PM desiste de privatizar o 190

por Thiago Machado, via Metro Curitiba

Roberson Bondaruk.

Embora o ex-comandante geral da Polícia Militar, Marcos Theodoro Scheremeta, já conversasse com empresas para terceirizar o serviço de atendimento do 190, as negociações serão encerradas.

O novo comandante geral da PM, Roberson Bondaruk, pretende manter os policiais ao telefone.

Já tivemos essa experiência com civis aqui no Paraná e ela não foi satisfatória!, afirma ele.

Bondaruk alega que ao atender um telefonema, um policial tem mais “faro” para descobrir se as informações não passam de trotes. Além disso, o PM pode instruir melhor pessoas em situação de risco. Sem isso, as ocorrências podem até se agravar”, diz Bondaruk.

Ex-coordenador de Segurança Comunitária de Curitiba, Roberson Bondaruk
assumiu o comando da PM com a expectativa de aumento de orçamento
no ano que vem. Ainda não estão definidos os valores, mas eles virão do novo fundo de segurança pública e do programa Paraná Seguro!, diz.

Mudanças do novo comandante:

Toda a tropa

Em três anos, todos os policias militares na ativa receberão treinamento em polícia comunitária. Policial comunitário é mais produtivo!, justifica.

Viaturas

Neste ano, o governo não renovou um contrato de aluguel de veículos, diminuindo o número de viaturas.

No ano que vem, diz Bondaruk, novos contratos de aluguel e compras
serão feitas.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Finalmente apareceu um com bom senso nesse governo…

  2. Se colocarem os civis, logo eles criam o “faro” do mau atendimento tambem.

  3. Até que enfim uma notíca positiva.

    Seria inconcebível terceirizar, privatizar ou seja lá o que for, do 190. Esta idéia era assustadora.

    Ninguém é melhor preparado que um policial treinado e que na grande maioria das vezes, escolhe a carreira militar pela abnegação, altruismo e necessidade íntima de servir e salvar o próximo(embora pareça redundância).

    Parabéns, Coronel e Boa Sorte!

    O Paraná enfrenta um período negro, em que a população está refém do medo e da triste estatísca da violência no estado e o sr. assume o comando do Polícia num momento em que as expectativas são muito grandes com relação a segurança pública e em que verdadeiramente precisamos de ações efetivas para reduzir estes números e trazer a paz aos nossos corações e para a vida dos nossos filhos e netos.

    Oxalá, o sr. tenha autonomia para implementar os projetos que desenvolveu durante seus anos de estudo sobre segurança.

    Parabéns pela nomeação e boa sorte ao sr. e a todos nós, cidadãos de bem, estejamos sempre com Deus e que o Estado os ampare.