O Globo censura tradução de jornal britânico informando que Jesus se casou com prostituta

crist_madalena.jpgO pior tipo de censura é aquela que nos condena à  ignorância plena. à‰ o caso d’O Globo, edição online desta segunda-feira, que omitiu na tradução de matéria do jornal britânico The Independent que Jesus se casara com a prostituta Maria Madalena, que até então era apresentada erroneamente aos cristãos como “Virgem Maria” — mãe do gajo pegador.

A revelação foi possível depois de meses da tradução de um manuscrito de 1.500 anos chamado de “Evangelho perdido”, descoberto na Biblioteca Britânica, em Londres.

A Seguir, leia a íntegra do texto do jornal britânico que O Globo censurou:

Jesus casou com Maria Madalena e teve filhos”, de acordo com manuscrito antigo

Jesus se casou com a prostituta Maria Madalena e teve filhos, de acordo com um manuscrito quase 1.500 anos descoberto na Biblioteca Britânica.

O chamado “Evangelho perdido”, que foi traduzido do aramaico, supostamente traz novas alegações surpreendentes, de acordo com o “The Sunday Times”.

O professor Barrie Wilson e escritor Simcha Jacobovic passaram meses traduzindo o texto. O material afirma ainda que Jesus tinha dois filhos e que Virgem Maria era na verdade a esposa de Jesus e não sua mãe.

Muitos especialistas minimizam a importância histórica da bíblia, mas, de acordo com os tradutores do novo evangelho, ela tem mais importância do que se pensava anteriormente.

Maria Madalena já aparecia em evangelhos existentes e está presente em muitos dos momentos importantes registrados na vida de Jesus.

O “Evangelho perdido” não é o primeiro a afirmar que Jesus se casou com Maria Madalena.

Nikos Kazantzakis, em seu livro de 1953, “A última tentação de Cristo” e, mais recentemente, Dan Brown, em “O Código Da Vinci”, fizeram a mesma alegação.

As revelações do livro, incluindo os nomes dos filhos de Jesus, serão conhecidas no lançamento da obra nesta quarta-feira. A editora Pegasus confirmou a publicação.

Comentários encerrados.