Ódio aos professores marca entrevista de Beto Richa à TV; assista ao vídeo

richa_entrevista_tvO governador Beto Richa (PSDB) foi entrevistado ontem (6) à noite pela jornalista Mariana Godoy, na Rede TV!, em São Paulo. Em quase meia hora de talk show, o tucano destilou todo ódio que tem no coração contra os professores e a APP-Sindicato.

Richa voltou a dizer que o massacre de 29 de abril foi culpa dos black blocs, do MST e de petistas da APP-Sindicato.

Logo no início, Mariana, ex-Globo, comparou a rejeição do governador paranaense ao da presidenta Dilma Rousseff (PT). Talvez esse tenha sido o único momento tenso na entrevista.

Beto Richa atribuiu os momentos ruins de seu governo ao PT, que, como todos nós sabemos, sequer tem força política hoje para fazer contraposição a uma mosca.

O tucano foi tão verossímil quanto uma nota de R$ 3.

Para fechar o repolho, a entrevistadora lançou o governador paranaense à Presidência da República. Ele, “modesto”, disse que não tem essa ansiedade.

(Aqui cabe um parêntese para uma pergunta ao caro leitor: você votaria em Beto Richa para presidente da República?).

A entrevista foi toda ancorada em perguntas “coletadas” nas redes sociais, ou seja, foram formuladas pela “Tenda Digital” — o braço cibercomissionado e criminoso do Palácio Iguaçu.

Abaixo, assista ao vídeo com a entrevista completa:

Comentários encerrados.