Odebrecht a Moro: ‘Meu direito de defesa está sendo cerceado’; assista

Odebrecht_MoroO empresário Marcelo Bahia Odebrecht prestou depoimento ontem (30), em Curitiba, ao juiz Sérgio Moro que conduz a força-tarefa da Lava Jato.

Odebrecht cobrou de Moro o monitoramento de telefone de sua filha menor de idade e vazamento seletivo de informações à velha mídia. Ele denunciou que vem sofrendo “publicidade opressiva”.

Em considerações iniciais a Moro o réu disse que sua prisão é ilegal. Odebrecht afirmou ainda que está tendo o direito de defesa cerceado.

“Quero a oportunidade de me defender em liberdade sem prejulgamento. A prisão preventiva é injusta e desnecessária”. Ele está preso há 134 dias.

Assista ao depoimento de Marcelo Odebrecht à Justiça Federal:

Comentários encerrados.