PT busca ‘separação amigável’ com o prefeito Gustavo Fruet

tadeu_veneriO Partido dos Trabalhadores (PT), de Curitiba, convenceu-se de que é melhor desembarcar da gestão do prefeito Gustavo Fruet (PDT). A tese no partido é que foi bom enquanto durou, mas chegou a hora de buscar uma ‘separação amigável’ com o aliado.

O rompimento do casamento dos petistas com o pedetista dar-se-á até dezembro próximo, ou seja, em três meses deixarão cargos que ocupam na Prefeitura de Curitiba.

O PT da capital paranaense terá candidato próprio na eleição do ano que vem. O nome consensual na sigla é o do deputado estadual Tadeu Veneri, que une “gregos e baianos” de todas as correntes internas.

Veneri empolga e resgata a mística da militância curitibana, além de dar perspectiva concreta a lideranças do partido que almejam disputar a Câmara Municipal.

A separação amigável entre PT e Fruet parte do pressuposto de que os dois lados perdem com o relacionamento perante o eleitorado. Em tempo de Lava Jato, ambos teriam de explicar por que andam juntos e os petistas, por certo, ficariam sem direito à defesa no horário eleitoral gratuito.

Comments are closed.