Corpo do ex-presidente João Goulart pode passar por exumação

via BBC Brasil

Exumação ocorrerá porque há suspeitas de que Jango tenha sido envenenado pelos militares da "Operação Condor" (ditaduras do Brasil, Argentina e Uruguai).

Exumação ocorrerá porque há suspeitas de que Jango tenha sido envenenado pelos militares da “Operação Condor” (ditaduras do Brasil, Argentina e Uruguai).

O corpo do ex-presidente João Goulart pode passar por um processo de exumação com o objetivo de determinar se ele foi vítima de envenenamento. A investigação está sendo realizada pela Comissão da Verdade e pelo Ministério Público Federal, a pedido da família de Goulart.

O ex-presidente foi deposto em um golpe militar em 1964 e se exilou na Argentina. Ele morreu em 1976 supostamente devido a um ataque cardíaco. Porém, o depoimento de um ex-agente da inteligência uruguaia colocou a versão em dúvida.

Mário Barreiro afirmou que o Goulart teria sido envenenado em uma ação relacionada à  Operação Condor, um ação conjunta de governos militares da América do Sul.

Antes da possível exumação, peritos devem avaliar se o processo será capaz ou não de esclarecer a suspeita.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Os milícos bandidos com certeza fizeram muita maldade…Mas o que um homem perseguido pelos milícos do Brasil estava fazendo na área de ação dos milícos argentinos? Os caras eram tudo apoiado pela CIA…
    Agora o cara já morreu mesmo…Tinha que cortar as pensões dos torturadores, os que sobraram vivos levam vida boa até hoje e nós que pagamos…

    Aproveitando, turma do Beto quer também me monitorar também, é só pedir o meu e-mail pro Esmael que eu mando os meus dados, podem ir lá em casa se quiserem me conhecer…

  2. O filho do Jango comentou este assunto tal como esta ,no brog.E afirmou que seu pai não poderia ter morrido duma hora assim,tão derrepente…Vamos ver o caso do acidente de J k que é meio suspeito.a turma do beto pode vigiar o que escrevo. não vivo da politica e nem sou afilado a nenhum partido,e não trabalho na politico,e não tenho negocio com politico,não tenho medo do ministerio publico ,e nem do babosão de brasilia…

    • Vamos investigar a morte? do João Goulart, depois de JK, depois do Lacerda e, na provícia de Anibal Cury, de Carvalhinho, do Dep. Thiago Amorim…