Brasil emplaca diretor-geral da OMC; a oposição vai protestar?

da Agência Brasil, com 247

Organização Mundial do Comércio elegeu o embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo, de 55 anos, como novo diretor-geral da entidade; após uma disputa apertada com o mexicano Herminio Blanco, ele assume o cargo em 31 de agosto substituindo o francês Pascal Lamy; desde 2008 como representante do Brasil na OMC, Azevêdo teve apoio do Brics, além dos países de língua portuguesa e de várias nações da América Latina, da àsia e da àfrica.

Organização Mundial do Comércio elegeu o embaixador Roberto Carvalho de Azevêdo, de 55 anos, como novo diretor-geral da entidade; após uma disputa apertada com o mexicano Herminio Blanco, ele assume o cargo em 31 de agosto substituindo o francês Pascal Lamy; desde 2008 como representante do Brasil na OMC, Azevêdo teve apoio do Brics, além dos países de língua portuguesa e de várias nações da América Latina, da àsia e da àfrica.

A Organização Mundial do Comércio (OMC) elegeu nesta terça-feira (7) o novo diretor-geral da entidade. O escolhido é o embaixador brasileiro Roberto Carvalho de Azevêdo, de 55 anos. O brasileiro disputou com o mexicano Herminio Blanco, de 62 anos. O novo diretor-geral assume o cargo em 31 de agosto substituindo o francês Pascal Lamy. A eleição foi disputada até o último minuto. O número de votos obtido pelo brasileiro só deve ser revelado mais tarde.

Azevêdo teve apoio do grupo Brics (Brasil, Rússia, àndia, China e àfrica do Sul), além dos países de língua portuguesa e de várias nações da América Latina, da àsia e da àfrica. Desde 2008, ele é representante permanente do Brasil na OMC. Azevêdo está diretamente envolvido em assuntos econômicos e comerciais há mais de 20 anos.

O embaixador brasileiro, que é diplomata de carreira, foi chefe do Departamento Econômico do Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, de 2005 a 2006, e chefiou a delegação brasileira nas negociações da Rodada Doha da OMC, sobre liberalização de mercados.

Ontem (6) a União Europeia e a Croácia, que têm 28 votos, fecharam o apoio ao mexicano. Mas os negociadores brasileiros mantiveram o otimismo, pois o processo eleitoral na OMC não envolve apenas o voto. à‰ necessário negociar um acordo que agrade a maioria, eliminando ao máximo o índice de rejeição.

Na eleição da OMC, cada um dos 159 países que integram o órgão vota no nome de sua preferência. Para vencer, é preciso ter um mínimo de 80 votos e obter o consenso entre as nações. A escolha é feita em três etapas.

O processo de eleição para a OMC começou no final de março, com nove candidatos. Na segunda fase, encerrada no dia 25, ficaram cinco. No final de abril, a OMC comunicou que tinham passado à  fase final apenas os candidatos do Brasil e do México. Os presidentes do Brasil, Dilma Rousseff, e do México, Enrique Peà±a Nieto, participam diretamente das negociações, dando telefonemas e conversando com os líderes mundiais.

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Os articulistas da mídia corporativa estão em atitude de sapo: imóveis e atentos, à espera do que vai ser liberado pelos respectivos patrões. Logo saberemos se é para atacar ou para defender, a reação será em manada!.

  2. Realmente o olho vivo tem razão, quem conseguiu tudo foi o f h c e estamos conversados.

  3. porque a oposição iria protestar, ele vem desde o Governo FHC como diplomata de carreira, quem vai acabar protestando é o pessoal do PT, porque ele… não é Petista

    • No tempo que o teu partido PSDB desgovernou e desmontou esse país, jamais havia uma notícia como essa.

    • Pelos comentários acima percebe-se o desespero dos baba-ovos do desgovernador. Roberto Carvalho de Azevêdo foi eleito diretor-geral da OMC, durante o governo petista, foi chefe do Departamento Econômico do Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, de 2005 a 2006, portanto, durante o governo petista, pois no governo FHC o Brasil não tinha relevância internacional, muito pelo contrário, o governo tucano ficou de joelho por duas vezes diante da comunidade internacional: a 1ª – em agosto de 2001, quando os tucanos quebraram o Brasil pela 1ª vez, pedindo socorro ao FMI, obtendo 13,8 Bilhões., a 2ª – em outubro de 2002, diante de uma grave crise que o país enfrentava, nessa época as aplicações financeiras foram suspensas e o preço do Dólar disparou chegando a R$4,00, a inflação atingiu 12,5%, desorientado e desesperado o governo FHC novamente pediu socorro para o FMI e obteve mais 30 Bilhões (devido a ingerência tucana o Brasil estava literalmente quebrado pela 2ªvez).

      • CTRL C + CTRL V kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        O cara é amigão do FHC PTzada tola, é frequentador da casa do ex-presidente e seu amigo íntimo. Esbravegem a vontade, mas isso não apaga os méritos do diplomata, ele não deve nada ao PT ou a quem quer que seja, venceu por competência própria e não com ajuda de político corrupto nenhum. kkkkkkkkkkkkkk

    • Fala sério, Olho Morto e Fróide é a mesma pessoa, tentando de forma desesperada diminuir a conquista da direção-geral da OMC por Roberto Carvalho de Azevêdo durante o governo do PT. O profissional comissionado do desgoverno nas redes sociais entrou em ação.
      Imagine só, quando os 6000 médicos cubanos desembarcarem no Brasil, com a missão de atender os mais necessitados, os que torcem contra o Brasil vão ter um ataque cardíaco.

    • Quanta inveja, dor de cotovelos dos imbecis que postaram acima, o patrão Beto Richa destrói o Paraná, enquanto isso durante o governo petista, o Brasil emplaca a direção-geral da OMC.

      • Eu saboia que o PT ia dizer ser conquista do PT essa Escolha. O Coitado foi eleito sem qualquer apoio da Sua Presidenta Dilma em sua caminhada dentro da OMC, Ela nem sabia que ele existia. Quando vcs do PT, aprenderem a Verdade e pararem com tanta estupidez, quem sabe se tornem honestos. LIXO do PAIS

        • CARA,SE NÃO FOI DO PT FOI DE QUEM?VOCES TUCANOS VIRARAM SUBNITRATO DE AMONIA(BOSTA)E QUEREM UM CAFUNÉ.VAÕ SE CATAR CARAS.

          • Podem espernear a vontade PTzada, em breve verão que o PT perdeu força e que a corrupção que se transformou este partido será reconhecida nas urnas. Se cuidem que o Eduardo Campos vem aí e a Dilmonha nao poderá com esse ex-aliado. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Opisição de quem e a quem o blogueiro se refere? Se for ao diplomata, garanto que brasileiro nenhum terá algo a protestar, uma vez que este cidadão é considerado uma unanimidade entre seus pares. Se o cara é bom, deve ser reconhecido como tal, alias, ao que me consta ele é muito ligado ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, não é mesmo?

  5. Que eu saiba esse diplomata de carreira não é filiado ao PT. Por que a assombração (digo oposição) iria protestar??? Eita bloguesinho chapa branca….

    • Aposto como o PT, vai minimizar a escolha dele ou querer usar como sendo mérito do PT. e o cara nem é Petista

    • É QUE NO TEMPO DA TUCANALHA,NÃO EMPLACAVAM NEM MORDOMO DA OMC.
      O GRANDE ESTADISTA FHC QUA QUA,BEM QUE TENTAVA ,MASA OS GRINGOS NÃO IRIAM CONFIAR NUM BUNDÃO NÉ.

  6. Diplomacia sem tirar o sapatinho.