Governo Richa “joga tudo” para eleger correligionário em Joaquim Távora; assista ao vídeo

Nunca antes na história do Paraná que se viu tanto a presença do Estado, de maneira tão intensa, como neste período eleitoral no município de Joaquim Távora, no Norte Pioneiro.

Além do presidente da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Mounir Chaowiche, que praticamente transferiu a sede da empresa para o pequeno município, ontem baixou por lá (de helicóptero, é claro) o irmão do governador, o secretário de Infraestrutura Pepe “Legal” Richa.

Cerca de 8 mil eleitores de Joaquim Távora voltarão vão à s urnas neste domingo, dia 7 de abril. A disputa agora é entre Gélson Mansur Nassar (PSDB) e Emílio Calil Neto (DEM).

O tucano Gélson é cunhado do presidente da Cohapar, por isso o tamanho do aparato governamental na campanha.

Por outro lado, Neto Calil conta com o apoio do senador Roberto Requião (PMDB) e de seu sobrinho João Arruda (PMDB), além da simpatia de petistas. Ontem (5), o grupo realizou o último comício da campanha (veja vídeo).

“O Mounir tinha que trazer casas para Joaquim Távora, não fez até agora e nunca fará”, critica o candidato demopeemedebita.

A nova eleição vai ocorrer porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou o prefeito eleito em outubro de 2012, Wiliam Walter Ovçar (PSC), mais conhecido como Vatão, e o vice, Valdir Azarias (DEM).

Comentários encerrados.