Salamuni já tem maioria para presidir a Câmara de Curitiba

Salamuni tem o apoio do prefeito eleito Gustavo Fruet.

Salamuni tem o apoio do prefeito eleito Gustavo Fruet.

O vereador Paulo Salamuni (PV), salvo algum atropelo, deverá ser eleito com folga presidente da Câmara Municipal de Curitiba no próximo dia 2 de janeiro.

Com apoio oficial do prefeito eleito Gustavo Fruet (PDT), Salamuni reunirá amanhã, durante almoço, 27 vereadores que já declararam voto à  sua candidatura. A Câmara tem 38 cadeiras.

Devido à  desidratação do movimento que tentava outro nome !“ apenas 11 vereadores ainda não firmaram apoio a Salamuni –, a tendência é que seja fechada chapa única para o comando do legislativo curitibano.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Salamuni pode ser o representante que Curitiba precisa na Camara, pois tem uma longa história na Camara, nunca envolveu-se nas maracutaias noticiadas. Excelente oportunidade para Curitiba e o Paraná voltarem a dar exemplos de austeridade e competência de gestão. Junto com Gustavo, melhor para todos. O Gustavo precisa fazer uma gestão acima das expectativas. E os vereadores só ganham quando a gestão do município é bem conduzida. Uma cidade bem administrada e que atenda as necessidades dos cidadãos é tudo que os vereadores precisam para exercer seus mandatos.

  2. ele com a maioria??? nao e bem isso que fiquei sabendo, parece que ele anda desesperadooo, gustavo frufru pagando almoco e jantar para vereadores, tentando convence-los a ficar com o salumini!!!! éééééé acho q nao vai ter essa sorte! rsrsrsrs

    • e quem é q tem a maioria então ô zé loko? o pier? o ailton araújo? o tico kuzma?…rsrsrsrsrsrs pelo jeitão vc é um verdadeiro cientista poítico

  3. Temos que ter consciência que o Salamuni tb se beneficiou do esquema Derosso destinando verbas pros “lobinhos”. Neste caso sou mais Pier!

  4. O Regimento diz: SE POSSIVEL!!!! A proporcionalidade vale, MAS, as candidaturas avulsas ou de consenso são legais. No final o que vale mesmo é quem tem voto.

  5. Nao é bem assim. Tanto a Constituicao Federal como o Regimento Interno da Câmara determinam que os partidos politicos com representaçao na Câmara ocuparão os cargos na exata proporção de seus membros.Ora, o PV fez dois vereadores, não possui força suficiente para bancar um candidato a presidente da Casa, e talvez nem mesmo para a Mesa.Nao se trata de concurso de “miss”, mas de obediencia à lei e à Constituiçõa.Só se espera que o Fruet e os seus não comecem a trajetória violando a lei, como tantas vezes fez o presidente anterior…

    • o PV fez 3 vereadores. E o PV integra a aliança que elegeu gustavo, com 8 vereadores. falta de informação resulta em bobagens como essa.

  6. Issso será uma homenagem ao Reitor Riad Salamuni ( pessoa honesta, fiel e familia). A fruta não cai longe do pé. Bruno Pessuti , vá de Salamuni na cabeça. O resto é resto. Viva a dona ODA. Sempre alerta . Joao fio

  7. para o cabloco ser presidente da câmara tem que articular muito e ter o apoio precioso do prefeito pois os vereadores não votaram se não receberem alguns mimos de quem tem a caneta na mão assim é jogo. mas o salamuni independente das articulações é um sujeito sangue bom e capaz e com conhecimento técnico e de como a câmara funciona internamente.

  8. Mas q ótima noticia!!!!!

  9. Sucesso nesta empreitada! Parabéns!