Qual é a música, maestro?

Fruet propõe criação do Parque da Música de Curitiba

Fruet, pré-candidato do PDT a prefeitura de Curitiba.
A 30!ª edição da Oficina de Música de Curitiba entra na última semana de cursos e espetáculos.

A Oficina de Música começou em 1983 !“ ano em que Maurício Fruet assumiu a Prefeitura de Curitiba – e reuniu cerca de 200 alunos. Deste então, muitos dos participantes se tornaram músicos conceituados em orquestras e instituições de ensino em todo o mundo.

E é justamente na formação de novos artistas e na valorização do potencial musical de nossa cidade que Gustavo Fruet (PDT) acredita quando apresenta o projeto para criação do Parque da Música de Curitiba.

O objetivo é justamente reforçar a imagem de Curitiba como um centro de referência e excelência em música através de um projeto integrado da cadeia de valores da música. O pessoal da Fundação Cultural tem feito um trabalho brilhante, que merece todo nosso respeito e apoio. Já estamos em contato com representantes do setor para discutir o projeto!, explica Fruet, que foi membro da Frente Parlamentar Pró Música na Câmara dos Deputados.

O projeto de Fruet abrange as áreas da Promoção Musical (lojas de instrumentos musicais, componentes eletro-eletrônicos, livros e partituras, materiais de gravação), da Técnica Musical (fábricas de ateliers), do Saber Musical (escolas de música, editores musicais, crítica musical, bandas, orquestras e coros), dos Espaços Musicais (salões de dança, bares, teatros, parques e praças), dos Serviços Musicais (empresas de som, laboratórios de som, gravadoras, distribuidoras e oficinas de reparações), da Saúde Musical (musicoterapia) e da Propriedade Intelectual e do Direito Musical (escritórios especializados).

Hoje, a economia musical representa um sistema integrado de empresas que é comparável à  indústria automotiva. A arte e a cultura são causa e efeito da formação de novos segmentos econômicos. A música pode e deve ser um mecanismo de inclusão social em nossa cidade e enriquecimento cultural e intelectual do cidadão curitibano!, afirma Gustavo, que é autor da Lei 1203/07 que determina que todas as obras musicais na forma de partituras, áudio ou vídeo lançadas no País devam ser enviadas à  Biblioteca Nacional para assegurar o registro, a preservação e a divulgação da produção musical brasileira.

Comments are closed.