Sindicato dos Vigilantes de Curitiba alerta que categoria pode entrar em greve

da Banda B

Última greve dos vigilantes paralisou abastecimento de caixas eletrônicos.

Alguns órgãos públicos e o Banco do Brasil, cujos serviços de segurança são prestados pela empresa Lynx, podem ser afetados e até sofrer paralisações a partir desta sexta-feira (16).

De acordo com o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e região, João Soares, mais de 80% da organização – em torno de 2100 funcionários – estão sem receber o salário referente ao mês de novembro e a primeira parcela do 13!º, que deveria ter sido paga no último dia 12. Além disso, os pagamentos estariam sendo atrasados nos últimos quatro meses.

A partir de amanhã haverá dificuldade no Banco do Brasil, onde a Lynx presta serviço, porque o banco não pode abrir se não tiver vigilante. A tendência é que aumente o volume de pessoas paradas conforme os dias vão passando!, afirma Soares.

De acordo com ele, outros serviços que podem ser afetados são: Correios, Celepar, INSS, Tribunal de Justiça, Tecpar, Detran-PR e DER-PR.

Na assembleia realizada nessa quarta-feira (14) em várias cidades do estado, os funcionários decidiram e autorizam o sindicato a entrar com medidas judiciais para bloquear o faturamento da empresa. Como é algo urgente, esperamos que a Justiça do Trabalho possa conceder o mais rápido possível!, diz o presidente.

Para ele, as empresas quem podem ser prejudicadas têm a principal parcela de culpa pela atual situação dos funcionários. Os grandes responsáveis por isso são os contratantes, pois não fiscalizam se as empresas estão pagando os salários e recolhendo os encargos sociais dos trabalhadores!, explica.

Manifestação – Na manhã desta quinta-feira (15), parte dos funcionários se reuniu em frente à  sede da empresa, localizada na Rua México, bairro Bacacheri, em uma mobilização para reivindicar a regularização dos salários.

A empresa disse que por enquanto não se pronunciará sobre o assunto.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. a empresa embrasil, esta pagando a metade da intra jornada aos vgt.
    varios vgts. ja reclamaran para o sindicato, mas até agora ninguen fez nada.
    presisamos de uma resposta urgente!!!