Quem pediu a cabeça de Francischini na CPI do Cachoeira?

Francischini, o valentão do PIG, sendo contido pelos colegas na Câmara durante entrevero com Dr. Rosinha (PT-PR). Foto: Andre Borges/Folhapress.

O deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) foi defenestrado na última quinta-feira (5) da CPI do Cachoeira.

O ainda tucano Francischini foi surpreendido pela comunicação do líder do partido na Câmara, deputado Bruno Araújo (PE).

O blog soube que Rubens Bueno, líder do PPS, fora informado um dia antes pelo líder tucano durante almoço no restaurante do 10!º andar da Câmara. Francischini ficou sabendo que seria substituído na CPI somente no dia seguinte.

A quem interessaria a cabeça de Francischini? A vários. O parlamentar conseguiu colecionar desafetos na direita, no centro e na esquerda pela estridente participação na Comissão que investiga as relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com a imprensa e políticos. Também trocou bofetadas! recentes com Rubens Bueno por causa da vice na chapa do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB). O tucano queria a vaga. O governador Beto Richa (PSDB) disse não.

Francischini faz beicinho porque perdeu os holofotes da CPI. Ameaça deixar o ninho e ingressar no Partido Ecológico Nacional (PEN), que pertence à  base política da presidenta Dilma Rousseff. Daqui a 20 dias, tudo indica, o parlamentar tucano estará sob a direção de Gleisi Hoffmann, a ministra-chefe da Casa Civil e virtual candidata do PT ao Palácio Iguaçu em 2014.

Confirmando-se a transferência do delegado licenciado da PF para a base de Dilma, será irônico assisti-lo reunido com o companheiro! deputado Dr. Rosinha (PT-PR), com quem quase foi à s vias de fato, ou trocando afagos com o governador Agnelo Queiroz (PT-DF), outrora seu alvo preferencial.

Comentários encerrados.