Por Esmael Morais

Seis candidaturas na disputa pelo governo do Paraná

Publicado em 22/10/2013

Pulverização de votos com várias candidaturas asseguraria o segundo turno nas eleições pelo governo do Paraná no ano que vem; a corrida pelo Palácio Iguaçu deverá contar com os seguintes contendores: 1- Richa, 2- Gleisi, 3- Requião, 4- Sciarra, 5- Rosane e 6- Barros.

Pulverização de votos com várias candidaturas asseguraria o segundo turno nas eleições pelo governo do Paraná no ano que vem; a corrida pelo Palácio Iguaçu deverá contar com os seguintes contendores: 1- Richa, 2- Gleisi, 3- Requião, 4- Sciarra, 5- Rosane e 6- Barros.

A depender das movimentações nos bastidores da política paranaense, ao menos seis candidaturas serão apresentadas na disputa pelo Palácio Iguaçu em 2014.

O governador Beto Richa (PSDB), que pretende a reeleição, tende enfrentar o seguinte quadro “pulverizado”:

1 – Gleisi Hoffmann (PT): deverá atrair PDT e PCdoB na composição.

2 – Roberto Requião (PMDB): deverá apresentar chapa pura com vice e senador do partido.

3 – Eduardo Sciarra (PSD): deverá encabeçar candidatura própria.

4 – Rosane Ferreira (PV): chapa puro-sangue.

5 – Silvio Barros II (PHS): irmão do secretário de Indústria e Comércio, Ricardo Barros; poderá atrair PROS e PP.

A “pulverização” dos eleitores consiste numa tática para assegurar a realização do segundo turno.

Independente de quem avançar para a segunda etapa eleitoral, todos os partidos e candidaturas serão fundamentais à  formação da maioria dos votos.