Líder de Beto Richa acusa governo federal de “maquiar” Orçamento

Com a ideia fixa de atingir a ministra Gleisi Hoffmann (PT), virtual adversária de Beto Richa (PSDB) em 2014, o líder do governo do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), atira no governo federal, a quem ele acusa de "maquiar" o Orçamento.

Com a ideia fixa de atingir a ministra Gleisi Hoffmann (PT), virtual adversária de Beto Richa (PSDB) em 2014, o líder do governo do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), atira no governo federal, a quem ele acusa de “maquiar” o Orçamento.

O líder do governo na Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (4), que o equilíbrio financeiro no governo do Paraná, que fechou 2012 com todas as contas em dia, é o resultado de uma administração eficiente e que não maquia o Orçamento. A declaração foi dada após a exposição do balanço do terceiro quadrimestre de 2012 feita pelo secretário da Fazenda, Luiz Carlos Hauly, aos deputados estaduais, durante sessão na Assembleia Legislativa.

Para Traiano, os números apresentados pelo secretário revelam um governo dinâmico, com uma economia equilibrada, que enfrenta a conjuntura adversa com muita competência e sem lançar mão de artifícios contábeis ou maquiagens para melhorar os resultados, a exemplo do que vem fazendo o governo federal.

O governo do Paraná vem equacionando pendências passadas com muita competência, apesar dos prejuízos e da discriminação que sofremos da parte do governo federal que impôs ao Estado um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão em repasses federais!, destacou Traiano.

O Estado vem conseguindo bons e consistentes resultados sem recorrer a maquiagem contábil que sido a marca registrada do governo Dilma. Um governo que lança mão do fundo soberano e de desonerações oportunistas apenas para fechar as contas e não estourar as metas de inflação!.

Comentários encerrados.