um professor frustrado que não conseguiu nada na vida e usa o seu tempo livre para difamar sua própria categoria.

  2. Quem te conhece, que te compre!!!!
    Como professor estou defendendo a minha classe (não defendo nenhum partido, porque sei que todos são corruptos em maior ou menor grau), agora, você usa a forma mais suja de fazer política, bate e esconde a mão, ou seja, defende o governo difamando os professores. Em outras palavras: o culpa pela desgraça da educação paranaense não tem nada haver com o governo, é inteiramente dos professores.
    Meu amigo, existem bons e maus professores, como qualquer profissão (médicos, engenheiros, militares, sacerdotes, arquitetos, entre outras). Agora, posso lhe garantir que a grande maioria está comprometida com a educação, se uma minoria for utilizada de forma generalizada como exemplo, a injustiça e a mentira prevalecerá, na mais nobre de todas as profissões.

  3. Se observar bem, mas bem mesmo, perceberá, sem muito esforço, que não defendo ninguém.

    Exponho minhas opiniões uma vez que, dizem, vivemos num país livre e democrático onde são permitidos pensamentos e comentários distintos. E até onde sei este blog é aberto a manifestações, mesmo que contrárias a política de defender o governo do PT e fazer oposição ao governo do Paraná aliado as ideias do Requião.

    Anjos não existem em nenhum dos lados.

  4. Conheço muito bem esse meio. Sei como funcionam as folguinhas, os atestados médicos pra justificar faltas nos dias anteriores e posteriores a feriados. Os protecionismos, os jeitinhos, as chantagens, as negociatas, o toma lá da cá.

    As panelinhas na APP e nos NREs.

    E outra, os que criticam agora são os mesmos que se uniram e ajudaram a colocar o Richa no Palácio Iguaçu.

    • Se um professor faltar ao trabalho, ele faz diferença, afinal, 10 salas superlotadas ficarão abandonadas, centenas de alunos sem aula (o professor TRABALHA e faz diferença). Agora, comissionados como você, não fazem diferença nenhuma, afinal, tem com principal função, defender esse desgoverno nas redes sociais. Como é triste ter que defender o pior governador da História do Paraná, para justificar o emprego. Professores que tem direito as progressões entraram no magistério pela porta da frente, através de concurso público, já os comissionados pela porta dos fundos, por indicação (alguns, seu caso como posso observar, têm com principal função bajular o governador/cabos eleitorais pagos com dinheiro público).

  5. Exatamente! A nota da avaliação é sempre 10 (DEZ) pois o que avalia hoje é o avaliado de amanhã pelo avaliado de hoje.

    Confuso não é?

    Explico. Não tem avaliação ruim e a banda segue tocando a mesma modinha com professor escrevendo “umiliados” e recebendo 10 (DEZ). Se alguém tem dúvida é só voltar nos comentários.

    Uma curiosidade. Certa vez questionei os erros na escrita de uma professora de história. Pasmem com a resposta: – Sou professora de história não de português!

    E aí?

    • Meu amigo, se o professor tiver uma única falta durante os 2 anos da avaliação, ele não pode ter avaliação 10 (dez), a referência de desempenho já está perdida, independentemente da avaliação do diretor e dos pedagogos. As outras duas referências depende de horas de formação, não estão vinculadas a avaliação de desempenho.
      Apartidário, ou melhor, partidário do Palácio Iguaçu, quando a função é o desmerecimento a qualquer custo, a verdade não tem importância!

    • Bajulador profissional, seu patrão, o qual é o governador que tem a pior avaliação entre os 26 estados federados e o Distrito Federal, foi citado pelo MP na operação Publicado e teve vergonhosamente seu governo envolvido na operação Quadro Negro, NÃO PAGOU AS PROGRESSÕES DOS PROFESSORES! Diante do desrespeito a LEI, afinal, as progressões são DIREITOS garantidos pela Constituição do Paraná, você tenta desmerecer as mesmas com mentiras: a avaliação é sempre 10 (DEZ). Isso não é verdade, e você hipócrita sabe disso!

  6. Ô Esmael não seja ridículo… você está apelando.

  7. Professor, como qualquer trabalhador, pra merecer promoção tem que passar por avaliação.

    Na avaliação de professores do serviço público a nota da avaliação é sempre a máxima, independentemente do desempenho do profissional.

    Quando se pergunta a um avaliador do por que disso, a resposta é, se não avaliar todos com a nota máxima eles entram com processo.

    Resumindo, é tudo faz de conta só pra formalizar o processo.

    Vão estudar e trabalhar moçada!

    • Negativo!!!!!!!!!!!
      Se o professor tiver uma única falta, perde a referência do desempenho profissional, as outras duas referências só ocorrem se o professor tiver no mínimo 200 horas de formação, ou seja, a cada dois anos, o professor paranaense pode avançar três casas no seu plano de carreia, uma casa por desempenho, as outras duas por formação.
      A referência do desempenho depende da assiduidade e a avaliação que ele recebe do diretor e dos pedagogos da escola.

  8. As vezes eu acho que os cabeças da nossa esquerda estão sendo manipulados, ameaçados ou pagos para ficarem quietos, ou a pancada foi muito forte e eles estão se organizando para voltar com força?

  9. Existe o professor e existe o grevessor da APT sindicato. O Grevessor é um indivíduo infiltrado que só mata aulas e adora greves, conta piada em sala de aula, passa todo mundo sem dar aula. É um atraso. APT sindicato acabando com a educação e formando grevessores.

  10. Incrível a quantidade de “professores” e “juízes” existentes. Todos com sua “verdade” mais que absoluta. No dia da guerra, os dois lados cometeram erros, mas o que importa é apontar o culpado. Triste povo…..

    • Edson Luiz,
      as “verdades absolutas” dos professores, são completamente diferentes das “verdades” dos juízes, afinal, os educadores não recebem os mesmos benefícios, com por exemplo auxílio-moradia, muito menos, os mesmos salários, são mundos completamente diferentes, apesar de possuírem o mesmo grau de instrução, em muitos casos. Em relação aos erros cometidos no fatídico dia 29, os professores foram recebidos num cenário Hollywoodiano, com helicóptero, spray de pimenta, bombas de gás lacrimogêneo, milhares de soldados, numa verdadeira operação de guerra, (nem na Guerra do Contestado tantos militares foram utilizados). Edson, professor não é bandido, é um educador e merece respeito, além disso, nas cenas gravadas vimos pessoas imobilizadas sem nenhuma reação apanhando violentamente com cassetete, policiais manchados de tinta simulando sangue, funcionários no Palácio Iguaçu “vibrando de alegria” diante da brutalidade sofrida pelos professores.

      • Uma pena você não ter entendido o que escrevi, enfim, assim caminha a humanidade.

        • A humanidade caminha assim: professor sendo comparado com juiz, e tendo sua parcela de culpa por ser tratado com violência por um governo corrupto e incompetente.
          Me desculpe por não ser tão inteligente ao ponto de entender o seu GENIAL raciocínio!!!!!!!!!!!

  11. Perdão: os professores TÊM

  12. Se a educação pública não atende as expectativas da população, deve ser tratada com mais respeito e carinho. Meu amigo, não é através do desmerecimento que a situação vai melhorar. Quando um governo não cumpre a Lei, deixando de pagar as progressões que os professores tem DIREITO ou deixa os espaços físicos das escolas chegarem nas condições que estão, tem sua parcela de culpa. Defender um governo que responde por operações como QUADRO NEGRO E PUBLICANO é sinal de ignorância.

  13. Muito simples a questão dos 200 dias, diminui do recesso de julho uma vez que não é obrigação garantir isso.
    O contrato dos professores é de 40 horas relógio e só cumprem 50 minutos.
    Se esse dia fosse tão importante no ano passado as aulas teriam reposições de conteúdos apenas?

  14. É meus caros, não estão com essa bola toda pra reivindicar mais benefícios. Falta avaliação. Se um professor escreve “umiliar” (humilhar) o que esperar da educação pública?

  15. Tem professor que está em estado de greve o ano inteiro, aulas medíocres, pegam atestado no público mas não faltam nunca no particular, os índices são indecentes, faltam religiosamente 3 dias ou mais por mês, assumem mais 20 horas extraordinárias para em seguida entrarem de licença e ficarem mamando o ano inteiro; melhoram milagrosamente no final do ano para novamente aplicarem o golpe…não cumprem o horário(observem que no turno noturno eles sempre saem antes das 23 horas porém assinam o ponto como se trabalhassem até as 23…é um festival de mediocridades..não acreditam?Venham assistir as aulas destes mestres, façam o controle social da escola pública e verão como anda o trabalho…obs não sou da SEDU nem comissionado, sou Prof e concursado; conheço bem meu time e não me orgulho dissso

  16. Vamos ser sinceros hein….. até que as balas de borracha foram merecidas!
    Não tão satisfeitos? Procurem outro emprego! Não conseguem? Se capacitem!
    Simples…..

  17. UNBELIEVABLE, CONSEGUE FICAR CADA VEZ PIOR.

    NÃO VEM NADA DE BOM, SÓ DECISÃO DESFAVORÁVEL AOS SERVIDORES, EM ESPECIAL, AOS QUE ENSINAM.

    É O CHOQUE DE GESTÃO É UMA PIADA UM ENGODO.

    E TENHO QUE CONFESSAR VOTEI NESSE INDIVIDUO. QUE ARREPENDIMENTO! ACHO QUE NÃO ESTOU SOZINHO NESSA.

  18. Então aguarde, vc vai parar de mamar aí,vou até ai mostrar quem vc é. Eu estava quieto mas vc provocou, vai ter o que merece

  19. Queria levar o inepto “Apartidário” ( leia-se Tenda Digital ) para ficar um dia em minha escola, que ele iria respeitar o honrado magistério paranaense. A começar pelos professores que o alfabetizaram.

  20. Nem vem! Já sou comprometido e minha praia é outra.

  21. Agora todos sabem aonde vc está, quer que eu de seu nome?

  22. Nossa! Agora deu medo …

  23. Na sedu vou te buscar

  24. Sei aonde vc está. Na seus, vou te buscar

  25. “umiliados”? Professor?

  26. Apartidário vc é um pangaré.quem te ensinou a escrever , foi um professor, então escreva coisas boas não besteira. Temos um governo ditador se a categoria dos professores não se manifestar serão umiliados novamente, então senhor apartidário vai lamber sabão.

  27. Faltou ao trabalho sem a devida justificativa prevista em lei as horas ou dias não trabalhados devem ser descontados. É assim em qualquer empresa. Por que seria diferente a professores?

    Já fazem feriado por conta dos “cavalos” do Álvaro Dias, agora querem mais um em razão do “massacre” do Beto Richa.

    Fora o dia do professor, as emendas de feriados, férias de inverno e de verão, aposentadoria integral com 25 de serviço, licença prêmio remunerada de três meses a cada cinco anos, licença sem vencimento de dois anos, vale transporte, entre outros benefícios que o trabalhador comum não tem.

    Ano passado ficaram noventa dias em greve com o faz de conta da reposição das aulas perdidas (perdidas para sempre). Tudo orquestrado pelos pelegos da APP, CUT, PT, e mais algumas instituições na linha de tumultuar sempre pressionando pra barganhar. Sempre naquela antiga imbecil “se hay gobierno soy contra” e a população que se vire.

    Só pensam em si. Resolvendo suas reivindicações salariais o restante das categorias, os alunos e a sociedade que se lixem.

    Os trabalhadores comuns, regidos pela CLT, quando não satisfeitos com o emprego ou salário, pedem demissão e procuram outra colocação melhor.

    • Se vc é um subserviente não queira estabelecer isso para nós professores e funcionários. Se não luta pelas suas causas não venha atrapalhar com argumentos vazios de quem não conhece a história de luta da classe trabalhadora que tem direitos, luta por eles e com eles. Se acha que este desgoverno reich, enrolado até o pescoço com os primos “distantes”, merece sua consideração tudo bem mas guarde pra ti, pronto. Não faz parte da luta não entende e é mal informado. Sabemos muito bem quem és, um belo lambe botas.

    • Os trabalhadores comuns pedem demissão e procuram outra colocação melhor…E os puxa-saco que não conseguem passar em concurso público…anh…ficam postando besteiras para não perderem o cargo, néééé Mané.

    • Fácil falar, amigo ? Vem dar aulas garanto que vc não dura uma semana !!

    • Vou te buscar aí na sedu

    • Tua mãe só pode ter uma carreira de tetas, para você desse jeito.

    • Medianeira, parece bem orquestradinha sua fala, mas um erro crucial é que não estamos tratando de empresa privada e sim de serviço público. Não paramos atoa e sim para melhorar as condições de trabalho e garantir direitos, algo básico em qualquer relação, vc deve entender bem isso.
      Quando vc passar num concurso e ver sua carreira, as condições de trabalho e de melhor atender o público se DETERIORANDO talvez entenderá, se passar.
      De qualquer forma de “cavalos” e “massacres” vamos tocando em frente, mesmo com descontos, prejuízos e de gente com opinião que nem a sua, que na minha opinião devem estar a serviço de alguém, um mero pau mandado, que aprendeu a ler e escrever graças a quem mesmo. Até nunca mais apartidario do nada.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkk
      Pedem demissão?
      Então na Ford, Volvo, Renault etc. nunca fizeram uma greve se quer. Quanta gente imbecil nesse Brasil.

    • vc saiu de escola particular, não é? consigo observar pela sua maneira de escrever, desdenhando das lutas das minorias. fique um dia em uma sala de aula, de escola pública, com salário público e sendo covardemente assediado pelo governo. se aguentar esse dia, sem reclamar da garganta, da falta de material, ou qualquer outra coisa, aí sim poderá colocar suas palavras de discórdia em rede social.

    • Poxa, então o “apartidário” caçou o direito de greve?

    • borra botas típico.

    • Carguinho comissionado, vai fazer um concurso, trabalhar o dia todo, fazer horas de cursos, não faltar nenhum dia, pra avançar na carreira, e não receber seu aumento, porque o Playbeto tá com raivinha!!! Vai você, trabalhar anos com 40 alunos em sala e não tirar suas licenças vencidas, que só qacumulam, pq de novo o Playbeto não deixa. Ou seja, na teoria seria tudo lindo se o seu desgoverno pagasse oq deve só isso!!!

    • Carguinho comissionado, vai fazer um concurso, trabalhar o dia todo, fazer horas de cursos, não faltar nenhum dia, pra avançar na carreira, e não receber seu aumento, porque o Playbeto tá com raivinha!!! Vai você, trabalhar anos e não tirar suas licenças vencidas, que só acumulam, pq de novo o Playbeto não deixa. Ou seja, na teoria seria tudo lindo se o seu desgoverno pagasse oq deve só isso!!!

    • Vou te responder com a tua frase: “Faltou ao trabalho sem a devida justificativa prevista em lei “. Nós temos justificativa, você deve ser um daqueles que abandona o filho na escola para os professores cuidar. Você deve saber que as escolas estão caindo aos pedaços, a qualquer hora pode cair em cima de um parente seu. A já sei você não se importa pelo teu escrito deve ser muito egoísta. Mais uma coisa, só consegui escrever aquele texto porque algum professor ficou olhando para tua cara de incompetente. Faço greve e não é qualquer um que diz o tenho que fazer.

    • Esse texto do tal Apartidário foi encomendado pelo governo. Deve ser algum cargo comissionado do setor de comunicação.Ou até de algum dono de blog pagobpelo governador lixo… Evidente que não foi um cidadão comum que escreveu isso. Ah, defendendo o trabalhador???? Kkkk só está usando ele como referência para fazer graça. Se está ao lado do Beto Richa é pq não gosta de nenhum trabalhador, seja do setor público ou privado. Palhaço!!!

    • O Apartidário Kkkk…. Professor Pasquale dando uma canja por aqui!??? Até que você ‘manja’ um pouquinho de ortografia e usa os pontinhos razoavelmente. Mas iria passar fome se precisasse fazer revisão textual para sobreviver. Ainda precisa melhorar na utilização das vírgulas, na escolha de preposições (“diferente a professores?”…. Que colocação sem sentido!!!), na repetição (o advérbio ‘sempre’, por exemplo). Também faltaram pontos de exclamação e de interrogação para dar mais vida ao texto, que ficou monótono, cansativo. Enfim, corrigir ortografia é a parte mais fácil, qualquer corretor ortográfico o faz. ‘Tenho preguiça de gente’ que só porque escreve ‘mais ou menos’ / ‘para o gasto’ acha que pode sair por aí corrigindo errinhos fáceis. 🙏

    • Todo trabalhador tem o direito de greve garantido por lei, e nenhuma outra categoria é obrigado a repor as horas parada, voce já viu motorista, cobrador, metalúrgico repondo hora depois da greve? Realmente com professor é diferente pois maior que a luta pelo nossos direitos é a nossa responsabilidades com educação de filhos que pais que nem sempre dão a devida importância formação de suas crianças