TV pública da Dinamarca exibe show com mulheres nuas para homens analisarem! seus corpos

do Opera Mundi

A mulher entra em uma sala escura. Sentados, dois homens esperam até que ela tire a roupa. Entre sorrisos e gargalhadas, os dois começam a analisar o corpo da mulher. Dos pés a cabeça, durante alguns minutos, os homens destacam os pontos “negativos e positivos”. Isso agrada os homens!, dizem, concluindo se a mulher é (ou não) bela!.

Esse é roteiro do polêmico programa Blachman, exibido semanalmente no horário nobre da TV pública da Dinamarca (Dr TV). Diversos meios de comunicação da Europa e os próprios dinamarqueses tratam o programa como o mais machista da história.

A acusação de observadores de Diretos Humanos é na forma como as mulheres são tratadas !“ como objetos. As protagonistas ficam em silêncio em todo o programa e não podem responder à s análises!. As convidadas escutam comentários como esse é o tipo de peito que o homem quer!.

O apresentador e diretor Thomas Blachman se defende dizendo que o programa tem um caráter revolucionário, pois pretende discutir a estética do corpo feminino sem permitir que a conversa seja pornográfica ou politicamente incorreta!.

Agora as mulheres podem entender o que os homens pensam sobre o corpo delas!, afirmou o diretor ao jornal Daily Mail.

Muitos telespectadores reagiram com indignação ao programa. Os dinamarqueses acusam o show de humilhar as mulheres que participam da análise!. Existem movimentos nas redes sociais que pedem a retirada imediata de Blachman do ar.

Em vídeo divulgados pelo portal LaSexta, mulheres de diferente idades aparecem nuas sendo analisadas por Thomas Blachman e um amigo !“ sempre um convidado novo ajuda o apresentador. A cena que mais impressiona é uma mulher idosa também ouvindo as críticas.

A diretora da emissora, Sofia Fromberg, defende o projeto dizendo que é do interesse feminino conhecer qual é o desejo masculino: Para ser bem sincera, qual é o problema disso?!, indaga.

Comentários encerrados.