Começou a campanha: Justiça determina apreensão de revista com ataques a Gustavo Fruet

Fac-símile da capa da revista.
O comitê jurídico da campanha de Gustavo Fruet (PDT), comandada pelo jurista e professor Luiz Fernando Pereira, o Pereirinha, está tendo bastante serviço no início da batalha pela prefeitura de Curitiba.

Depois de livrar Fruet da censura no Facebook e na internet, agora os causídicos o comando de Pereirinha conseguiram na Justiça um mandado de busca e apreensão dos exemplares da edição de abril de 2012 da Revista Panorama.

Segundo o advogado Gustavo Guedes, da equipe de defesa do pedetista, a publicação, com claros objetivos eleitorais, tentava ligar o nome de Fruet a escândalos de corrupção.

O desembargador da 18!ª Câmara Cível, José Sebastião Fagundes Cunha, garante que as afirmações publicadas na Panorama não têm qualquer base.

Afirmações como “Cascata de lama pode afundar candidatura de Fruet” desprovida de um contexto de fatos por ele realizados, sem especificar quais os atos por ele praticados, mas difundindo generalidades, podem acarretar a má informação dos mais simplórios que, desgraçadamente são a maioria da Nação!.

O magistrado confirma os objetivos eleitorais da reportagem. Induvidoso que quer atingir a candidatura de Fruet e não noticiar fatos, circunstâncias e notícias. Diz, a exemplo, que opção por más companhias pode custar fracasso na candidatura de Gustavo Fruet, mas não diz em que consistiriam suas ações em companhia de tais pessoas!, completa.

A decisão, que atende a ação proposta pelo pré-candidato a prefeito pelo PDT, Gustavo Fruet, determina ainda a retirada da matéria do site da Revista Panorama e estabelece R$ 5 mil em multa por dia em caso de desrespeito.

Comments are closed.