Bancários de Curitiba e Região Metropolitana encerram a greve

do G1 PR
Agências funcionam normalmente nesta quinta-feira (27)

Mais de 600 bancários participaram da assembleia que decidiu pelo fim da greve.

Os funcionários de bancos privados e da Caixa Econômica Federal de Curitiba e Região Metropolitana decidiram, em assembleia, nesta quarta-feira (26), encerrar a greve de oito dias da categoria. Eles aceitaram a proposta feita pela Federação Brasileira dos Bancos (Fenabran) e as agências vão reabrir nesta quinta-feira (27).

Os funcionários do Banco do Brasil foram os últimos a aceitar a proposta. Com isso, as agências do BB também devem reabrir a partir de quinta.

A paralisação da categoria foi nacional e comandada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). A principal requisição da categoria é de um aumento de 10,25% nos salários, enquanto Fenaban propôs, inicialmente, um reajuste de 6%.

Porém, após negociação, a Federação ofertou reajuste nos salários de 7,5% e de 8,5% no piso salarial e nos auxílios-refeição e alimentação. Além disso, a categoria conquistou 10% de aumento no valor fixo da regra básica e no limite da parcela adicional da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

Municípios da região de Londrina e de Maringá também encerraram a mobilização

Os bancários de Londrina e Maringá, no norte do Paraná, também decidiram nesta quarta-feira acabar com a greve. Eles voltaram ao trabalho ainda nesta quarta.

Comentários encerrados.