Nem todas as escolas do PR paralisaram hoje, dizem educadores

Educadores se protegem da chuva em frente ao Palácio Iguaçu. Foto: Nadia Brixner.

Professores e educadores comunicaram ao blog que nem todas as escolas da rede pública estadual paralisaram as aulas hoje para protestar em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba.

Segundo o relato de um diretor de escola, que preferiu não se identificar, o motivo da não adesão de vários estabelecimentos de ensino é que o dia paralisado terá que ser reposto pelos professores.

“à‰ o nosso direito de protestar. Se a APP-Sindicato não negociar o dia parado nós não vamos parar mais daqui em diante”, critica o gestor.

APP-Sindicato disse que 90% dos professores das 2200 escolas estaduais do Paraná não estão dando aulas nesta sexta-feira.

Pelo Facebook, dá-se para notar o humor dos educadores: “Paralisação dos professores não produz nenhum dado novo: reafirma pagamento e não diz nada sobre os 33% de hora-atividade”, registrou o professor Ademir Mendes, do Colégio Poty Lazzarotto, de Curitiba.

A entidade representativa do magistério discorda dessa avaliação. Em seu site, a entidade vê avanços nas negociações e informa que o governo deverá apresentar uma proposta da implantação da hora-atividade até o próximo dia 2 de maio.

Sem a presença do vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), a direção da APP-Sindicato foi recebida hoje pela equipe da Secretaria de Educação.

Comentários encerrados.