Beto Richa foge de homenagem para não ser vaiado em Campo Mourão

trofeucm

Na solenidade em Campo Mourão, na noite desta quinta-feira (25), quem pagou pela ausência do governador Beto Richa (PSDB) foram dois deputados da “Bancada do Camburão”, Marcio Nunes (PSC) e o secretário estadual de Esportes, deputado licenciado Douglas Fabrício (PPS). As vaias e o protesto que seriam para o tucano, acabaram sobrando para eles.

A Comunidade dos Municípios da Região de Campo Mourão (Comcam) realizou ontem (25) uma solenidade para homenagear o governador Beto Richa (PSDB) e outras personalidades com o Troféu “Coração do Paraná”. Como “gato escaldado tem medo até de água fria”, o tucano preferiu não ir e também não indicou representante.

O governador do PSDB, por onde quer que vá, enfrenta uma forte onda de protestos de educadores da rede pública estadual e de cidadãos inconformados com sua desastrosa gestão.

Ainda ontem pela manhã, um grupo de professores fez bastante barulho em Bandeirantes, numa solenidade em que Richa foi inaugurar uma escola construída com recursos federais. Aliás, só mesmo pegando carona no governo federal é que Richa encontra o que inaugurar. Mesmo com forte aparato policial e com os servidores municipais escalados para fazer número no evento, o constrangimento foi geral.

Pois bem, na solenidade em Campo Mourão, quem pagou pela ausência do governador foram dois deputados da “Bancada do Camburão”, Marcio Nunes (PSC) e o secretário estadual de Esportes, deputado licenciado Douglas Fabrício (PPS). As vaias e o protesto que seriam para Richa, acabaram sobrando para eles.

Os manifestantes não puderam entrar no evento, então esperava-se que o constrangimento também ficasse do lado de fora. Acontece que ninguém teve coragem de assumir que representava o governador, e o Troféu “Coração do Paraná” que seria de Richa não foi entregue.

E do jeito que Richa vem tocando a administração do estado, a homenagem mais apropriada seria mesmo o Troféu “Coração de Pedra do Paraná”. Que tal?

Com informações são do Blog Boca Santa

Comentários encerrados.