Por Esmael Morais

Professores reavivam movimento “Fora Beto Richa”; assista ao vídeo

Publicado em 14/02/2016

As manifestações foram organizadas pelo Sindicato dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa (Sinduepg) e pelo Núcleo Sindical de Ponta Grossa (APP-Sindicato). Em resposta aos protestos, Richa disse que tudo foi articulado pelo PT, novo mantra do tucano para se esquivar de cobranças públicas.

“Isso é coisa do sindicato petista que quer bagunçar o jogo”, acusou o governador.

A professora Séfora Regiane Ferreira ficou indignada por ser impedida de chegar perto do governador. “Nós gostaríamos de estar mais perto do governador, mas fomos proibidos por que estamos nos manifestando contra o governo. Nós queremos lembrar o massacre do dia 29 de abril e pedir para que o governador não assalte mais a previdência dos servidores”, disse.

Segundo a professora Selma Dutski, o protesto se estende a todos que apoiam Beto Richa. “Todos aqueles que apoiam esse governador tem nosso repúdio, como prefeito de Ponta Grossa, o deputado Plauto, o  deputado Sandro e todos os que votam contra a educação”, destacou.

Com informações do Blog da Mareli Martins, de Ponta Grossa.