Sócio privado da Copel comemora crescimento do lucro em 46% no 1.!º trimestre do ano

Senador Roberto Requião acusa o governador Beto Richa de fazer uma gestão na  para os insaciáveis sócios privados da Copel em detrimento aos interesses dos paranaenses; empresa anunciou nesta quarta-feira (14) lucro líquido de R$ 583 milhões no primeiro trimestre de 2014; segundo o parlamentar, estatal vai pedir mais 35% de reajuste na tarifa à  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para garantir o lucro dos acionistas privados.
Senador Roberto Requião acusa o governador Beto Richa de fazer uma gestão na para os insaciáveis sócios privados da Copel em detrimento aos interesses dos paranaenses; empresa anunciou nesta quarta-feira (14) lucro líquido de R$ 583 milhões no primeiro trimestre de 2014; segundo o parlamentar, estatal vai pedir mais 35% de reajuste na tarifa à  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para garantir o lucro dos acionistas privados.
Os acionistas da Companhia Paranaense de Energia (Copel) não têm do que reclamar. A empresa anunciou nesta quarta-feira (14) lucro líquido de R$ 583 milhões no primeiro trimestre de 2014.

O valor é 46,2% superior ao obtido no mesmo período do ano passado (R$ 398,6 milhões). Já a receita operacional líquida da companhia entre janeiro e março deste ano cresceu 28,1%, passando de R$ 2,38 bilhões em 2013 para R$ 3,05 bilhões agora.

O diabo é que o resultado é cada vez mais privado, ou seja, dos sócios acionistas, pois o lucro “marombado” foi possível graças ao reajuste na tarifa.

O bem informado senador Roberto Requião (PMDB), pelo Twitter, disse que a Copel vai pedir mais 35% de reajuste à  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para garantir o lucro dos acionistas privados.

Comments are closed.