Richa fecha escolas: Robin Hood ao contrário em busca de propinas?

escolasA recente notícia da intenção de governador Beto Richa (PSDB) de fechar mais de uma centena de escolas a partir do ano que vem foi mais um motivo de revolta para os educadores, estudantes e comunidades escolares de todo o Paraná.

As justificativas fornecidas pelo governo de “otimização” e “economia” são perversas e mentirosas. A real intenção de Beto Richa é enfraquecer a educação pública e humilhar os professores. Afinal, é nos educadores que o tucano encontra a mais forte oposição aos seus desmandos.

Só mesmo um pateta acharia que o desmonte se encerraria no fechamento dessas escolas públicas no estado, pois o projeto é mais diabólico e visa acabar com a carreira no magistério.

Mas não é só isso. Vejamos…

O governo do estado continua construindo escolas ou, pelo menos, faz de conta. Basta relembrarmos a recente Operação Quadro Negro, do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), que apurou desvios de mais de R$ 30 milhões justamente na construção de novas escolas públicas.

Acontecesse que as obras só avançavam no papel, enquanto os pagamentos à construtora eram efetivos e constantes. Essa operação rendeu inclusive a prisão de um amigo pessoal do governador, o ex-diretor de Engenharia, Projetos e Orçamentos da SEED, Maurício Jandoi Fanini Antonio.

Então, qual é a lógica? De uma escola que está pronta, consolidada, funcionando há décadas, não há o que roubar. Os professores e servidores já estão lá, fazendo o seu trabalho. No máximo daria para amealhar uma “propinazinha” de uma reforma… Fato também apurado na Operação Quadro Negro, aliás.

Para essa gangue, é melhor se desfazer das escolas atuais e construir novas justamente para ter o que roubar?

Caso semelhante está acontecendo com diversas estradas. Beto Richa anunciou investimento de mais de um bilhão de reais para a duplicação de diversos trechos de rodovias estaduais. Até aí tudo bem. Mas logo em seguida, já no ano que vem, essas rodovias serão privatizadas, entregues para a máfia do pedágio.

Assim o governo terá espaço para “arrecadar fundos” durante as obras, na farra com o dinheiro público, e depois sempre haverá a gratidão das concessionárias que vão faturar por décadas em cima do patrimônio do povo.

E enquanto as escolas vão sendo fechadas serão necessárias mais vagas nas cadeias, como na notícia de hoje (28) da Gazeta de Toledo. Cadeia superlotada, presos amontoados, comida azeda, gente doente, sem medicação… Diz a matéria.

Mas essa também é uma conta simples. Cada preso custa ao Estado mais de 11 vezes o que “custa” um estudante. A informação é da Associação Brasileira de Tecnologia Educacional.

E as denúncias contra Beto Richa não param. Em Cambé houve a inauguração de um escola que nunca saiu do papel. Só teve a solenidade. Isso lá em 2011.

No município de Ipiranga, na região dos Campos Gerais, depois do castigo das chuvas, agora é o governador tucano quem castiga os alunos deixando-os sem transporte escolar. O governo não faz os repasses devidos…

Os professores tentam resistir mobilizando as comunidades para enfrentar os ataques do governo. São 150 escolas no cadafalso de Beto Richa com as matrículas ainda incertas para o ano letivo de 2016.

Robin Hood ao contrário, ou chefe de uma quadrilha que só se mobiliza naquilo que é possível lucrar? Com a palavra o Gaeco e a Polícia Federal.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. cartierbraceletlove This sure did not work for me.
    repliques cartier bijoux homme [url=http://www.amourcabijouxtier.cn/cartier-love-bracelet-replica-c139/]repliques cartier bijoux homme[/url]

  2. Como assim? Construir para roubar? Escolas, estradas, hospitais…e dê-lhe Cida borghetti e Vic na moleira!
    Que estado de coisas lamentáveis…e a polícia? só pega bandidinho reles…Polícia neles, oras.

  3. O Problema é ver o blogueiro baba ovo postar um comentario como se o que o Playboy esta fazendo e o bem pro paraná mas utiliza meias verdade e acusa os outros de serem mentirosos
    Engraçado que ele nao explica as investigação de escolas inacabadas que estavam sendo pagas regularmente com o nosso dinheiro ai fica a pergunta que nao quer calar porque construir essas escolas mas fechar tantas outras para a desculpa de economia mas os cargos em comissão as viagens para a Europa e as propagandas milionárias e mentirosas dizendo que esta tudo perfeito ele continua pagando que economia é essa?

  4. Desgoverno neoliberal é isso. Estado inexiste. Vende, privatiza tudo. E o povo fica pagando as contas desses incompentes políticos que pensam no seu bolso e de sua corja. Uma vergonha o que acontece no Paraná.

  5. Ele é o Robin Ruim. Sujeito fraco e que governa mal.

  6. Nunca vimos isso: fechar escolas ! Otimização ou economia uma pinóia. Educação é prioridades das prioridades. Faltar com a educação é tudo o que querem os políticos safados e os traficantes; querem a indigência social para dela se beneficiar. Fora com esse desgoverno !!!!

  7. Aulas em Ipiranga é só ano quem vem, férias eternas”calendário 2015/2016 tornaram-se apenas um ano letivo), dos 200 dias letivos até o momento não se cumpriram nem a metade. Depois exijam que os alunos alcancem uma nota boa no ENEM. Depois de tudo isso os culpados pela péssima educação dos alunos é somente culpa dos professores e coordenação pedagógica. Realmente se ele queria destruir a educação, temos uma das primeiras cidades que está na UTI.

  8. a única escola que o beto gosta é a escola do crime.

  9. É incrivel como a direita brasileira é simplesmente contra o país. Eles adoram falar de educacao e moralidade, mas que nao passam de mera hipocrisia no intuito de defender essa elitezinha incapaz, ignorante e deselegante que controla a politica e os meios de producao da patria. Parana, RJ e SP sao exemplos maximos desses grupinhos feudalistas que tentar habitar a todo custo os corredores de esferas publicas.

    • O Richa não é da direita, da esquerda, do centro, ele apenas faz o que for necessário para ser eleito e ter caneta na mão. Não há ideologia por trás disso. Aliás, no Brasil, tirando os PSOL da vida, a quase totalidade segue esse modelo do Richa. O que importa é ser eleito. Partidos são apenas siglas usadas para isso, sem importar a ideologia. Não fosse assim não existiriam as esdrúxulas alianças eleitorais que presenciamos aqui. No PR já houve PT e PSDB juntos no interior. Bizarrice pura.

      • Sua ignorância a respeito das categorias marxistas me assombra. A ideologia de uma classe social define o modo de pensar do indivíduo, tendo a classe dominante a possibilidade de propagar a sua ideologia com mais eficiência. Não é uma questão de escolha, com raras exceções. O desgovernador pertence à classe burguesa, tem uma ideologia burguesa e tem raciocínios de extrema direita, independentemente do modo que escolha para chegar ao poder.
        Ao negar essas categorias, você também se alinha ao pensamento pequeno burguês de que tudo é farinha do mesmo saco.
        Os verdadeiros burgueses devem adorar tua fala, porque essa ideia de que político é tudo igual legitima o poderio econômico da classe dominante, se é que você me entende.

        • Em tempo: pare de usar palavras que o senso comum utiliza erradamente para tentar valorizar seu discurso pequeno burguês. Atenha-se a palavras mais simples que você mesmo saiba o significado.

          • Ignorância é acreditar que a única verdade seja a sua. Se você pensa diferente, ok. Isso não muda o que eu penso. E aí está a graça, porque se todos pensássemos igual o mundo seria ainda mais chato. E a antítese do pequeno burguês é o adolescente idealista, que talvez seja seu caso. Não gosto de rótulos, mas se para você é importante, fique à vontade.

  10. É uma vergonha total. A educação fica relegada ao primarismo governamental. Ficha nunca mais, nem para porteiro de condomínio de subúrbio.