Por Esmael Morais

Governador Beto Richa “quer” escola que não pense nem exista no Paraná

Publicado em 27/10/2015

A diabólica política de fechamento de escolas pelo governo do Paraná é premeditada, planejada, articulada e sistemática. Tem conexão com a mesma iniciativa de outros governadores, como o de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e há, inclusive, grupo no WhatsApp para acompanhar a evolução dessa sacanagem em todo o país.

Depois de fechar escolas, o projeto de Beto Richa é acabar com a carreira do magistério. O projeto consiste em exterminar a contratação de professores e funcionários por meio de concurso público. Nem PSS haveria. A reposição de mão de obra ocorreria pelo intermédio das OSs (organizações sociais), que terceirizariam a educação como um todo.

“O melhor está por vir”, reafirma Beto Richa.