Odebrecht a Moro: ‘Meu direito de defesa está sendo cerceado’; assista

Odebrecht_MoroO empresário Marcelo Bahia Odebrecht prestou depoimento ontem (30), em Curitiba, ao juiz Sérgio Moro que conduz a força-tarefa da Lava Jato.

Odebrecht cobrou de Moro o monitoramento de telefone de sua filha menor de idade e vazamento seletivo de informações à velha mídia. Ele denunciou que vem sofrendo “publicidade opressiva”.

Em considerações iniciais a Moro o réu disse que sua prisão é ilegal. Odebrecht afirmou ainda que está tendo o direito de defesa cerceado.

“Quero a oportunidade de me defender em liberdade sem prejulgamento. A prisão preventiva é injusta e desnecessária”. Ele está preso há 134 dias.

Assista ao depoimento de Marcelo Odebrecht à Justiça Federal:

36 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Bonito ver nossa esquerda defendendo o Odebrecht e um general!!! Os tempos mudaram, todo mundo louco para salvar o Brahma!!! É o vale-tudo eleitoreiro/eleitoral.

  2. “Quero a oportunidade de me defender em liberdade sem prejulgamento. A prisão preventiva é injusta e desnecessária”. Injusta, cabra safado prejudicou e roubou todos os Brasileiros por anos. Montou seu império e viveu com pompas ao custo do nosso dinheiro e agora quer liberdade. Sabemos que não ficara por muito tempo na cadeia. Mas mostra quem é.

  3. O ator da globo junto com s PF que só prende petista com a tal operação Vaza a Jato.começou a fazer água mas muita água com cheiro de esgoto.é a tal justiça seletiva e midiática. Pura piada

  4. Os empresários de grande porte do País estão sendo aterrorizados para nunca mais serem aliados econômicos de Governos Petistas. Poderão até roubar, como já roubaram e muito, desde que se juntando à Quadrilha do PSDB. No Metrô de SP os mesmos roubam à vinte anos, todos, e e mais os políticos comparsas dos Tucanos continuam roubando à vontade. Qualquer raciocínio fora disso é a mais pura calhordice. Roubar a imprensa, a PF, o MPF e o STF permitem, mas tem que ser em Quadrilha do PSDB ou chefiada por Ladrão Tucano.

  5. Defesa técnica. Cabe á PF, ao invés de ficar vazando para a Globo e á Veja, coisas para constranger o cara, fazer um conjunto probatório para condená-lo. Não querer que ele faça delação premiada.

  6. COMPROVA-SE A CADA DFIA QUE PASSA QUE A LAVA JATO É UMA FARSA JURIDICO-MIDIATICA, AONDE HJA SE VIU TANTO VAZAMENTO E ESPECULAÇÕES DE INFORMAÇÕES???? ONDE FICA O SIGILO DESSAS INFORMAÇÕES PARA NÃO PREJUDICAR O INQUERITOS COM A ESPECULAÇÃO DA IMPRENSA GOLPÍSTA???? MORO É UM ESCANDALO DE ABUSO DE AUTORIDADE E DE PREPOTENCIA JURIDICA, MUITO PIOR QUE JOAQUIM BARBOSA. ESSE FASCINORA DEVERIA SER AFASTADO DESSA OPERAÇÃO IMEDIATAMENTE!!!! ASSIM COMO O CORREU COM A CPI DA PETROBRAS, ESSA LAVA JATO ESTA FADADO AO FRACASSO!!! ENTRETANTO CAUSOU UM PREJUIZO GIGANTESCO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA NESSE ANO (DESEMPREGO, QUEBRAS DE CONTRATO, QUEBRA DE CONFIANÇLA NAS EMPRESAS ENVOVIDAS, ETC)E QUEM VAI PAGAR POR ESSE PREJUIZO??? SERGIO MORO, GRUPO ABRIL, REDE GLOBO, PSDB???? NÃO VAI O POVO BRASILEIRO!!!!

  7. Moro,um juiz parcial a serviço da extrema direita

  8. O pilantra se quer responde as perguntas pra não se complicar…

  9. Lugar de corrupto é na cadeia, independente de qual partido…

  10. Força Marcelo, estamos com você!!
    Juízo de exceção não faz justiça, fraude processual e arranjos escusos também não!!!

  11. Condenações e/ou absolvições baseado em subjetividades, e por desejo de julgadores ou por pressões, pode ser muita coisa, menos Justiça. A se continuar a prisão desse rapaz, por pura birra de Juiz, teremos algumas conclusões: a) a polícia não tem nada de provas contra ele, e espera uma suposta “delação” assim como já conseguiram contra outros presos na mesma situação (isso é regime de exceção vedado pela CF/88); b) o MP e a PF são incompetentes pois, mesmo depois de ano e meio de investigações, não conseguiram sequer uma prova contra a Construtora Odebrecht, e isso vai se transformar no maior fiasco já vivido pelas instituições; c) OU, o Marcelo Odebrecht é um fantástico “ilusionista” fantástico que mesmo depois de preso (130 dias sem nenhuma acusação formal) consegue esconder, burlar, escamotear provas que lhe possam incriminar.

    O Moro e o MP, delegados da PF rasgam a constituição, normas jurídicas e todo o arcabouço da Justiça para tentarem ser os heróis da pátria (que eles consideram sejam deles). Isso não é e nunca foi Justiça, tá mais para vingança e com a cumplicidade em partes dos órgãos fiscalizadores. Não vou nem falar da mídia porque isso é podre. Preocupante a situação, ao menos, aos operadores do direito. A OAB, na maioria das vezes tendo seus presidentes recalcados da direita, se cala, inerte. Se calou no mensalão, se cala na lava jato. O ministro da justiça, só não é um perfeito imbecil porque não existe nada perfeito neste mundo. Enquanto isso, a Zelotes, com uma gama de sonegadores fiscais capaz de cobrir o rombo dos cofres públicos, passa incólume e, pra se safarem das acusações, jogam filho de Lula (numa manobra estapafúrdia sem pé e nem cabeça) para dentro da suposta investigação invertendo totalmente o objetivo da operação. E querem que a gente acredite em justiça no Brasil. Mas, a turba imbecilizada pela mídia se regozija com seus heróis momentâneos. “La nave va”.

  12. Por Rogerio Dutra da Democracia e Conjuntura:
    Nada como um dia depois do outro. Vai réu, vem réu, sai vazamento, chega notícia, a “Operação Lava-Jato” começa a ser tratada como deve: como juízo de exceção. E por quem menos tem condição de assim o fazer, pelo suposto “chefe” de quadrilha, o empresário, herdeiro da maior empresa de engenharia do país, o réu Marcelo Odebrecht.

    Mas por que tratar a Lava-Jato de juízo de exceção?

    O ponto básico é que, se quisermos atacar a corrupção de morte, não podemos fazê-lo através da supressão do devido processo. O processo penal não atrapalha o juízo funcional e tecnicamente competente. Pelo contrário, ele garante uma decisão juridicamente válida.

    É simples: um processo não termina no juízo de instrução, nem na sentença de primeiro grau. Geralmente há recurso – recurso garantido a todos pela constituição – e o processo “sobe” para o Tribunal, para as instâncias superiores, a fim de que se verifique a sua correção.

    Assim, toda e qualquer irregularidade processual deve e provavelmente será questionada num recurso e, certamente o será nesta “força” “tarefa”.

    O que é estranho.

    Se o processo será reexaminado, como imaginar que se deseje ser referendado depois de tantas falhas, vazamentos, excessos?

    Este proceder “descuidado” com os procedimentos legais da “força” “tarefa” gera a suspeita de que o seu objetivo profundo não é condenar ninguém, mas provocar tsunamis midiáticas, abalos sísmicos na imprensa, com objetivo outro, não explícito nas laudas do processo.

    O juízo de exceção, dizem os entendidos, opera pela vontade exclusiva de quem dirige o processo. Não se submete aos limites legais e não avança respeitando-os. O juízo de exceção tem, no seu fundamento, um objetivo político: o de reafirmar um determinado poder.

    O Odebrecht da vez sabe disto. Sabe que é um “scape goat”, um bode expiatório numa luta que é muito mais mesquinha que o tal do “combate” à corrupção, combate que deixa propositadamente um monte de gente graúda do lado de fora.

    Mas qual o poder que o juízo que quer “lavar à jato a corrupção” quer combater? Quais as forças políticas que a “força” “tarefa” enfrenta na verdade, mas sem ousar dizer o nome?

    Isto não é mais segredo para ninguém.

    O problema é que o caráter político do juízo de exceção macula o seu pretexto de limpeza e correição. Neste tipo de processo, quem corrompe o procedimento diz perseguir quem corrompe o país. É o sujo correndo atrás do mal lavado.

    O resultado é que podem falar qualquer coisa sobre Marcelo Odebrecht. Mas o que fica do seu depoimento ao Juízo da 13ª Vara Especializada da Justiça Federal do Paraná é que o sujeito foi impávido que nem Mohamed Ali.

    Depois de 133 dias preso, depois de vazadas conversas de sua mulher com suas filhas para a imprensa, depois de que uma prisão preventiva se sucedeu à outra sem maiores fundamentações, depois de ouvir estoicamente a arguição perversa – perversa é a palavra –, do juiz responsável, o cabra manteve-se hirto.

    Ele, o Odebrecht, sabe que será condenado pelo juiz do primeiro grau.

    A antecipação da pena – todo processualista penal sabe – antecipa a sentença. Se não o fizesse, os vazamentos denunciados pelo Deputado Wadih Damous como possivelmente oriundos do juízo em questão o fariam. A sentença, na verdade, está dada.

    Por outro lado, a irritação profunda do juiz diante da estratégia da defesa escancarou a fortaleza do réu. No interrogatório, a extensa denúncia, produzida durante meses, está respondida detalhadamente por escrito e o réu opta por falar apenas o que quer, e não o que querem que fale.

    Ele nega estrategicamente a se submeter ao interrogatório sibilino porque já o fez. Por escrito. E, assim fazendo, sepultou a possibilidade de que a sua oitiva virasse notícia no Fantástico. Pelo menos, notícia sem edição.

    Odebrecht dá uma aula de processo. Ele, sabiamente, esperará o momento em que o caso subirá ao segundo grau de jurisdição. Esperará o STJ, o STF. E sabe que esperará preso enquanto estiver sob o jugo da Operação lava-jato. Esperará preso, mas calado.

    Odebercht, por óbvio, é Casa Grande. Mas a Casa Grande não é Casa Grande à toa. A profilaxia social do nosso alienista do momento terá que esperar por outra vítima. Esta sabe que é bode. E saberá esperar pelos juízes que podem restar em Berlim. Um bode que não é dedo-duro. Por esta, não esperavam.

    fonte: http://democraciaeconjuntura.com/2015/10/31/em-processo-mal-conduzido-odebrecht-vira-bode-expiatorio/

  13. O golpe em governos populares (nem foram muito populares) é tao descarado que até os bispos emitiram nota.Ver em O cafezinho.Grata por poder citar.

  14. .chegou um video espontaneamente a um blog dando o juiz por suspeito.Isso foi na campanha eleitoral, falando das preferencias eleitorais do juiz.
    .a falta de cuidado e coisas mal explicadas podem ser vistas no blog do Marcelo Auler. Um jornalista serio.
    .o processo bem conduzido é a única garantia de justiça.Não esta sendo.
    .os acusadores devem apresentar provas.
    Não foram apresentadas e isso só se verificara mais à frente.Agora não posso condenar.
    .as pessoas que condenam Marcelo não condenam Cunha. É tudo torcida. Eu não condenei Cunha antes das Provas.
    .quem não sonegou um impostozinho aí nessa torcida ?
    .no ano passado vi na mídia muitas pessoas se negando a responder indagações conforme seu direito. Por que tratar este suspeito diferente e falar mal dele e não dos outros! Torcida futebolística.

  15. Eu não sou Moro.Por todas as inúmeras razoes listadas na NET pelos não torcedores de estádios.
    .nunca antes alguem se preocupou com corrupção, e só se preocupam agora para liberar a cadeira da presidência para os ricos voltarem a roubar.Prova disso é que não querem ninguém nessa cadeira que não seja da extrena direita. Veja que nos protestos ha pessoas dizendo, “vamos derrubar a Dilma e vamos derrubar o Michel” Só por isso já seriam processos suspeitos.
    .quando a justiça faz curvas para provar o que se quer – e nem assim prova – essa justiça se torna perigosa para todos.

  16. O depoimento sob o aspecto técnico foi irretocável e inteligentíssimo. Começou extravasando seu inconformismo, no que o Juiz foi complacente ao não tirar-lhe a palavra. Resposta escrita é aquela que qualquer autoridade pública faz numa entrevista para evitar interpretações distorcidas. Depois de meses preso deu um depoimento sereno e racional como se tivesse acabado de chegar das férias. Parabéns aos seus advogados e ao próprio depoente pela demonstração de preparo e competência na defesa.

  17. “Pááára, pááára”, Esmael, que eu já to me
    “lagrimijando” todo de pena desse Oldebrecht!
    Como podemos maldar tanto sobre esse homem
    tão justo, santo e inocente?
    “Chorei largado”!!!

  18. dos corruptores o marcelo é que tem mais personalidade e atitude.

  19. Que esse canalha pegue muitos anos de cadeia. Não deve ter uma obra que não seja de esquema.

  20. Uma operação que só gerou factoides até agora, saboreados diariamente nos telejornais por uma classe que reverencia heróis partidários, o castelo de areia desmoronou com as contas de Cunha da Suíça, falso moralista livre, leve e solto.

  21. Ele é o acusado. Mas as provas cabem ao juiz moro, aquele
    patrocinado pela globo, e até agora não apareceu nenhuma.

  22. Parabéns ao Marcelo
    Está seguindo suas convicções.
    Esse ministério público que está aí começa a demonstrar desgastes. Será que não foi a mídia que pintou um quadro irreal?

  23. ele usou um direito dele, e esse moro caga de medo do cunha e dos tucanos. A odebrecht teve participaçao em governos de fhc , nos governos militares e Moro só mira o PT, ora, moro va tomar banho na soda.

  24. Assisti, a todo o depoimento do sr.Marcelo Odebrecht, em audiência presidida pelo juiz federal Sérgio Moro, na Justiça Federal, em Curitiba-PR, com a presença de seus advogados e do representante do Ministério Público Federal, realizada dia 30/10/2015. O juiz Sérgio Moro, demonstrou muito segurança, equilíbrio e firmeza, na condução da referida audiência. Transcrevo, os seguintes trechos de matéria publicada pelo Blog do EsmaelMorais – A política como ela é em tempo real, de 31/10/2015: “O empresário Marcelo Bahia Odebrecht prestou depoimento ontem (30), em Curitiba, ao juiz Sérgio Moro que conduz a força-tarefa da Lava Jato.

    Odebrecht cobrou de Moro o monitoramento de telefone de sua filha menor de idade e vazamento seletivo de informações à velha mídia. Ele denunciou que vem sofrendo “publicidade opressiva”.

    Em considerações iniciais a Moro o réu disse que sua prisão é ilegal. Odebrecht afirmou ainda que está tendo o direito de defesa cerceado.

    “Quero a oportunidade de me defender em liberdade sem prejulgamento. A prisão preventiva é injusta e desnecessária”. Ele está preso há 134 dias”.

    • Alias o Juiz confessa nem lembrar das respostas dadas por escrito, como pode julgar e manter preso alguem que ele nem lembrar o que falou em sua defesa? Na realidade o JUiz ja tem a condenação como meta e apenas gostaria de pegar diferenças minimas na fala do Marcelo e assim condenar paseado no que ele pensa, uma vez que ja declarou que juiz não precisa de provas para condenar…kkk Vai entender um juiz destes????

  25. É incrível como o MARCELO, cidadão Marcelo é acintoso diante da Justiça, do Dr. Moro e do MPF, expõe de forma contundente que tudo está respondido por `ELE` em seus arrazoados, esquiva-se de simples perguntas e fala sisudo como se todo o processo fosse mera especulação de sua vida privada e profissional, enfim, será que não gostaram da sua feição, preferência gastronômica etc, será que apenas por isto ele é o investigado na Operação ???
    Enfim MARCELO, você não é o Juiz Federal, você não é o Procurador Federal, você é o acusado no processo, é você que deve responder a perguntas e não ditar as regras do depoimento, e pra piorar, vem o advogado com discurso “aveludado“ querendo distorcer a audiência. É pra cabá ! Julgamento neles !!!! EU SOU MORO E VOCÊ ???

    • e é incrível como tem pessoas que acreditam no trabalho seletivo, parcial e partidário de Moro. Por que então, Aécio, Serra e Aloyzio Nunes, principalmente o primeiro tão citado nas delações de Youssef, sequer são intimados para depor? ou será que o MILHÕES que a Camargo Correa doou para Aécio são regulares, mesmo sendo a empreiteira que mais obras conquistou (e muitas sem licitação) no governo de MG quando o mesmo era governador? por que, mesmo com todas as provas, a família Cunha continua livre, leve e solta, mas a cunhada de Vaccari foi presa sem prova alguma e por engano?

    • Temos que considerar que isso não é um atletiba…não dá para ser “a” ou “b” apaixonadamente.
      O que vi nos 22min52seg de vídeo foi uma estratégia perfeita por parte da defesa do Marcelo Odebrecht: eles apresentaram a contra-argumentação por escrito, para não deixar passar nada sem resposta.
      Se levarmos em consideração o tempo que se levou para preparar a denúncia, nada mais justo (eu faria o mesmo) do que apresentar a defesa por escrito, pontuando cada acusação e se defendendo.
      Sem entrar no mérito da questão (é culpado ou não), o que vi no vídeo foi um Juiz tentando fazer o réu falar, o MP idem, e o réu mantendo sua estratégia de defesa.
      No final o MP acabou por denunciar a si mesmo, pois pedia ao Marcelo Odebrecht autorização para abrir sigilo da Construtora, e ele, com a maior serenidade, disse que não tinha competência (poderes para tanto).
      O que vi aprendi disso tudo?
      Que se um dia alguém for acusado de algo complexo, que faça a defesa por escrito.

    • Eu não,o Moro gosta do Yossef que a 13 anos é seu delator preferido,polivalente e que responde a tudo que o Moro quer,Tanto que rouba o Brasil a 20 anos e deve ser solto para que os tucanos no poder tenham seu CAPO.
      E com essa voz de coxinha do Leblon o Moro me parece que chegou ao ponto do the end do Joaquim Barbosa,fez um monte de cagada autoritaria agora seus proprios pares clamam para que cesse senão a coisa chega até els apesar da mídia golpista ajudar a esconder tucanos e demos gordos e ladrões.

    • E como deveria ser? Abaixa a cabeça e diz somente sim sinhô, e não sinhô? Igual a drogados filmados na delegacia? Isso não é meu não dotô? … Juiz, amigo, diferentemente do que eles pensam, não são deuses, apesar que tem muita gente se ajoelhando perante eles. “Posso” se condenado pelo mesmo, mas não sou obrigado a aceitar impassível. As que se indignam, geralmente, são as que se sentem injustiçadas. É o que demonstra perante seus algozes, o Marcelo. E olha que eu acho que ele tem sim culpa mas, quem tem que fazer prova é o MP e a PF. A imputação de crime a alguém cabe provar a quem acusa. Pelo jeito, quem acusa, não as tem.

    • Márcio. O discurso deve ser no mínimo coerente. Você é Moro? Duvido. Eu sou Ricardo e o Marcelo deu prova que ele é apenas um réu com sua defesa cerceada por um juiz midiático que tem pessoas desejando ser o que ele é. Sinto muito por você. Cada um, conforme se vê. Dá o que tem. Eu e o Marcelo damos o melhor de nós sem ter que bajular outrem.

    • Meu pai me ensinou a somente falar sobre o que eu conheça. Como pode uma pessoa que n ão conhece o que se “discute”, tem a ousadia de se fazer conhecedor do que somente as partesconhecem. Me chame de ignorante, mas não de burro.

  26. Fugiu dos questionamentos como o diabo foge da cruz….

  27. SERA MARCELO ODEBRECHT,MAIS ESPERTO QUE A JUSTIÇA,ISSO ESTA CHEIRANDO EM PIZZA COM SABOR DE PETRÓLEO ARTIFICIAL,SERA MAIS UMA VERGONHA,O PODER DA E DOS CORRUPTOS.

  28. Jaca gorda tucana caiu e se arrebentou abaixo a cara e caiu encima do telhado justiça tucana brasileira. Pavio que fumega para pobres, pretos, petistas e empresários amigo do Luta.