Prefeitos decidem pela paralisação do transporte escolar no Paraná

Flávio Arns (PSDB).

Os prefeitos paranaenses vão paralisar na semana que vem o serviço de transporte escolar na semana que vem. A decisão foi tomada há pouco na sede da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), em Curitiba, em protesto contra a falta de repasses de recursos pelo governo do estado.

Segundo o prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald (PDT), além da paralisação de um dia, a AMP e os prefeitos deverão ingressar na Justiça para cobrar que o governo do estado cumpra a lei.

“O transporte escolar é uma responsabilidade do governo do estado, como determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB)”, disse Mac Donald.

De acordo com o prefeito iguaçuense, “ao município compete a oferta do ensino infantil e fundamental. Se uma mãe ingressar na Justiça alega falta desse serviço o prefeito é responsabilizado e até pode perder o cargo”.

Ontem à  noite, o prefeito de Foz disse que os municípios têm que transportar a clientela da rede pública estadual porque o governo do Paraná não constrói escolas próximas à s residências dos alunos.

A reunião da AMP foi conduzida nesta manhã pelo presidente da entidade e prefeito de Piraquara, Gabriel Samaha (PPS), o Gabão, que ainda vai definir a data da paralisação.

Os prefeitos paranaenses acusam o vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), de não cumprir acordos anteriores e de enrolar os municípios. Eles pensam em entregar um troféu ao tucano como o pior secretário da história do Paraná. A conferir.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Seria o Troféu ” Enrolão do Ano” kakakakakaa!