Leonardo Attuch: ‘Dilma se fortalece, enquanto Lula vira alvo’

do Brasil 247

Se a presidente Dilma Rousseff colecionou vitórias no Congresso na semana passada, com destaque para a manutenção dos vetos contra a chamada pauta-bomba, o PT não saiu das cordas, argumenta o jornalista Leonardo Attuch, editor do 247; segundo ele, o ex-presidente Lula, que representa a expectativa de poder do partido, se tornou alvo de delatores e entrou na mira da Lava Jato; "Lula tem falado mais e estuda antecipar sua eventual candidatura em 2018. Mas esse projeto poderá receber novos disparos, até porque Dilma se fortaleceu. Quanto maior a percepção de que ela irá até o fim, mais ele será atacado", diz ele.

Se a presidente Dilma Rousseff colecionou vitórias no Congresso na semana passada, com destaque para a manutenção dos vetos contra a chamada pauta-bomba, o PT não saiu das cordas, argumenta o jornalista Leonardo Attuch, editor do 247; segundo ele, o ex-presidente Lula, que representa a expectativa de poder do partido, se tornou alvo de delatores e entrou na mira da Lava Jato; “Lula tem falado mais e estuda antecipar sua eventual candidatura em 2018. Mas esse projeto poderá receber novos disparos, até porque Dilma se fortaleceu. Quanto maior a percepção de que ela irá até o fim, mais ele será atacado”, diz ele.

Por Leonardo Attuch

O governo Dilma viveu, nos últimos dias, aquela que foi sua melhor semana em 2015. Não só a Comissão de Orçamento aprovou a proposta de déficit fiscal que praticamente elimina o risco de “pedaladas” no atual mandato, como ela conseguiu, com a nova correlação de forças no Congresso, manter seus vetos sobre a pauta-bomba que poderia quebrar o País. E ainda fortaleceu seu ministro Joaquim Levy, alvo de um recente ataque especulativo.

Se não bastasse, o vice-presidente Michel Temer baixou a bola de quem apostava num grito de independência no encontro do partido para discutir a “ponte para o futuro” – Temer deixou claro que o afastamento em relação ao PT pode vir em 2018, não agora. Além disso, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), jogou para 2016 as discussões sobre um eventual impeachment presidencial.

Se Dilma Rousseff pode respirar, o PT não saiu das cordas. E o ex-presidente Lula, que representa a principal expectativa de poder do partido, entrou na mira de uma ofensiva judicial que se move em diversas frentes. No Paraná, um novo delator, chamado Salim Schahin, disse que emprestou R$ 12 milhões ao empresário José Carlos Bumlai para que tivesse o aval de Lula em negócios com a Petrobras. Na Zelotes, em Brasília, há pressão para que mais delatores denunciem Luis Claudio Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente.

Ciente de que se tornou alvo, Lula desqualificou a denúncia de Schahin e afirmou que seu filho, como qualquer cidadão, terá de provar que é inocente. Lula tem falado mais e estuda antecipar sua eventual candidatura em 2018. Mas esse projeto poderá receber novos disparos, até porque Dilma se fortaleceu. Quanto maior a percepção de que ela irá até o fim, mais ele será atacado.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Nao adiante as pessoas bradarem seu odio e rancor contra quem elevou os indicadores da economia de acordo com as revistas mais respeitadas no mundo por mais absurdos que se le a seu respeito.as pessoas tem todo direito s de gostar ou não de quem quiserem mas calunia las e negar seus feitos conforme e no minimo desonesto.

  2. Na verdade voltei aqui para ME responder sobre o site onde escreve Atuch. É que verifiquei depois, que publica somente comentarios de direitistas.Foi isso.

  3. Oi Matahari, relaxe.
    Até achei que você tem um nick assim meio indiano, meio zen.
    Por favor não fale assim, tipo de gente, pois se você reparar é uma ideia que está colocada. Contradiga-a mas não fale da minha pessoa. Se você lê bastante verá que votam num candidato toda os tipos de pessoas. Fique com Deus, com anjos, com fadas, com ETs, desde que VC goste. Boa noite amiguinho.

  4. Esqueci de te dizer Maria. Diante de sua insinuação queria te dizer que meu voto não ê papel higiênico para ser jogado num lixo desse

  5. É nesse tipo de gente como você Maria ou seja lá quem for, é que esse energúmeno do Lula, se ampara para continuar tendo esperanças de voltar ao Poder e tentar mostrar ao povo que ladrão não é ladrão. Que vale qualquer ação delituosa para enriquecer os filhos. Que se pode roubar desde que sejam nossos amigos e que a justiça brasileira ê uma bosta. Que o Código Penal e Civil Brasileiro só devem ser aplicados a quem não for “cumpanhero”. Esse “lixo” e suas mentiras deveriam ser eliminados e expurgados da vida pública e, gente como você, deveria ter vergonha de ser brasileira ou brasileiro

  6. Lula é im lixo. Seu governo foi um lixo. Irresponsável. Inaugurou um processo ilusório de progresso em cima de premissa falsa? Como se o Brasil tivesse potencial de recursos para bancar uma festança de “oba oba” onde o povo se atirava em dívidas impagáveis adquirindo veiculos e eletrônicos a longo prazo com juros absurdos enrustidos, deu no que deu. Inadimplência, endividamento das famílias e inflação. Ele comeu a carne até roer o osso da economia de nosso País ao deixar o legado de um governo irresponsável. Não se pode gastar mais do que se ganha e Lula incentivou exatamente isso, além da conivência com a corrupção. O Brasil que ele e o PT deixam de herança aos filhos e netos dos brasileiros só não irá desabar pois seu povo é muito maior do a quadrilha que ele instalou no Poder.

    • Lula errou pelo que não fez. E acertou pelo que fez.Cada cidadão é responsável por suas dívidas. A dívida do cidadão é completamente diferente da dívida do país.Aliás, Lula melhorou muito as contas do estado brasileiro em relação a FHC. Se o cidadão não fez isso em casa, azar.
      Agora, com o congresso que teve e Dilma tem não é fácil praticar melhoras.
      Se foi só esses defeitos que VC viu em Lula é bem capaz de votar nele em 2018.Eu vejo um monte de defeitos, e votarei nele por comparação.

  7. Quando leio as matérias desse site do Atuch fico pensando se ele está empurrando ideologia por baixo das letras. Esse site nasceu contaminado (vide) e depois teria ficado light. Mas será? A pontuação quando cita a dala de Lula, …..o filho provar que é inocente… Tá estranha a escrita, ao menos para mim que sigo o dite faz tempo. É como se ele reforçasse pontos de interesse.O que acha, Esmael?

  8. Não conheço o Leonardo Attuch. Nem sabia que existia esse jornalista. Mas duma coisa tenho certeza. Que ele cheira meia, ninguém duvide.

  9. Sua leitura tá furada Attuch por dois motivos: a) Dilma não se fortalece, permanece exatamente como está, na merda; b) O Levy não representa os que elegeram Dilma, representa o deus mercado, junto com seus chefes banqueiros e não será fortalecido nunca, com esse tipo de medida recessiva.

    Falar o que do comentário? As premissas estão errôneas, todo o resto se contamina.

  10. Claro, desde que ela começou a se afastar do Lula ela começou a se fortalecer. Basta ver que Lula quer Meirelles de qualquer jeito e ela não tira o Levy. A criatura se rebelou contra o seu criador. E para ela, se ele for preso, será um grande negócio, pois o foco vai sair do governo dela para ir para o dele. Por isso o Cardozo está deixando a PF trabalhar para prender o Lula.