Requião diz que Alep está vendendo Sanepar e dispara: Beto meteu a mão no dinheiro!

Publicado em 19 março, 2014
Compartilhe agora!

da Rádio Banda B

Senador Roberto Requião, em entrevista na Rádio Banda B, nesta quarta, falou sobre a Assembleia que vota hoje a privatização da Sanepar: Beto meteu a mão no dinheiro!.
Senador Roberto Requião, em entrevista na Rádio Banda B, nesta quarta, falou sobre a Assembleia que vota hoje a privatização da Sanepar: Beto meteu a mão no dinheiro!.
O senador Roberto Requião (PMDB) criticou de maneira veemente o projeto do governo do Paraná que pretende aumentar o capital social da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) de R$ 2,6 bilhões para R$ 4 bilhões, lançando ações no mercado. Em entrevista à  Banda B, na tarde desta quinta-feira (19), ele lamentou uma possível manobra do governo e disparou. Isso é uma patifaria. Vai resultar no aumento da tarifa em uma manobra que conta com o apoio de uma Assembleia Legislativa (Alep) irresponsável e formada por moleques, com poucas exceções!, afirmou.

Segundo ele, ao aumentar o capital e jogar ações no mercado, os investidores serão privilegiados, já o povo!¦ Esse pessoal vai comprar ações para ganhar dinheiro, aumentando a tarifa e diminuindo o lucro. Eles criaram uma tal de agência reguladora e vai ficar ao sabor destes caras definir o valor da tarifa. Eles foram colocados para garantir o lucro de quem comprar as ações!, afirmou o senador, que definiu o estado do Paraná como quebrado.

O Beto meteu a mão na Sanepar para pagar a folha do estado no fim do ano e agora transformou o lucro em ações. O importante para a população é o serviço e não as ações. Se outro governo assumir, tem que acabar com essa agência reguladora!, opinou. (Ouça a entrevista no site da Banda B).

Requião também lamentou outra manobra do governo, que colocou na Alep, na véspera da votação, o deputado estadual Luiz Cheida, que era secretário do Meio Ambiente, e o também deputado Luiz Cláudio Romanelli, que era secretário do Trabalho, tirando os deputados Luiz Carlos Martins (PSD) e Gilberto Martins (PMDB), contrários ao projeto do governo. Meus parabéns ao Luiz Carlos Martins e ao Gilberto que não vendem bens público. Esses secretários que voltaram não tem vergonha na cara. Fui governador por 12 anos e nunca fiz uma patifaria dessa para a Sanepar funcionar!, descreveu

A votação acontece hoje na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) em regime de comissão geral. Os responsáveis por isso deveriam ir para a cadeia. Financiadores de campanha estão mandando no estado. Eles aumentam as tarifas e quebram todo mundo!, concluiu.

Compartilhe agora!

Comments are closed.