Artigo de Marcos Coimbra: “História do mensalão está mal contada”

por Marcos Coimbra*, via CartaCapital

Sociólogo Marcos Coimbra.

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal, a Procuradoria-Geral da República (PGR) e os comentaristas da grande imprensa! estão tão satisfeitos uns com os outros e tão felizes com a história que montaram sobre o mensalão! que nem sequer se preocupam com seus furos e inconsistências.

Para os cidadãos comuns, é daquelas que só fazem sentido quando não se tem muito interesse e basta o que os americanos chamam de big picture. Quando, por preguiça ou preconceito, ficam satisfeitos com o que acham que sabem, mesmo que seja apenas uma impressão geral!.

A história faz água por todos os lados.

Se fosse preciso apresentá-la de forma simplificada (e dispensando as adjetivações raivosas típicas dos comentaristas de direita), ela conta que José Dirceu e José Genoino criaram um esquema! entre 2004 e 2005 para desviar recursos públicos, comprar votos no Congresso e assim perpetuar o PT no poder!. Para secundá-los, teriam montado uma quadrilha!.

Mas, e se alguém quisesse entendê-la melhor? Se perguntasse, por exemplo, em que sentido a noção de recursos públicos é usada? Se fosse além, tentando perceber o que os responsáveis pelo plano fariam com os votos que pagassem? Se solicitasse uma explicação a respeito de nosso sistema político, para compreender a que esse apoio serviria?

Em qualquer lugar do mundo, a ideia de desvio! implica a caracterização inequívoca da origem pública e da destinação privada do dinheiro. Alguém, indivíduo ou grupo, precisa ganhar !“ ou querer ganhar !“ valores surrupiados do Tesouro. Senão, o caso muda de tipificação e passa a ser de incompetência.

A história do mensalão! não faz sentido desde o primeiro postulado. Só com imensa forçação de barra se podem considerar públicos os recursos originados da conta de propaganda do Visanet, como demonstra qualquer auditoria minimamente correta.

A tese da compra de apoio parlamentar é tão frágil quanto a anterior. O que anos de investigações revelaram foi que a quase totalidade dos recursos movimentados no mensalão! se destinou a ressarcir despesas partidárias, eleitorais ou administrativas, do PT.

Todos sabemos !“ pois os réus o admitiram desde o início !“ que a arrecadação foi irregular e não contabilizada. Que houve ilegalidade no modo como os recursos foram distribuídos. Só quem vive no mundo da lua ou finge que lá habita imagina, no entanto, que práticas como essas são raras em nosso sistema político. O que não é desculpa, mas as contextualiza no mundo real, que existia antes, existiu durante e continua a existir depois que o mensalão! veio à  tona.

A parte menos importante desses recursos, aquela que políticos de outros partidos teriam recebido vendendo apoio!, é a peça-chave de toda a história que estamos ouvindo. à‰ a única razão para condenações a penas absurdamente longas.

Não há demonstração no processo de que Dirceu e Genoino tivessem comprado votos no interesse do governo. Simplesmente não é assim que as coisas funcionam no padrão brasileiro de relacionamento entre o Executivo e o Congresso. Que o digam todos os presidentes desde a redemocratização.

Os dois líderes petistas queriam votos para aprovar a reforma da Previdência Social? A reforma tributária? à‰ possível, mas nada comprova que pagassem parlamentares para que o Brasil se modernizasse e melhorasse.

A elucubração mais absurda é de que tudo tinha o objetivo escuso de assegurar a permanência do PT no poder! (como se esse não fosse um objetivo perfeitamente legítimo dos partidos políticos!).

Os deputados da oposição que ficaram do lado do governo nessas votações são uma resposta à  fantasia. Votaram de acordo com suas convicções, sem dar a mínima importância a lendas sobre planos petistas maquiavélicos!.

E o bom senso leva a outra pergunta. Alguém, em sã consciência, acha que o resultado da eleição presidencial de 2006 estava sendo ali jogado? Que a meia dúzia de votos sendo hipoteticamente comprados! conduziria à  reeleição?

O que garante a continuidade de um governo é o voto popular, que pouco tem a ver com maiorias congressuais. E a vitória de Lula mostra quão irrelevante era o tal esquema do mensalão!, pois veio depois do episódio e apesar do escândalo no seu entorno.

Os ministros da Suprema Corte, a PGR e seus amigos se confundiram. A vez de comprar votos na Câmara para permanecer no poder tinha sido outra. Mais exatamente acontecera em 1997, quando, sob sua benevolente complacência, a emenda da reeleição foi aprovada.

* Marcos Coimbra é sociólogo e presidente do Vox Populi.

16 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Jacob sabe tanto de PIG que pensa que é mulher.

    PIG – invenção do Paulo Henrique Amorim, dono dum currículo nada confiável, quer dizer Partido da Imprensa Golpista.

    Nem sabe do que se trata, o Jacob, portanto.

    • Paulo Henrique Amorim é um cidadão que não merece o mínimo de credibilidade, pois fala mal da imprensa que não compactua com suas loucuras, mas venera o bispo Edir Macedo…

      Os PTistas odeiam tanto a Globo, a Veja, a IstoÉ e outros veículos de comunicação porque estes levam a informação ao povo, mas isso a banda podre do PT não quer que aconteça, pois o povo informado não cai nos contos de fadas do partido do Lula…

      O Lula precisa deixar a Dilma governar da forma como ela acha que deve, pois ele já foi presidente por oito anos e fez coisas boas e coisas ruins, deixa ela tentar ser presidente. É hora da Dilma se livrar de toda a herança maldita deixada por Lula (seus CUmpanheiros ladrões)…

  2. as pessoas que pensam são suplantadas pela tirania..

  3. O colunista Marcos Coimbra, já tinha escrito sobre o plano da mídia (PIG).Que vendo os partidos de oposição enfraquecidos nas últimas ELEIÇÕES para prefeitos mesmo com o “mensalão”,foram derrotados. Então, à PIG resolveu ELA mesma, fazer OPOSIÇÃO. Trata-se de um grupo de empresssários ECONOMICAMENTE, muito fortes e opoiados pela Mídia, entenda-se a própria PIG…!

  4. Eu fico impressionado com os efeitos de um bombardeio midiático (Veja, Globo, Folha, Estadão, etc) na cabeça de certas pessoas. Elas simplesmente perdem a capacidade de pensar e de analisar um assunto em profundidade para formar uma opinião isenta de preconceitos. E quando surge uma abordagem consistente e serena sobre o assunto, como esta de Marcos Coimbra, elas apenas reagem baixando o nível e descambando para as ofensas. Agora, se a pessoa não quer nem ler uma opinião diferente, então merece ter a “cabeça feita”.

  5. Nem me dou ao trabalho de ler o que este escritor de aluguel vomita no papel. Inacreditável a coragem de poucos em defender o indefensável. A cada ato de corrupção dos ptralhas evoca- se a “privataria tucana”, como se aqueles traques fossem capazes de apagar o boom de corrupção que acompanha essa matilha petista.

  6. O assunto este “mensalão” que já ta mais que saturando!!!!!

  7. Deixa de ser cretino Sr. Coimbra !!! Carta Capital é o órgão oficial do Lula,pago com dinheiro público roubado ! É impressionante o que um punhado de grana faz com a cabeça de certos jornalistas . Porisso querem o controle da mídia. Para colocar um monte de imbecis feito esta toupeira ofendendo nossa inteligencia !!

  8. a historia da tv paulista contada ,mal contada:isso eu ouvi outra emissora fazendo esse relato .não sei quem e mais honesto se o delator do vaticano ,ou thomas jeferson. não sei quem cometeu mais crimes ,se kadafi ou truman. não sei e um angú cheio de caroços.a historia do brasil continua ,chamando os holandeses de invasores ,mas o certo era evangelismo.a historia contemporanea demontra isso.o brasil e o pais da mentira e calunias.

  9. Formata este texto em ofício e manda pro STF, ou ainda, para um tribunal internacional. Vai conseguir mudar o rumo de tudo, do processo, da história, da novela, da Fazenda Record, do PCC. Como é que ninguém pensou nisso ainda? KKKKKKKK

    • E vc ri do que? de certo de sua incapacidade de compreender o texto, por sinal muito esclarecedor, principalmente para pessoas que acreditam no circo montado na corte dos horrores. Se informe melhor, Sr J, do que tem acontecido no país, nos últimos 20 anos, não leia a Veja e não assista a globo. Acredito que, seguindo essas recomendações o Sr poderá reverter essa mentalidade de ameba.

      • Eu leio a Veja, a IstoÉ, assisto a Globo, a Record, a Rede TV, a Band e até mesmo o SBT, todos tem seus méritos ao ofertar informações ao público, cabe a este saber ler, interpretar e analisar o que é verdade e o que é metira. Sem os veículos de comunicação, sejam estes de situação ou de oposição, muita roubalheira não viria a tona, o cidadão brasileiro sequer saberia dos acontecimentos e talvez esta possa ser a principal crítica que os PTistas fazem quando a matéria mostra os corruptos do partido botando as garras de fora. Será que os simpatizantes acreditam mesmo na inocência de Zé Dirceu??? Eu não creio que possam realmente ser tão partidários a ponto de fechar os olhos para as sacanagens. Eu já fui até filiado ao PT, mas quando Lula ganhou a presidência da república e vi o quanto o cara mudou, quanto seus discursos haviam tomado rumos diferentes do que ele próprio pregava, me afastei, pois percebi que só haviam mudado os nomes dos ladrões, pois a prática continuava a mesma da outra turma.

  10. Eu ainda quero ver o chefe mor da quadrilha tucana na gaiola!!!
    Porque a imprensa ávida a escândalisar a vida política dos petistas, silencia-se diante do Livro Privataria Tucana com documentos e provas da roubalheira da quadrilha tucana!!!

    • Que outros ministros com a coragem de Joaquim Barbosa julguem e condenem todos os culpados por corrupção neste país, sejam eles Tucanos, PTistas, DEMos, PMDBistas, Comunistas, etc e tal, mas que por favor, não poupem os líderws destas quadrilhas, mesmo que estes tenham ocupado a cadeira de presidente da nação…

  11. E realmente estamos falido, so nao veem a mao no jarro quem nao quer ou esta comprometido com com toda podridao, vide esrcitorio da presindencia em Sao Paulo(heranca do sapo barbudo e cia)

    • dizer q vai taxar os aposentados em um dia, e no outro dia diz ñ taxar os aposentados… É O CUMULO DO MAQUIAVELISMO!!É abusar da inteligencia dos Paranaenses. Só os otários ñ veem isso. E é por isso q o mensalão, é uma estoria muito mal contada… Ñ deu certo em SP, em Ozasco o PT ganhou em primeiro turno,em Pinhais o LUIZÃO doPT obteve 92% do votos dos pinhalenses, E em Curitiba,os preconceituosos,tucanadas do DEMO. Vao ter de aturar um ditado muito simples do ZAGALO…”VAO TER Q ENGOLIR O PT A SECO” Ñ gostou? reclame no Procon.