O Brasil pede: “Senta, Barbosa!”

do Brasil 247

Sempre acima dos demais, nas fotos oficiais divulgadas pelo STF, Joaquim Barbosa insinua com o gesto nada protocolar uma postura majestática que passa mensagem de desapreço pela democracia entre iguais; se até a rainha Inglaterra, o presidente dos Estados Unidos e os presidentes do Brasil recebem convidados em posição de igualdade, o que está por detrás da pose de superioridade física do presidente do STF, invariavelmente de pé diante dos convidados sentados?; desculpa da dor de coluna não cola; mais parece um jeito subliminar de dizer que se é superior a tudo e todos.

Sempre acima dos demais, nas fotos oficiais divulgadas pelo STF, Joaquim Barbosa insinua com o gesto nada protocolar uma postura majestática que passa mensagem de desapreço pela democracia entre iguais; se até a rainha Inglaterra, o presidente dos Estados Unidos e os presidentes do Brasil recebem convidados em posição de igualdade, o que está por detrás da pose de superioridade física do presidente do STF, invariavelmente de pé diante dos convidados sentados?; desculpa da dor de coluna não cola; mais parece um jeito subliminar de dizer que se é superior a tudo e todos.

Nos ambientes institucionais do mundo todo, especialmente no âmbito dos poderes públicos, mas também nos espaços da iniciativa privada, regras de protocolo e cerimonial existem para estabelecer padrões de tratamento. Regulam as relações entre anfitriões e convidados, normatizam modos de se comportar corretamente, procuram, assim, facilitar o bom entendimento e promover a fruição do conteúdo central de cada ocasião.

Em países africanos, por exemplo, um executivo estrangeiro que chega a uma fábrica local é guiado pela mão, literalmente, por seu anfitrião durante o passeio de conhecimento de instalações. Trata-se, ali, de uma prova de falta de consideração recusar o gesto e prosseguir caminhando livremente. Prenúncio de negócio que não será fechado.

Nos Estados Unidos, no endereço 1600 Pennsylvania Avenue !“ a Casa Branca –, o presidente, independentemente de ser democrata ou republicano, recebe seus convidados do mesmo status ao pé da lareira da salão oval, onde ambos se sentam em cadeiras iguais, com o visitante do lado esquerdo. à‰ por isso que, invariavelmente, quando são divulgadas fotos de encontros formais, os dois mandatários, tanto o estrangeiro de um país pobre, emergente ou rico, e o presidente da maior potência econômica e militar da terra aparecem no mesmo plano.

Ciosos de regras ainda mais rígidas, os soberanos do Reino Unido, representantes da mais antiga realeza do planeta, igualmente obedecem a normas de comportamento que os levam a ficar no mesmo nível de seus recepcionados. à‰ assim que não há hipótese de o Palácio de Buckingham divulgar uma foto de um chefe de Estado visitante em posição inferior à  da Rainha Elizabeth II. Ambos serão vistos na mesma posição física.

No Brasil, regras de protocolo e cerimonial são comumente observadas em grandes ambientes institucionais. O presidente da República espera, no alto da rampa do Palácio do Planalto, por um presidente que chega em visita oficial. Este subirá a rampa ladeado por um pelotão em posição de sentido dos Dragões da Independência. No gabinete de trabalho do terceiro andar, os mandatários brasileiros se deixam fotografar ao lado de seus visitantes com ambos sentados em poltronas próximas dos grandes janelões desenhados por Oscar Niemeyer.

No Senado Federal, o presidente do Congresso divide um mesmo sofá com quem recebe, e nele, igualmente nivelado na mesma posição do recepcionado, sempre sentado, permite a feitura de imagens oficiais.

No STF, porém, passou a ser diferente desde a chegada ao cargo de presidente do juiz Joaquim Barbosa. Talvez confundindo o nome da instituição da qual ocupa a posição principal !“ Supremo Tribunal Federal !“ como se este indicasse um poder superior aos demais ou, de outra parte, fazendo questão de emergir das imagens oficiais como um ente realmente superior, o certo é que Barbosa anda rasgando o protocolo e pisoteando as regras de cerimonial. Assim, anda fazendo as suas próprias leis de comportamento, das quais sobressai invariavelmente maior, mais forte, mais poderoso que qualquer um que ele próprio recebe.

Com este comportamento majestático, no entanto nada nobre, deliberada ou acidentalmente Barbosa vai passando à  sociedade, a cada vez que se deixa fotografar de pé, com seus dois metros de altura ampliados sobre os convidados, a imagem de que ele é, sim, superior a todos e cada um de seus interlocutores. A alegação de que precisa ficar de pé em razão de suas crônicas dores de coluna não se aplica, uma vez que os fotógrafos e cinegrafistas oficiais e dos veículos de comunicação têm apenas três minutos para registrar cenas oficiais no gabinete do presidente do STF. Não seria por aí que, ao sentar-se e colocar-se, com o respeito necessário à  posição dos anfitriões, que Barbosa teria de voltar a licenciar-se para tratamentos no Brasil e no exterior. Ao contrário, o gesto protocolar de humilde nivelamento passaria, sem ruídos de qualquer ordem, a mensagem implícita de que na presidência do STF está um personagem institucional que respeita costumes e, dentro deles, recebe seus convidados ou aos que foram até ele com questões que toda ordem.

Ao, invariavelmente, procurar se sobressair espacialmente diante dos que entram em seu gabinete, especialmente, no momento presente, políticos que têm frequentado o STF com pedidos nada ortodoxos, como fez ontem a presidenciável Marina Silva ao buscar resolver no chamado ‘tapetão’ da Justiça a falta de votos que sua confusa articulação partidária apresenta no Congresso, Joaquim Barbosa quer mesmo se mostrar acima dos demais. à‰ como se passasse o recado, no melhor estilo Luís 14, de que a Justiça é ele, assim como o monarca francês se considerou um dia o próprio Estado.

Para uma sociedade democrática, respeitadora de regras, a melhor lição que fica quando pessoas procuram, de um modo ou outro, com maior ou menor sutileza, se sobrepor à s instituições, é a de que estas ficam, enquanto as pessoas passam. Em nome da instituição que preside, patrimônio da democracia brasileira construída arduamente, Joaquim Barbosa sinta-se convidado por 247 a respeitar mais rigidamente o bom protocolo e o correto cerimonial, sob pena de dar a entender que procura ser muito maior do que é, maior que todos os demais, maior que a própria democracia. Senta, Barbosa!

36 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Ta faltando assunto mesmo…

  2. Todo mundo tá careca de saber, inclusive este blogueiro, que o cara tem problema de coluna. Da mesma forma que muitos daqui, inclusive este que escreve, que tem HEMORROIDAS e tambem tem dificuldade em sentar. Vamos discutir assuntos mais importantes!

  3. aquestao nao e santa ou santo e sim justica sempre justica.barbosa tem razao.como ja falei barbosa sempre sera barbosa. questao de justica.

  4. Papel Higiênico!

  5. Sinceramente estou começando a gostar do Barbosa, vendo que vários políticos estão tudo se unindo contra ele isso quer dizer que está fazendo um belo papel.

    Joaquim Barbosa pra presidente já.

  6. Quem trabalha na perícia medica sabe dessas histórias de dor na coluna.

  7. Não gosto muito de protocolos…além do mais, todas estas instituições estão falidas e quem senta todo dia é o povo, senta não, deita no chão e se deixa pisar…. levanta Brasil!

  8. povo ignorante de memória curta ! Este ministro safado sempre votou contra o povo em várias matérias, é só pesquisar . Deram um carguinho pra este coitado e ja ta se achando um rei . è um tremendo de um babaca demagogo que sempre defendeu bandido, e agora esta virando o cocho pra sua própria quadrilha. Ele não tem nenhum problema de coluna , tem sim problema de carater !

  9. O protocolo é o de menos e, parece-me, a doença o autoriza. O imoral é subir no palanque com os mineiros, cujo processo no STF ele mantém habilmente escondido na gaveta.

  10. E os 150 milhões da URBS, o Fruet já sabe onde estão???

    • Ele sabe sim, Ta na conta de um Secretário dele, que atua fortemente junto a empresas de transporte coletivo de Curitiba

  11. MAIS COM AS LOIRONAS NA PRAIA, ELE ESTAVA BEM DAS COSTAS NÉ?

    • mais um do PT com raiva do homem justiceiro, até acusação de ver ele na prais com mulheres. que bom saber disso, isso prova que é homem de verdade já que em vez de andar com barbados anda com mulheres e loiras ainda, nós as loiras somos muito melhores que as outras. rsrs

  12. Fica em pé Barbosa.
    Não senta nem se ajoelha perante estes terroristas do PT.
    Parece que você está sem sintonia com o povo crítico e inteligente deste país, sr, Esmael.
    Criminoso é o governo petista que, em vez de construir hospitais, joga nosso dinheiro em estádios de futebol e outras obras superfaturadas – estão aí as notícias sobre a roubalheira.
    Minha mãe, de 77 anos, acometida de um AVC, está num posto de saúde há 4 dias esperando por uma vaga em hospital. Isso que temos o hospital do idoso.
    O Estatuto do Idoso é uma merda que pode ser jogado no lixo.
    Mas em conversas que tenho em locais públicos, noto que a magia-drogada deste governinho traidor está acabando.
    Tudo de mal à você, Dilma.
    Obs: desabafo de um ex-petista que se arrepende de ter acreditado nestes traidores dos trabalhadores e cidadãos brasileiros.

    • O que, o Fala Sério algum dia foi petista? O Fala Sério, pelo menos disfarçe um pouco ne, kkkkkkkkkk, todo mundo sabe que é você que tem meia dúzia de nicks diferentes.

      • Diga-me com quem andas e te direi quem és, Engula essa defensor de Mensaleiro e Petistas:
        O cônsul geral do Brasil em Sydnei, Américo Fontenelle, foi removido do posto e enfrenta processo administrativo disciplinar por assédio moral e sexual. Fontenelle chegou a ficar conhecido em Brasília como o “tarado de Toronto”, quando serviu no Canadá, e agora recebeu o carinhoso apelido de “safado de Sydnei”. Bom lembrar que ele teve amigos influentes que agora já não estão em condições de ajudá-lo. O principal é José Dirceu, de quem foi chefe de gabinete quando o amigo era chefe da Casa Civil.

      • “É a mesma coisa que você entregar um boeing para quem nunca pilotou um teco-teco.”
        Guilherme Afif Domingos, novo ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, sobre Dilma em 2009, então aspirante a candidata a presidente da República.
        E vem ai o 40′(Quadragésimo) Ministério. Aguardem, Dilma e os 40 ladrões.

    • Meu pai morreu em 2011, ficou internado boa parte 2º semestre desse ano, no hospital mesmo deu 03 semanas, o resto foi no posto de saúde. ele deve ter ficado internado no posto de saúde tipo uns 70 a 90 dias…

      Eles não tem uma política adequada para tratar os idosos, faltam geriatras. A população de idosos aumentou consideravelmente e o governo não se preparou para atendê-los adequadamentte.

      Se puder pagar pague, por que do governo só podemos esperar o pior em relação a saúde pública.

    • Você já leu ou ouviu falar em comunicação não verbal? O que o SR TODO PODEROSO e um dos verdadeiros TERRORISTAS desse Brasil que não representa a justiça, mas sim a direita esclerosada e imbecil na qual você defende e certamente chupa que é de uva. O gesto do SR Ministro é para mostrar que ele se acha o tal. Se o Sr Joaquim realmente fosse o tal homem, não temeria e julgaria o mensalão mineiro com os mesmos rigores, mas iiso é impossível, porque ele defende os verdadeiros calhordas que são esse pessoal que se acha o maioral, mas que graças ao bom senso estão sendo visualizados como deveriam: um bando de safados e que se não conseguem dentro dos parâmetros democráticos vão tentar usar métodos ditadores.
      SENTA JOAQUIM e junto sua arrogância e leva junto esse bando de panacas de nariz comprido.

      • E isso ai Zé!

      • SÓ PODE!
        COMO CONSEGUE?
        Para escrever tamanha asneira, SÓ PODE mesmo ser um “Zé Lelé”. Será que é burrice, ingenuidade, tacanhez sua, ou está mesmo sendo pago pela RedePT13?
        Tome tento, ôme!

  13. Se o problema fosse a coluna, então ele não deveria permitir que fossem filmados seus encontros em determinadas situações. Recentemente assisti a um vídeo onde ele, em pé, apoiado em sua poltrona, espinafrava dois juízes, devidamente sentadinhos, em absoluta posição de inferioridade. Coisa absurda. Pior são outros juízes do STF, como Gilmar Mendes, por exemplo, aparentemente educado…

    • COMO CONSEGUE?
      Caríssimo “Robert”: como consegue escrever tamanha asneira? É burrice, ingenuidade, tacanhez sua, ou está sendo mesmo pago pela RedePT13?

  14. Nada ver esse negócio de “senta Barbosa”. Quem inventou que para receber os outros é obrigado a sentar?
    Senta quem quiser, fica de pé também quem quiser, assim se constroe um país livre.

  15. É só ver de onde veio tanta merda escrita que dá pra entender o porque desse partido estar tão desgastado. Este site pertence ao RedePT13 e não se pode esperar outra coisa de um cantinho de vagabundos.

  16. um dos únicos membro da justiça desse país que age com dignidade e ainda ficam falando isso do cara, vcs deveriam é aplaudir a sua atuação e não diminuir seus atos. Será que estão mesmo macumunados com a bandidagem desse país e estão com medo do homem negro que veste preto?

  17. depois que vc passou a defender criminosos, e criticar o supremo, o que pensar!

  18. Acho que tem assuntos muito mais importantes para se colocar a discursao, como exemplo a nossa saude publica que esta um caos.

  19. Que coisa feia, você sabe que o HOME tem problema de coluna, porra!!! um pouco de dignidade não faz mal pra ninguém, nem pra você…

  20. Os caras vão bater em você Esmael!

  21. Já pediram ao Barbosa a recontagem de votos na OMC? rs