Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Kassab vem ao Paraná nesta segunda-feira para filiar Ratinho Junior no PSD

Ratinho Júnior estaria desconfortável no PSC pelo caráter religioso do partido nacional. Some-se a isso, o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU) estaria de olho no tempo de TV do novo partido. Migração para o PSD antecipa briga por 2018 com a vice Cida Borghetti [leia-se Ricardo Barros].

Ratinho Júnior estaria desconfortável no PSC pelo caráter religioso do partido nacional. Some-se a isso, o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU) estaria de olho no tempo de TV do novo partido. Migração para o PSD antecipa briga por 2018 com a vice Cida Borghetti [leia-se Ricardo Barros].

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, desembarca em Curitiba na próxima segunda-feira (29) com a missão de filiar Ratinho Junior no PSD.

O titular da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU) é deputado estadual licenciado do PSC.

Segundo fontes no Palácio Iguaçu, até terceira ordem, Ratinho migrará para o PSD dentro da “janela da infidelidade” para não perder o mandato.

Além disso, Ratinho Júnior estaria desconfortável no PSC pelo caráter religioso do partido nacional. Some-se a isso, o rapaz estaria de olho no tempo de TV do novo partido.

No último dia 8 de fevereiro, o Blog do Esmael registrou que o megaempresário Joel Malucelli, um dos capitães do PSD no Paraná, esteve com Ratinho Júnior com o intuito de convencer o suplente de Alvaro Dias (PV) a concorrer à Prefeitura de Curitiba. Pelo jeito, a conversa evoluiu e mudou de rumo…

O jornalista Ivan Santos, no blog Política em Debate, também abordou o troca-troca partidário nesta semana. Ele foi um dos primeiros a falar sobre a possibilidade de Ratinho Junior se transferir para o PSD de Kassab.

Segundo “Orelha Seca” do Blog do Esmael na Assembleia Legislativa, pelo novo arranjo, alguns parlamentares ainda permaneceriam no PSC para “segurar” o partido visando 2018.

A troca de partido de Ratinho Junior antecipa a briga com a família Barros, que sonha emplacar  em 2018 a atual vice-governadora Cida Borghetti (sem partido) na cadeira do governador Beto Richa (PSDB).

Comentários desativados.