Roberto Gurgel pede a cassação da tucana Beti Pavin

Clique na imagem para ler a íntegra do documento do MP.

Clique na imagem para ler a íntegra do documento do MP.

O procurador-geral do Ministério Público, Roberto Gurgel, recorreu da decisão monocrática do ministro Marco Aurélio Mello, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que garantiu a posse da prefeita de Colombo, Beti Pavin (PSDB), na região metropolitana de Curitiba.

Gurgel pede ao ministro que reconsidere sua decisão que possibilitou a posse da tucana semana passada ou, na pior das hipóteses, que leve o caso para o plenário do TSE.

A ex-deputada Beti Pavin foi eleita prefeita nas últimas eleições, mas não teve os votos computados à  época porque a Lei da Ficha Limpa a barrava. Em seu lugar, até a última sexta-feira (22), havia assumido provisoriamente a prefeitura o vereador José Renato “Pelé” Strapasson (PTB).

Comentários encerrados.