Alvaro Dias sem liderança e sem legenda para a reeleição

Cássio Lima Cunha substituirá Alvano na liderança do PSDB. Foto: José Cruz/ABr

O senador paranaense Alvaro Dias vai perder a liderança do PSDB no Senado, a partir de 2013, para o correligionário paraibano Cássio Cunha Lima. A decisão, que conta com a anuência do presidenciável mineiro Aécio Neves, será sacramentada na semana que vem.

O futuro político de Alvaro tende a se complicar, pois ele perderá a liderança do partido e, consequentemente, os holofotes. No Paraná, o senador tem sérios problemas no ninho com o governador Beto Richa.

Alvaro disse em várias oportunidades que Richa transformou o governo num balcão de negócios!. O tucanato no estado reagiu ao afirmar que lançará ao Senado o presidente do partido e da Assembleia Legislativa, Valdir Rossoni.

Se depender de Richa, a única vaga ao Senado em disputa não ficará com Rossoni nem com Alvaro. Será negociada com outro partido visando ampliar suas chances de reeleição ao Palácio Iguaçu.

Com janelas e portas fechadas para Alvaro Dias no PSDB, a pergunta que se faz na frente política é única: que caminho seguirá o quase ex-líder dos tucanos no Senado?

Comentários encerrados.