A gente não soube mostrar a transformação da cidade!, lamenta Luciano Ducci

Temos de conversar [com o prefeito eleito Gustavo Fruet sobre a suspensão do projeto do metrô], tem de ver a opinião do governo federal. (…) O que não pode é perder os recursos da obra”.

Em tom de autocrítica, o prefeito Luciano Ducci (PSB), de Curitiba, em entrevista à  repórter Rosane Félix, do jornal Gazeta do Povo, edição deste domingo, tenta explicar os motivos da derrota eleitoral sofrida. A gente não soube mostrar a transformação da cidade!, disse, que ainda assumiu a responsabilidade pelo fracasso: “Eleição, quando a gente ganha, é todo mundo que ganha. E, quando perde, é o candidato. Nesse caso, quem perdeu fui eu. Não há como mudar isso”.

A seguir, leia a íntegra da entrevista de Ducci:

O prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB), estava sem os sapatos quando recebeu a reportagem da Gazeta do Povo em seu gabinete. Ele os havia mandado para a limpeza, pois estavam cheios de barro, após visita a obras de uma creche municipal no Conjunto Moradias Itaqui, no bairro Campo de Santana, sul da cidade. Apesar da derrota eleitoral já no primeiro turno !“ ele ficou em terceiro lugar, com uma diferença de 4.402 votos para Gustavo Fruet (PDT) !“, Ducci pretende inaugurar o maior número de obras até o fim do ano. Para acompanhá-las de perto, continua percorrendo a capital.

Durante os 45 minutos em que conversou com a reportagem, Ducci estava sereno e descontraído. Disse que não guarda mágoas de ninguém pela derrota. Ao avistar o certificado e o troféu do Americas Award, prêmio em reconhecimento ao esforço da prefeitura em reduzir a mortalidade infantil, contou que não quis viajar para recebê-lo pessoalmente. Achei que eu ia estar no segundo turno.! A entrega foi feita em 26 de outubro, na Colômbia, pelo Cifal e pela Unitar, órgãos das Nações Unidas.

Ducci ainda não definiu o que fará a partir de janeiro, quando deixa a cadeira de prefeito. Mas confirmou que continuará caminhando ao lado do governador Beto Richa (PSDB).

Como o sr. avalia o resultado da eleição?

A opinião das pessoas se refletiu nas urnas. Agora o que faço é desejar a Gustavo Fruet que faça uma boa gestão. Falo isso como curitibano, como prefeito, como pessoa que gosta muito de Curitiba, que tem família, filhos aqui, e que, daqui um tempo, quem sabe, terá netos aqui. Espero que ele faça uma gestão que seja uma continuidade de tudo o que tivemos. Não é à  toa que Curitiba é a melhor cidade do Brasil para se viver, que é referência no país e no mundo.

O sr. acompanhou a campanha do segundo turno?

Para ser sincero, não acompanhei nenhum programa eleitoral, nenhum debate. Mas várias pessoas me falaram: aquela tua proposta está com o fulano, aquela outra está com o outro… Praticamente todas as nossas propostas do primeiro turno foram incorporadas [por Fruet ou Ratinho Júnior] no segundo turno. Fico contente, porque mostra que a gente estava com as melhores propostas.

Em 2012, a taxa de reeleição dos prefeitos de capitais caiu bastante, chegou a apenas 50%, contra 95% em 2008. O sr. foi um dos que não conseguiu se reeleger. Como avalia esse fenômeno nacional?

Cada caso é um caso. Nós fizemos uma boa gestão. Tenho tranquilidade para falar isso, pois os indicadores sociais mostram isso. Quando se diz que é a cidade que mais reduziu a pobreza e a miséria no Brasil, pelos dados da Fundação Getulio Vargas; quando temos a menor taxa de desemprego; o maior salário médio do país,!­!­ ultrapassando São Paulo; o quarto maior PIB [municipal]; a melhor nota do Ideb; e a menor taxa mortalidade infantil, dá para ter segurança de que fizemos uma boa gestão. Agora temos um parque de obras na cidade, até pela boa gestão feita na busca por recursos. Mas talvez isso tenha até atrapalhado um pouco [na eleição]. Mas talvez as propostas mais direcionadas ao indivíduo tenham sido mais aceitas do que as proposta de entendimento de um projeto para a cidade.

O sr. avalia que o curitibano foi muito exigente? Que estava acostumado com inovações, obras originais, e sentiu falta disso?

Acho que a gente não soube mostrar de forma adequada a transformação pela qual a cidade vem passando, que tem sido diferente da que ocorreu em outras épocas. Há o Ligeirão, um grande avanço no transporte público, e os ônibus híbridos elétricos. Mas a grande transformação tem ocorrido na área social, e não soubemos explorá-la bem durante a gestão e nem durante a campanha. Nos indicadores sociais, Curitiba deu um grande salto. Há pouco, eu estava no Conjunto Moradias Itaqui, no sul de Curitiba. Ali não tinha nada há dois anos. Hoje são centenas de casas, pessoas e famílias morando ali, que saíram das beiras dos rios. Está praticamente pronta uma creche para atender as famílias. Há uma ampliação de escola estadual e a proposta de construção de uma unidade de saúde. Foi essa transformação, na área social, que fizemos. E as obras também estão aí: o viaduto estaiado, as trincheiras da [Rua] Chile, da Guabirotuba, da Linha Verde. E nós viabilizamos recursos para o metrô. Conseguimos montar toda a modelagem do metrô com o governo federal. Seremos modelo de licitação de parceria público-privada. Só não saiu a licitação ainda porque falta definir a porcentagem do componente nacional do maquinário do metrô.

O sr. vai atender ao pedido de Gustavo Fruet para suspender a licitação do metrô?

Temos de conversar, tem de ver a opinião do governo federal. Se o projeto estiver pronto, é uma coisa, pois acho que é justo que quem batalhou e viabilizou os recursos faça a licitação. Cabe ao prefeito eleito cancelar a licitação, se achar que é conveniente. Mas acho que não vai chegar a esse ponto. Há momentos de diálogo. O que não pode é perder os recursos da obra [R$ 1 bilhão repassados pela União a fundo perdido]. Todo mundo é favorável ao projeto do metrô; isso vai impulsionar um grande desenvolvimento para o sul da cidade. Hoje o modal terá uma capacidade para 450 mil passageiros, mas no futuro poderá chegar a 1 milhão de passageiros. Muita gente é contra, quer defender o modelo atual. Eu sou das pessoas que mais defende o modelo atual. Se não defendesse, não estaria com o Ligeirão, com o ônibus híbrido elétrico, com o desalinhamento das estações-tubo do Santa Cândida até Praça do Japão. Já existe a proposta de fazer o Ligeirão Centenário-Campo Comprido e até de colocá-lo em todos os eixos [de transporte]. Mas pensar no metrô é pensar daqui 40, 50 anos. Não é um projeto para 4 anos.

Mas o sr. concorda em deixar o assunto em suspenso pelos próximos dois meses?

Vou conversar com o governo federal, que é um parceiro importante. Tudo que está modelado, viabilizado, é em cima de um projeto que está sendo discutido há três anos. Então entendo que, se for recomeçar o projeto, provavelmente será perdido dinheiro ou não será suficiente para outro projeto. Fazer outra linha [de ônibus para substituir o metrô], como o Inter 2, por exemplo, é totalmente inviável. Se somar os passageiros do Interbairros e do Ligeirinho Inter 2, chega a 150 mil passageiros.

O sr. aposta numa grande projeção do PSB?

Elegemos seis governadores [em 2010], foi um excelente resultado. Agora, na eleição mu!­!­!­nicipal, consolidamos o partido na Região Sul !“ com ex!­!­!­ceção de Curitiba, que foi lamentável para nós perdermos a eleição por 4 mil e poucos votos. Mas o projeto nacio!­!­!­nal consolidou o partido [o PSB elegeu 5 prefeitos de capitais].

Com a vitória do PSB sobre vários candidatos do PT nas eleições municipais, há possibilidade de o partido se aproximar mais do PSDB? Ou a legenda trilhará caminho próprio?

O PSB nunca foi sublegenda do PT. Fez parte da chapa que elegeu a presidente Dilma. Por enquanto, continua fazendo parte dessa base, sem nenhum tipo de mudança.

O sr. guarda alguma mágoa de lideranças políticas ou de partidos pela sua campanha?

Eleição, quando a gente ganha, é todo mundo que ganha. E, quando perde, é o candidato. Nesse caso, quem perdeu fui eu. Não há como mudar isso. Você pode achar um monte de motivos para explicar por que perdemos a eleição, mas nada muda o resultado. Então não adianta olhar para o passado, temos que olhar para o futuro.

Vai continuar caminhando no futuro com o mesmo grupo político?

Eu tenho um respeito muito grande pelo governador Beto Richa. Ele é minha principal liderança aqui no Paraná. Nacionalmente, tenho um partido que admiro muito, com um presidente que é um grande líder nacional, o Eduardo Campos [governador de Pernambuco]. As coisas serão feitas de forma combinada.

44 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. HAAAA tá…..me engana que eu gosto! pq não mostrou as calçadas inacabadas da Fredolim Wolf,as obras a passos de tartaruga da Augusto Stresser ….as calçadas retiradas ao lado da canaleta da Marechal Floriano lá no Boqueirão…os rios que cortam a cidade poluídos…..a cobertura do terminal Boa Vista onde chove mais dentro do que fora aliás de quase todos os terminais …..e etc etc etc ….

  2. haaaaa mostrou sim…uma cidade cheia de buracos que o senhor mandou cavar e nao terminar…adios ducci..vai cuidar das criancinhas,porque como prefeito ninguem mais te quer..adios

  3. Hoje o maior derrotado de tudo isto é BETO RICHA, que se acha dono do mundo e ta vendo a casa cair. QUEM PERDEU A ELEIÇÃO PARA O DUCCI foi vc GOVERNADOR BETO RICHA, estão todos revoltados com a tua administração, me conte qual obra vez como governador para a cidades da região metropolitana, conte como esta a Educação e o Professores no Paraná, conte como esta sendo tratada a Policia Militar no seu mandato. Fora a saúde e tudo mais, Ducci agradeça a tua derrota ao Beto Richa eles foi o buraco no teu caminho.

  4. acho que todos concordamos em uma coisa.
    o apoio do beto foi crucial para a derrota do ducci e ratinho.

  5. Faltou a bicicleta na campanha do Ducci, cadê aquele tal de professor Galdino? Fazer campanha em Ponta Grossa ele vai, porque é que ele não fez também aqui para ajudar o prefeito? Este Galdino é um Babaca.

  6. Quanta maldade.
    O Dr. Ducci pretende retomar a sua grande vocação que é cuidar das mães e crianças de Curitiba. Com certeza ele estará a partir de janeiro trabalhando em um posto de saúde de nossa Capital tratando dos Curitibanos. Afinal ele é um pessoa de ótimo coração, altruísta que apenas entrou para a política com o ideal de ajudar os outros. O resto é maldade. Voces vão ver….

  7. O tal Marcelo Santana é um dos agentes de trânsito que foi mandado embora da DIRETRAN, o que deve ter deixado ele meio desconcertado pois mistura quem só tem cargo com quem é funcionário de carreira e morre de ciúmes de quem é competente. Chega de chorar Marcelo, vai procurar outro emprego.

  8. Não devia mais nem aparecer.
    Pega o seu chapéu de boiadeiro e simbora!

  9. Seus “aceçores” derrotaram o senhor. Andriguetto, Pacheco, João Marcon, Jamur, Dinorah, todos estes trabalharam contra o senhor. E o senhor não fez nada apesar de ser avisado muitas vezes de suas infidelidades. Colheu o que prantou.

  10. EU VOTEI NO PROMEIRO TURNO PARA O RATINHO,POIS QUERIA VOTAR CONTRA O BETO E NO SEGUNDO TURNO FUI DE GUSTAVO POIS QUERIA VOTAR CONTRA O BETO.ENFIM VOTEI CONTRA BETO E CIA LTDA.

  11. Senhor Ducci,

    O Beto perdeu a eleição, fosse quem fosse com o apoio do governador perderia. Ademais, a gente é Senhor do que cala e escravo do que fala, melhor se conter e nada falar. O povo cansou da pirotecnia e espuma que o governador vinha fazendo, consequência o povo acertou as contas e Vossa Excelência pagou o pato.

  12. O próximo a cair fora será o Betinho viajando Richa que acha que tá tudo mil maravilhas e vai levar aquela fumada também.
    Se esperte loko e começe tirando essa corja de mentirosos que você colocou na Copel, Sanepar, Detran,Iap, Der.etc…… porque essa galera tá queimando a tua cara mais ainda.

  13. como medico, foi um pessimo engenheiro, de obras e transito
    ainda mau acompanhado.
    sem perspectiva na politica, deve voltar a ser
    medico.

  14. Acho que o Ducci não foi avisado de que o Fruet é o governo federal.

  15. Eu gosto muito do Ducci, acho ele um otimo tecnico, nao pode ser um politico perfeito como a maioria é, o problema é que esses politicos de hj, so promentem as coisas e nao fazem nada.
    vi muitas pessoas falarem que nao votavam nele pq o Beto esta junto etc!!

    • CONCORDO COM O EDUARDO.

      • POIS EU DISCORDO DOS DOIS.
        O DUCCI PERDEU PORQUE É MUITO RUIM DE VOTO MESMO!

        • É ruim de voto, e a família Fruet tem fama de de ser ruim de gestão executiva. Maurício foi ótimo pros funcionários da Prefeitura e péssimo pra cidade. Quem lembra da nojeira da praça Rui Barbosa, cheia de camelôs? A Rua XV loteada com barraquinhas de turco. Foi simplesmente por isso que o pai do Fruet perdeu em 12 dias, pro Jaime Lerner, uma eleição que estava ganha. Espero que o filho não faça o mesmo.

  16. SOU DE CURITIBA E SEMPRE ADMIREI SEU TRABALHO,MAS NAM VOTEI NO SR POR UM SIMPLES MOTIVO.BETO RICHA

  17. A derrota do DUCCI nada mais é do que reflexo da atual “popularidade” do BETO RICHA.
    Em 2014, quem viver, verá!!!!!

  18. O meros servidor público sabe bem reconhecer o valor do nosso prefeito Luciano Ducci, do governador Beto Richa e do ex-prefeito Cássio Taniguchi. Acompanhamos de perto o Planejamento feito, participamos de toda obra. Os funcionários leais sabem disso.
    Esse grupo transformou Curitiba e nosso povo ainda vai sentir saudades.

    • E verdade deve ter transformado a vida de vocês. Conheço um montão de comissionado que se transformou, você deve não conhecer posto de saúde e nem transporte coletivo em Curitiba e um tantos de outras que nem vale a pena ficar mencionando, já perderam limpam a gaveta, que atras vem gente.

    • No minimo vc deve ser mais um pau mandado que tá morrendo de medo de perder uma chefiazinha de merreca. Aposto que toda a vz q um dos 3 prefeitos citados gritasse na sua orelha de dumbo: junto, role, finja de morto; voce fazia com maestria, pra ganhar um ossinho né?. Como pode ter gente tão cega nesta cidade. Aposto sim que muitos servidores vão sentir saudades. Saudades das piadas feitas pela vergonha que esta tríade de politiqueiros transformou a cidade e a prefeitura, com seus desmandos e sua corja de estelionatários.

  19. errata : correto , e mmiv

  20. seu duchi lamento :mas o senhor foi um cego de acreditar no richa .veja que o richa jogou fora muitos companheiros. o senhor foi usado como trampolim de mergulho.mas o richa tambem sera derrotado em 214, se a grande midia deixar…

  21. Mostrar a transfrmação da cidade para quem, sr.Ducci? Para os turistas?Eles não votam aqui. MAS OS CURITIBANOS CONHECEM MUITO BEM SUA CIDADE e, finalmente estão aprendendo a escolher melhor os seus administradores. Acorda sr Ducci e sua turma de mercenários máfiosos, espoliadores dos bens públicos, arrumem suas malas e vão curtir as lembranças dos tempos que se encerram.

  22. Hoje fui dar umas voltas de bike no Pq Barigüi, na descida da C. Hartmann, um esquilo atravessando a pista, quase que o atropelei, notei a falta das galinhas d’água que os cães exterminaram, a pista para bike tem 80 cm de largura.

    Porém as obras suntuosas estão lá, ponte desnecessária, centro de exposições privatizado, equipamento de exercício físico com as cores do PSDB…

    Ainda querem ganhar eleição?

  23. A ADMINISTRAÇÃO DUCCI FOI UM FRACASSO! ELE QUIS SER DIFERENTE DO BETO RICHA! COLOCOU EX-TANIGUSHIS NO PODER, COMO A DINORAH, JOÃO MARCOM, MARCOS ISFER, E TODA A TURMA DO IPPUC COMO O EDSON SEIDL E DAÍ MOSTROU A VERDADEIRA FACE!
    O BETO AO MENOS VINHA DA HERANÇA DO PAI DELE, O VELHO RICHA, QUE FOI UM DEMOCRATA.
    O POVO NA PREFEITURA TAMBÉM NUNCA GOSTOU DO DUCCI QUE TRATA TODO MUNDO MUITO MAL!
    DEU NO QUE DEU!

  24. Claro que não quer que o projeto do metrô seja engavetado. Quem vai pagar os abutres(empreiteiros), que ja devem ter recebido algum adiantado, na certeza que o “vulgo” pediatra, agora a um pé do TC, iria levar mole mole esta reeleição? Como diz a famosa frase: Chupa Ducci que é de Fruet… Paga do teu bolso as gordas comissões que foram acertadas após o expediente, em jantares caríssimos, cuteados com dinheiro público, no gabinete do prefeito instalado na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, dentro do Parque Barigui. Jantar regado a vinho espanhol de R$400 contos a garrada, cascata de camarão e bacalhoada completíssima. É mentiiiira tééérta… Veeerdaaadiii… Vai aplicar os 30 milhões “da herança” da Sra. Marry Ducci… Não vai trabalhar no TC??? Então, deve manjar muito de aplicações e mercado financeiro… Vaza…

  25. Nao conseguiu mostrar a transformação da cidade , conseguiu mostrar somente a evolução do patrimônio pessoal.

  26. Não quer que o projeto metrô seja cancelado pq tem acertos com empreiteiras e comissões referentes aos 1 bilhão.Tem muitas outras ações melhores que podem ser feitas com esta grana.

  27. Ducci está errado, ele devia ter dito: “nós não soubemos avaliar com sabedoria o imbroglio Arena Fifa”. Levando-se em conta a diminuta diferença do número de votos, poder-se-ia dizer que, ao retirar o projeto da Câmara Municipal às vésperas da eleição, Ducci teria comprado seu terreno no cemitério político da nossa aldeia. Se Ducci não for contemplado com uma vaguinha no Tribunal de Contas do Estado, ele terá dado adeus à política. Depois não digam que não avisei. Se determinadas pessoas me ouvissem mais, elas teriam evitado muita coisa ruim, hehehe.

    • Caça as bruxas. Quem mandou achar que não precisava ser simpático, ostentar menos (vide a quantidade de seguranças e de assessor envolta), ter um gabinete menos burocrata e por aí vai…Agora a culpa é dos outros. É melhor ele rever seu potencial como político.

  28. Ducci, como Prefeito, Beto apoiando, não perdeu por pouco mais de 4 mil vooto, perdeu pela somatoria de todos os votos que teve contra.

  29. transformação com a rosangela bastittella, marcos isfer, saúde um caos, trnsporte coletivo uma vedadeira montanha russa acidentes frequentes com mortes, “terceirização” da rodoferroviária estacionamento dais antes da eleição,”terceirização”dos terminais, da pedreira do parque iguaçu. obras nos meses da eleição, corrupção na câmara, uso da máquina na cara dura, a falta de carisma do ducci, a arrogância do ducci e de seus cabos eleitorais etc etc.. graças a DEUS CURITIBA SE LIVROU DESSE GRUPO.

    • Marcelo , tem gente que pode continuar como é o caso do Marcos Isfer que é ligado do Rubens Bueno, e o PPS embarcou na canoa do Fruet no segundo turno

    • Estranho é que o Fruet não vai mudar nada disso. Afirmou que não vai fazer o metrô e como saída pro transporte coletivo vai encher as ruas com mais ônibus = a mais acidentes, passagem mais cara e trânsito ainda pior. O Gustavo se rendeu a turma do Jaime Lerner que gosta de “vender” o ônibus no lugar do metrô. Se Curitiba ainda não tem metrô, a culpa é dele que nunca se esforçaram pra fazer e o Fruet vai continuar nessa.

  30. Ô dó!!! Que peninha!!!!

  31. Ele, deveria administrar as “fazendas” de sua esposa Marry. Que de Pediatria, ele não deve estar atualizado. Na Prefeitura, como médico…o salário, é tão baixo que mesmo médicos, recém formados…após concurso; desistem do emprego…!

  32. Esmael, bom dia (domingo cedo, e nós aqui…). O candidato que tentou sua reeleição à Prefeitura de Curitiba, mas foi derrotado, faz uma ‘”mea culpa”, porém é parcial em sua análise. Seu “guia” Beto Richa, também foi derrotado. uma vez que considerava Curitiba, seu reduto eleitoral (Fica Beto, quem não se lembra disso (?). Taniguchi, seu coodernador de campanha, não pode aparecer, porque condenado pela justiça [ e só não foi preso porque quando saiu a sentença, já tinham se passado 10 anos (!)]. O PSB de Eduardo Campos – PE, não é igual ao seu PSB, ligado a Jaime Lerner e cia. Campos é neto do SAUDOSO Miguel Arraes e creio que pensa bem diferente dele ( Luciano ).

    • Pra quem não quer saber, o grupo do Lerner está é com o Gustavo Fruet, e agora vão tentar barrar a construção do metrô pra continuar faturando com o lobby dos ônibus.