Veja o recado de Dilma aos banqueiros

A presidenta Dilma Rousseff mandoou hoje à  noite um duro recado aos banqueiros, durante pronunciamento em cadeia nacional, em homenagem ao Dia do Trabalhador.

Leia os principais pontos do pronunciamento:

!” Nosso sistema bancário é um dos mais sólidos do mundo, está entre os que mais lucraram. Isso tem lhes dado força e estabilidade, o que é bom para toda a economia, mas isso também permite que eles deem crédito melhor e mais barato aos brasileiros. à‰ inadimissível que o Brasil, que tem um dos sistemas financeiros mais sólidos e lucrativos, continue com um dos juros mais altos do mundo. Estes valores não podem continuar tão altos. O Brasil de hoje não justifica isso.

!” Os bancos não podem continuar cobrando os mesmo juros para empresas e para o consumidor, enquanto a taxa básica Selic cai, a economia se mantém estável e a maioria esmagadora dos brasileiros honra, com presteza e honestidade, os seus compromissos. O setor financeiro, portanto, não tem como explicar esta lógica perversa aos brasileiros: a Selic baixa, a inflação permanece estável, mas os juros do cheque especial, das prestações ou do cartão de crédito, não diminuem !” completou a presidente.

!” Vem daí também a posição firme do governo para que bancos e financeiras diminuam as taxas cobradas dos clientes nos empréstimos, nas compras a prazo e nos cartões de crédito.

!” à‰ bom também que você consumidor faça prevalecer seus direitos escolhendo as empresas que lhe ofereçam melhores condições.

!” à‰ importante que tenhamos uma taxa de câmbio que defenda nossa indústria e nossa agricultura, em suma, os nossos empregos, e que o governo utilize bem os recursos públicos, sempre de forma eficiente e honesta, para que a população sinta de forma mais efetiva possível o bom retorno do imposto que paga. Por sinal, acabamos de retirar os impostos da folha de salários, para que essa carga fiscal deixasse de punir o emprego. Isso está dando mais alívio ao empregador e ao empregado.

!” Vamos continuar buscando os meios de baixar impostos, de combater os maus feitos e os maus feitores e cada vez mais estimular as coisas bem feitas e as pessoas honestas de nosso país. Não vamos abrir mão de cobrar com firmeza, de quem quer que seja, que cumpra o seu dever, que faça a sua parte para que o Brasil cresça e todos os brasileiros cresçam juntos, para que nossas trabalhadoras e nossos trabalhadores melhorem sua capacidade de produzir e de consumir, sua capacidade de viver bem de ser feliz e de fazer seus irmãos igualmente felizes.

!” Não quero ser a presidente que cuida apenas do desenvolvimento do país, mas aquela que cuida em especial do desenvolvimento das pessoas. Cuidar do desenvolvimento das pessoas significa lutar por uma saúde melhor para os brasileiros pobres e de classe média, significa prover educação de qualidade em todos os níveis, inclusive cursos técnicos e universitários no Brasil e no exterior para brasileiros de talento de qualquer classe social.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to tell you that I am new to blogging and site-building and honestly loved your web site. Most likely I’m want to bookmark your site . You absolutely have good writings. Thanks a lot for revealing your web page.

  2. Caro Esmael…o vídeo que vc pendurou no post nada tem a ver com o que vc escreveu sobre o ‘recado’ aos banqueiros. Veja aí o q aconteceu.