Leia as manchetes deste sábado

Jornais do Paraná

– Gazeta do Povo: Após 90 dias, corpo a corpo pelos últimos votos na capital

– Folha de Londrina: TRE quer coibir ‘boca de urna eletrônica’

– O Diário (Maringá): Maringá vai à s urnas com 211 processos pendentes

– Diário dos Campos: PM apreende material “apócrifo” contra candidato

– Jornal da Manhã: Governador nomeia 45 servidores à  UEPG

– O Paraná: Banco de Projetos do Paraná fica na gaveta

– Gazeta do Paraná: Mais de 2,8 mil candidatos esperam definição do TSE

– Jornal Hoje: MP investiga supertaxa por remarcação de passagens

– Gazeta do Iguaçu: Neste domingo, 186.041 eleitores vão à s urnas para escolha de prefeito e vereadores

– Diário do Noroeste: Ibope aponta Rogério Lorenzetti com 46% e César Alexandre com 37%

– Tribuna de Cianorte: Bongiorno e Flávio Vieira tem novo empate técnico, diz Ibope

– Tribuna do Norte: Justiça promete rigor contra boca de urna em Apucarana

Jornais de outros estados

– Globo: Ficha Limpa ainda pode barrar 3 mil candidatos

– Folha: Eleição nunca teve tantos partidos com chance nas capitais

– Estadão: Candidatos elevam tom em eleição indefinida

– Correio: UnB suspende inscrição no vestibular e no PAS

– Estado de Minas: Promessas em terras devastadas

– Jornal do Commercio: Suspense até a última hora

– Zero Hora: à€ espera

Revistas semanais

– CartaCapital: O vencedor de 2012 – o crescimento do PSB no cenário político brasileiro.

– Veja: O menino pobre que mudou o Brasil – Joaquim Barbosa: austeridade

– Istoà‰: Vai ser mais difícil roubar?

– à‰poca: A mulher venceu a guerra dos sexos. Os homens que se cuidem

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A Coligação ‘Quem Manda é o Poro’ que sustenta a candidatura de Barbosa Neto (PDT) à Prefeitura denunciou ontem que não foram observados os procedimentos definidos pelo TSE para a geração de mídias que carregaram as urnas eletrônicas da 157ª Zona Eleitoral de Londrina. O assunto foi abordado através de entrevista coletiva à imprensa, concedida no início da noite desta sexta-feira por Barbosa e pela advogada Maria Aparecida Cortiz, especialista em votação eletrônica que requereu o refazimento do processo de geração de mídias observando o sistema e versão determinados pelo Tribunal Superior Eleitoral.

    A 157ª Zona Eleitoral representa mais de 20% do eleitorado municipal e pode definir se haverá ou não segundo turno, assim como a classificação dos candidatos para um eventual embate final. Apesar da gravidade da denúncia a Folha de Londrina, que é o principal jornal da cidade e fechou sua edição às 22h07, não deu uma só linha sobre essa sabotagem que pode comprometer as eleições deste domingo. Barbosa foi afastado da Prefeitura em 30 de julho por ato golpista da Câmara de Vereadores e vem sendo prejudicado de todas as formas pela grande imprensa na atual campanha.