Movimento do passe livre vai ocupar a Prefeitura de Curitiba ou houve acordo prévio?

Publicado em 25 outubro, 2013
Compartilhe agora!

Frente de Luta pelo Transporte promete, nesta sexta, à s 14h, pressionar Gustavo Fruet que vem tendo posição conservadora em relação à  reivindicação de redução da tarifa de ônibus aos domingos para R$ 1 e nos dias de semana a redução para R$ 2,25; duccistas acusam movimento de ser "chapa-branca"; tropa do ex-prefeito desafia: "é mais fácil galinha criar dentes que haver ocupação da prefeitura".
Frente de Luta pelo Transporte promete, nesta sexta, à s 14h, pressionar Gustavo Fruet que vem tendo posição conservadora em relação à  reivindicação de redução da tarifa de ônibus aos domingos para R$ 1 e nos dias de semana a redução para R$ 2,25; duccistas acusam movimento de ser “chapa-branca”; tropa do ex-prefeito desafia: “é mais fácil galinha criar dentes que haver ocupação da prefeitura”.
A Frente de Luta pelo Transporte tomou há dez dias, durante 24 horas, a Câmara Municipal de Curitiba. Há quem diga que o “protesto” foi combinadíssimo com os vereadores (clique aqui para relembrar).

Nesta sexta (25), à s 14 horas, o mesmo movimento promete uma “aula pública” em frente ao Palácio 29 de Março — sede do executivo municipal — em comemoração ao Dia Nacional de Luta Pelo Passe Livre e para exigir o passe livre aos estudantes. A convocação é feita pelo Facebook (clique aqui).

A tropa ligada ao ex-prefeito Luciano Ducci (PSB) desconfia que essas manifestações do passe livre são “chapa-branca”, ou seja, ligadas ao PT e partidos simpáticos ao prefeito Gustavo Fruet (PDT).

“à‰ mais fácil uma galinha criar dentes do que haver uma ocupação da Prefeitura”, desafia um duccista.

A conferir.

Compartilhe agora!

Comments are closed.