Por Esmael Morais

Quiproquó na Boca: Polícia apreende material de dissidente pró-Richa

Publicado em 23/08/2014

O arqueiro Doático Santos, secretário-geral do partido em Curitiba, teve material de campanha favorável ao tucano Beto Richa (PSDB) e contra os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) apreendido pela Polícia Militar. Ele também foi notificado pelo descumprimento de ordem judicial.

O arqueiro Doático Santos, secretário-geral do partido em Curitiba, teve material de campanha favorável ao tucano Beto Richa (PSDB) e contra os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) apreendido pela Polícia Militar. Ele também foi notificado pelo descumprimento de ordem judicial.

A ala dissidente do PMDB, que torce pela reeleição do governador Beto Richa (PSDB), na manha deste sábado (23), sofreu o terceiro revés em apenas uma semana.

O arqueiro Doático Santos, secretário-geral do partido em Curitiba, teve material de campanha favorável ao tucano e contra os senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) apreendido pela Polícia Militar.

No último sábado (16), o juiz Josafá Antônio Lemes, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), determinou busca e apreensão de materiais contra Requião. O magistrado concedeu uma liminar com notícia-crime contra Doático.

Durante a semana, o grupo de peemedebista que vestiu a camisa de Richa outras duas derrotas nos fronts políticos e jurídicos: a executiva nacional do PMDB reconheceu a destituição de Osmar Serraglio (presidência) e Orlando Pessuti (secretário-geral) e reintegrou a posse da sede da Vicente Machado, em Curitiba.