Nota oficial do PT: “A Dilma é nossa!”

Roseli Isidoro divulga nota oficial do PT desancando Luciano Ducci (PSB).
A presidenta do PT municipal de Curitiba, Roseli Isidoro, que disputa uma vaga na Câmara, em nota oficial, desancou o prefeito Luciano Ducci (PSB), candidato a reeleição, que ontem à  noite usou a imagem da presidenta Dilma Rousseff no horário eleitoral gratuito.

No documento, a petista disse que o uso da imagem da presidenta na propaganda do prefeito “é oportunismo e manobra para ludibriar os eleitores”.

Roseli Isidoro afirma na nota que não é só no metrô que o governo federal tem ajudado. Ela também destaca a parceria, desde os tempos de Lula, em investimentos, obras e convênios.

A petista também deu uma cacetada no que ela considera “apagão” da saúde e na falta de planejamento da administração Ducci.

A seguir, leia a íntegra da nota oficial do PT:

Nota Oficial

Recebemos com surpresa o fato do prefeito e candidato à  reeleição, Luciano Ducci (PSB), ter colocado a Presidenta Dilma Rousseff (PT) em na sua propaganda eleitoral da noite de ontem (10/09/2012). Se por um lado essa situação causa estranheza, por outro é até previsível: vale destacar que, de 2003 para cá, os governos do PT batem recordes sucessivos de aprovação, popularidade e é inegável o sucesso das políticas públicas implantadas nesse período no país. Mesmo os mais ferrenhos opositores e os gestores que caminham na contramão dos avanços do modo petista de governar sabem que, na hora de correr atrás dos votos, eles não encontram ícones e exemplos populares em suas legendas como a Presidenta Dilma, com sua bagagem de credibilidade e de eficiência administrativa para priorizar as pessoas.

Dilma carrega a mesma visão republicana de governar o país que presenciamos sob os mandatos do estadista Luiz Inácio Lula da Silva, presidente de honra do nosso partido. Essa visão republicana, sem discriminação e com foco na necessidade e no interesse da população do estado e do município, independentemente do partido do governante de plantão, foi o que possibilitou o olhar e uma atenção toda especial para Curitiba. Atenção manifestada em investimentos, obras, convênios e parcerias.

Mas Curitiba não vive só do projeto do metrô. Nós lamentamos profundamente a inércia e a falta de planejamento da administração municipal em outras áreas que necessitam de atenção e de metas concretas ou mesmo a não priorização e respeito pelas pessoas que mais necessitam. A Saúde passa por um verdadeiro apagão! na cidade de Curitiba; A visão equivocada do município na execução dos programas de habitação do governo federal impede avanços no sentido de vencer o déficit de moradia, de reduzir a proporção de pessoas que vivem abaixo da linha nacional de pobreza (10,18%) ou vivem em habitações inadequadas (10,09%); A educação carece de atenção e, enquanto usa de forma casuística a imagem da Presidenta do Brasil, visando apenas angariar votos com a popularidade dela, o prefeito esquece de apresentar soluções para problemáticas sociais graves, para as demandas de atendimento social e de geração de oportunidades para jovens, idosos e crianças.

Não fossem os recursos de diversos programas e ações desenvolvidos desde o primeiro governo do Presidente Lula, Curitiba estaria passando por dificuldades ainda maiores. Curitiba só vai avançar e acompanhar o ritmo de desenvolvimento social de outros municípios quando tiver uma administração realmente comprometida com o bem estar das pessoas e não com um prefeito que acha que seu papel é o de colocar projetos embaixo do braço e pegar um avião para bater na porta dos gabinetes em Brasília. Curitiba Quer Mais! Porque somos maiores que isso.

Ao final da propaganda de ontem, Luciano Ducci faz um trocadilho no qual associa sua imagem ao comercial de uma operadora de telefonia celular. Nesse ponto da comparação, nós concordamos. A operadora em questão tem enfrentado uma verdadeira batalha de explicações junto à  Anatel, devido ao grande volume de reclamações que questionam a qualidade dos serviços oferecidos.

Roseli Isidoro

Presidenta do PT de Curitiba.

Comments are closed.