“Fruet descasca três grandes abacaxis por semana”, diz prefeitura

Na campanha eleitoral, Greca foi à  forra com asfalto "vagabundo" na mesma Vicente Machado que ficará interdidata nos próximos 40 dias.

Na campanha eleitoral, Greca foi à  forra com asfalto “vagabundo” na mesma Vicente Machado que ficará interdidata nos próximos 40 dias.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), tem se revelado um bom gerenciador de crise, segundo um secretário, dada a quantidade de “abacaxis” que aparece semanalmente para serem descascados.

“O Gustavo tem descascado, em média, três grandes abacaxis por semana”, diz o ajudante do prefeito.

Nesta semana, por exemplo, vai estourar a crise do transporte coletivo. Motoristas e cobradores realizam amanhã à  noite assembleia que poderá deflagrar greve da categoria. Na prefeitura fala-se me “lockout” de empresários (leia mais sobre isso clicando aqui). Também há a possibilidade de greve no Hospital Universitário Evangélico e, hoje, discute-se a interdição da Avenida Vicente Machado, no Centro, pelo período de 40 dias.

De acordo com o secretário, que pediu para não ser identificado, entre hoje e amanhã, será debatida uma estratégia para divulgação do bloqueio da Vicente Machado, pois teme-se que as galerias do rio Ivo, que passam por debaixo da rua, possam explodir a qualquer momento.

“A gestão anterior não realizou a obra temendo impacto eleitoral”, afirmou o secretário.

Curiosamente, dois ex-prefeitos — Rafael Greca (PMDB) e Luciano Ducci (PSB) — moram nas proximidades da Vicente Machado. Na campanha eleitoral, o peemedebista mostrou em vídeo o asfalto daquela avenida que esfarelava e de qualidade “vagabunda” (reveja aqui).

Na semana passada, o principal “abacaxi” de Fruet foi a crise com a calçada de granito no bairro chique do Batel (relembre clicando aqui).

Comentários encerrados.