Justiça suspende perda de tempo de Fruet no rádio e libera jornal de Ratinho sobre censura

Os advogados Guilherme e Pereira comemoram êxito no front jurídico.

O advogado Luiz Fernando Pereira informa que a juíza Renata Estorilho Baganha, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), suspendeu a decisão que retirava de Gustavo Fruet (PDT) seis minutos no rádio. A pena ao pedetista havia sido dada pela própria magistrada, que reconsiderou a condenação.

Além de recuperar o tempo no rádio, Fruet e Ratinho Junior (PSC) conseguiram reverter perda de tempo na tevê, por 5 a 1, em virtude de vinheta de passagem que identifica os candidatos ao cargo majoritário com os números 12! e 20!.

O advogado Guilherme Gonçalves, da coligação de Ratinho, disse que a Justiça também liberou hoje jornal da campanha que denunciava a tentativa de censura ao pai do candidato, o apresentador Ratinho, por parte da coligação do prefeito Luciano Ducci (PSB).

“O dia não foi nada bom nos tribunais para a coligação do prefeito”, avaliou Gonçalves.

Comentários encerrados.