Na crise, Beto Richa “some do mapa”

Com o Palácio Iguaçu cercado pelo acampamento da APP-Sindicato, governador Beto Richa "desapareceu". O tucano não é visto há duas semanas no trabalho. Senador Requião não perde a verve: Piá de prédio fez malcriação e agora se esconde? O pior está por vir?!.

Com o Palácio Iguaçu cercado pelo acampamento da APP-Sindicato, governador Beto Richa “desapareceu”. O tucano não é visto há duas semanas no trabalho. Senador Requião não perde a verve: Piá de prédio fez malcriação e agora se esconde? O pior está por vir?!.

A RPC tem um quadro no jornal do meio dia aonde eles tentam encontrar pessoas desaparecidas, será que alguém tem uma foto do Carlos Alberto para participarmos do programa? à‰ urgente acho que governador desapareceu!!, esse comentário de Ruben Castex, no Blog do Esmael, retrata bem a percepção dos paranaenses acerca do sumiço do governador Beto Richa (PSDB).

Desde a eclosão da greve dos professores e funcionários de escolas, a 9 de fevereiro, o governador tucano sumiu do mapa. Apareceu apenas uma vez, no dia 12, depois da pancadaria na Assembleia Legislativa, para acusar os educadores em greve de baderneiros!.

Quem também se delicia com o desaparecimento do governador do PSDB é o senador Roberto Requião (PMDB), que, para chorar, segundo ele, faz troça do adversário pelo Twitter:

A procura pelo paradeiro do governador Beto Richa deverá continuar esta tarde, a partir das 14 horas, pela TV 15, durante a transmissão ao vivo da sessão na Assembleia Legislativa do Paraná. Até lá.

Comentários encerrados.