Richa corre atrás do prejuízo

Em visita ao interior, Beto Richa ganha "superpepino" de agricultor.

Em visita ao interior, Beto Richa ganha “superpepino” de agricultor.

O governador Beto Richa (PSDB), enfim, colocou o pé na estrada. O jornal Tribuna de Cianorte registra hoje que o tucano está levando !“ tardiamente? !“ o governo ao interior. Foram várias viagens nesta semana pós-carnaval. Na região de Pitanga, Santo Antonio da Platina, no Norte Pioneiro, Ivaiporã, no Vale do Ivaí, e também o Sudoeste.

Em 2014, será a primeira vez que Richa vai disputar uma eleição majoritária na condição de favorito sem o mando político de Curitiba.

Nas eleições municipais de 2012, Luciano Ducci (PSB), seu candidato, não avançou para o segundo turno. Venceu a disputa Gustavo Fruet (PDT), aliado da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), que está de olho no Palácio Iguaçu.

No interior a sensação das lideranças políticas é de que foram abandonadas, pois o governador apostou todas as fichas eleitorais na capital. Ele deixou os pequenos municípios a pão e água nos últimos dois anos. Como o projeto original bateu na trave, tem agora que correr atrás do prejuízo, como se diz no futebol.

Será que essas viagens de véspera eleitoral irão resolver o problema reeleitoral de Richa? Será que os pequenos municípios serão suficientes para garantir a permanência do governador do PSDB no cargo? São essas as dúvidas que povoam as mentes e os corações de todos os paranaenses.

A campanha de 2014 foi antecipada, caro leitor. Já começou ao menos para o tucano Beto Richa. Agora a pergunta que não quer calar: cadê Gleisi Hoffmann? Ela vai mesmo disputar o governo do Paraná, como reza a lenda?

Comentários encerrados.