Veja essa: Vereadores acusam Conselho de à‰tica da Câmara de Curitiba de prática “antiética”

Vereador Juliano Borghetti.

O Conselho de à‰tica da Câmara Municipal de Curitiba decidiu hoje pelo arquivamento das denúncias contra João Cláudio Derosso (PSDB), presidente da Casa. Pois bem. Não há ação sem reação, diz o ditado. A atitude servil e antiética daqueles que deveriam zelar pelo parlamento municipal abriu uma verdadeira guerra entre os vereadores pró e contra o tucano — que está sendo alvo de investigação numa CPI.

Sete vereadores — do PT, PV e PMDB — assinaram nesta tarde uma nota de repúdio ao Conselho de à‰tica. Somou-se aos protestos da bancada de oposição o vereador Juliano Borghetti (PP). Segundo ele, “se até o próprio Derosso pediu para ser investigado porque o colegiado arquivou as denúncias?”, questiona, para então emendar: “Foi uma atitude antiética”.

A seguir, leia a íntegra da nota de repúdio da bancada de oposição:

As bancadas do PT, PV e PMDB na Câmara Municipal de Curitiba repudiam com veemência o comportamento dos vereadores do Conselho de à‰tica e Decoro Parlamentar que arquivaram as denúncias contra João Cláudio Derosso (PSDB).

Apresentamos, por meio desta nota, a nossa indignação e contrariedade a essa medida, que desprestigia o Legislativo Municipal, colocando-o em uma situação de descrédito perante a sociedade.

à‰ missão de todos os vereadores a fiscalização dos atos da Casa. Essa responsabilidade é ainda maior para os integrantes do Conselho de à‰tica, que foram na contramão dos apontamentos feitos pelos órgãos de controle (Ministério Público e Tribunal de Contas) e contrariaram os anseios de toda a sociedade !“ com exceção da vereadora Noemia Rocha, representante da Oposição no Conselho, que defendeu a punição máxima possível ao presidente licenciado da Câmara Municipal.

Assinam a nota: Aladim Luciano !“ PV; Algaci Túlio !“ PMDB; Jonny Stica !“ PT; Noemia Rocha !“ PMDB; Paulo Salamuni !“ PV; Pedro Paulo !“ PT;e Professora Josete !“ PT.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. não é antiética e sim ética dos mafiosos.